Clube dos centenários da Champions League: Gary Neville

Duas vezes vencedor da competição, Gary Neville é o jogador em destaque nos futebolistas com 100 ou mais jogos na UEFA Champions League.

Gary Neville ergueu o troféu pela segunda vez em 2008
Gary Neville ergueu o troféu pela segunda vez em 2008 ©Getty Images

Gary Neville foi um de três jogadores do mesma equipa de juniores do Manchester United que atingiu os 100 jogos na UEFA Champions League, e um dos dois, a par Ryan Giggs, que disputou todos ao serviço do clubes inglês.

CLUBE DOS CENTENÁRIOS DA CHAMPIONS LEAGUE

Jogos

Manchester United: 109

Golos

Manchester United: 2

Melhor desempenho: vencedor (1999, 2008)

Para quem não se recorda

Um defesa-direito lutador, Neville chegou ao United em 1991 e só terminou a carreira duas décadas depois, tendo disputado mais de 600 jogos (todos sob o comando de Alex Ferguson), conquistado oito campeonatos, três Taças de Inglaterra, duas Taças da Liga inglesa e duas edições da UEFA Champions League, seguidas, respectivamente, da conquista da Taça Intercontinental de 1999 e do Mundial de Clubes de 2008. Foi ainda 85 vezes internacional por Inglaterra 

Neville destacou-se ao serviço da equipa do United de venceu a Taça de Inglaterra de juniores em 1992, onde também jogavam David Beckham, Giggs e Nicky Butt. Com Paul Scholes e o irmão Phil, constituiu o núcleo da equipa do United que dominou durante vários anos o futebol inglês, com Neville a formar com Beckham o flanco direito do clube e da selecção.

Depois de terminar a carreira em Fevereiro de 2011, foi adjunto de Roy Hodgson na selecção de Inglaterra entre 2012 e 2015, passou pelo comando do Valência e actualmente é um respeitado comentador de televisão e co-proprietário do Salford City (juntamente com Butt, Giggs, Scholes e Phil Neville).

Como chegou aos 100 jogos

A estreia de Neville pelos seniores do United aconteceu aos 17 anos, a 16 de Setembro de 1992, frente ao Torpedo Moscovo na Taça UEFA. (“A minha estreia foi um lançamento de linha lateral", recordou mais tarde ao “site” do United. “É verdade, não toquei com os pés na bola”). Na época seguinte teve oportunidade de realizar o primeiro jogo na UEFA Champions League, na pré-eliminatória com o Galatasaray, com a estreia na fase de grupos a acontecer a 23 de Novembro de 1994, no reduto do Gotemburgo.

Quando o United se tornou presença habitual na UEFA Champions League, a partir de 1996/97, Neville já era titular, tendo um papel importante no triunfo em 1998/99, que culminou na emocionante final com da UEFA Champions League com o Bayern em Barcelona. Neville era o capitão da equipa que recuperou o troféu em 2007/08, apesar da época do defesa ter sido marcada pelas lesões e ter jogado apenas nove minutos da campanha europeia, tendo entrado como suplente nos quartos-de-final com a Roma.

Foi o 99º jogo de Neville na prova, com o centésimo desafio a ser atingido em Setembro frente ao Villarreal, 16 anos e um dia depois da estreia na Europa. O último jogo de Neville na competição foi frente ao Bayern, nos quartos-de-final de 2009/10, mas depois disso o inglês orientou uma vez o Valência na UEFA Champions League, na recepção ao Lyon em Dezembro de 2015.

Os seus melhores momentos

A final de 1999
A final de 1999
  • Não foram apenas os jogadores do Bayern que ficaram caídos no relvado de Camp Nou após a sensacional reviravolta do United na final de 1999, Neville juntou-se a eles, mas com um estado de espírito bem diferente. “É impossível descrever aquele sentimento, é impossível explicar por palavras o que aconteceu", afirmou. "Nunca lhe faria justiça.”

  • Neville nunca marcou muitos golos, mas o sétimo e último golo ao serviço do United (o segundo na Europa) foi memorável: permitiu a vitória por 2-1 sobre o Lyon, a 23 de Novembro de 2004, no milésimo jogo de Alex Ferguson no comando da equipa.

  • Realizou apenas um jogo na conquista da Champions League de 2007/08, quando foi lançado em campo nos minutos finais, e recebeu a braçadeira de capitão, na recepção à Roma. A ovação em pé que recebeu, após mais de um ano afastado dos relvados, comprovou o estatuto que Neville tinha perante os adeptos de Old Trafford.

O que dizem sobre ele

Gary e Phil Neville: irmãos e colegas de equipa, no clube e na selecção
Gary e Phil Neville: irmãos e colegas de equipa, no clube e na selecção©Getty Images

"Neville foi o jogador mais profissional que conheci”.
Cristiano Ronaldo, colega de equipa no United

"Gary foi o melhor defesa-direito inglês da sua geração. É um exemplo para qualquer jovem profissional: trabalhador, leal e inteligente. É adepto do United desde criança, pelo que a carreira fantástica que teve em Old Trafford veio cimentar o seu lugar no coração dos adeptos do clube em todo o mundo". 

Alex Ferguson, único treinador que teve em clubes

“O Gary não é apenas uma excelente pessoa, é um dos melhores defesas da história do futebol". 
David Beckham, colega de equipa no United e na selecção de Inglaterra

Mais centenários ...

Clube dos Centenários na Champions League: John Terry (juntar link)
Clube dos Centenários na Champions League: Ashley Cole
Clube dos Centenários na Champions League: Patrice Evra

Clube dos Centenários na Champions League: Andrea Pirlo

Clube dos Centenários na Champions League: David Beckham

Clube dos Centenários na Champions League: Frank Lampard
Clube dos Centenários na Champions League: Andriy Shevchenko
Clube dos Centenários na Champions League: Oliver Kahn
Clube dos Centenários na Champions League: Luís Figo

Topo