Clube dos Centenários da Champions League: Ashley Cole

Ashley Cole, antigo defesa-esquerdo de Arsenal, Chelsea e Roma, é o centenário em destaque esta semana.

©Getty Images

Esta semana vamos centrar atenções em Ashley Cole, um dos defesas-laterais mais regulares da Europa durante mais de uma década e que completa 38 anos esta quinta-feira. Formado na academia do Arsenal, Cole passou o início da carreira no norte de Londres, antes de assinar pelo Chelsea, pelo qual venceu a UEFA Champions League em 2012. Passou depois pela Roma e, mais recentemente, pelos LA Galaxy.

CLUBE DOS CENTENÁRIOS DA CHAMPIONS LEAGUE

Jogos

Arsenal: 45
Chelsea: 60
Roma: 3

Melhor desempenho: vencedor (Chelsea, 2012)

Para quem não se recorda

Ainda jogava pelos LA Galaxy em Outubro, isto apesar de ter deixado a Europa em 2016, dois anos depois de renunciar à selecção de Inglaterra e deixar a terra natal, Londres. Cole foi um dos grandes defesas-esquerdos da sua época, somou 107 internacionalizações por Inglaterra ao longo de 13 anos, e tentou imitar o estilo de Roberto Carlos, alcançando um nível semelhante. Foi escolhido para a Equipa do Ano dos Utilizadores do UEFA.com em 2004 e 2010, assim como para a equipa do UEFA EURO 2004, entre muitas outros títulos individuais.

Foi duas vezes campeão no Arsenal - tendo um papel fundamental na campanha invicta de 2003/04 - e venceu por três vezes a Taça de Inglaterra. Conquistou este troféu mais quatro vezes depois de assinar pelo Chelsea em 2006 e estabeleceu um recorde ao ganhar por sete vezes o troféu mais antigo do futebol. Na passagem pelo Chelsea também conquistou o título da Premier League em 2009/10, a UEFA Champions League de 2011/12 e a UEFA Europa League de 2012/13.

Resumo da final de 2012
Resumo da final de 2012

Como chegou aos 100 jogos

Cole fez a estreia na UEFA Champions League em Outubro de 2000, quando saiu do banco na vitória por 4-2 sobre o Sparta Praga. Rapidamente se tornou titular na Europa e fez o último jogo pelos “gunners” na Champions League na final de 2006, em Paris, apesar de não ter jogado desde a segunda jornada devido a lesão.

O Barcelona venceu esse jogo por 2-1 e Cole foi para o Chelsea, onde chegou a mais duas finais: a derrota nas grandes penalidades frente ao Manchester United em Moscovo, em 2008, e o triunfo sobre o Bayern, em Munique, quatro anos depois. Em ambas as ocasiões, Cole converteu a quarta tentativa do Chelsea.

O defesa-lateral atingiu os 100 jogos na UEFA Champions League (sem contar com as pré-eliminatórias) frente ao Basileia, em Setembro de 2014, durante a época de despedida do Chelsea. Disputou mais três jogos pela Roma na fase de grupos de 2015/16, o último dos quais no terreno do Bayern, palco da noite europeia de maior glória de Cole.

Os seus melhores momentos

  • Converteu uma grande penalidade no desempate da final de 2012 e ajudou o Chelsea a superar a mágoa sofria quatro anos antes.

  • Mais cedo nessa época, Cole fez um corte sobre a linha de baliza na primeira mão da meia-final e foi decisivo no triunfo por 1-0 sobre o Barcelona, impedindo um golo fora de casa que podia ter sido decisivo nas contas finais.
  • O único golo de Cole na UEFA Champions League foi decisivo, com um cabeceamento aos 88 minutos na recepção ao Dínamo Kiev permitiu o triunfo por 1-0 que se revelou crucial para o apuramento na fase de grupos e na chegada até aos quartos-de-final.
A comemorar o único golo europeu, que deu nos minutos finais o triunfo ao Arsenal sobre o Dínamo Kiev
A comemorar o único golo europeu, que deu nos minutos finais o triunfo ao Arsenal sobre o Dínamo Kiev©Getty Images

O que dizem sobre ele

"Um jogador e uma pessoa absolutamente excepcional. Sempre teve tempo para todos no centro de treinos.”
Frank Lampard, antigo colega de equipa no Chelsea e na selecção de Inglaterra

"Ashley Cole é um defesa fantástico. Vi-o a anular alguns dos melhores jogadores do mundo.”
Ronaldinho, antigo adversário pelo Barcelona e pelo Brasil

"Ao longo dos anos tive grandes batalhas com o Ashley Cole, não dá um segundo aos adversários para respirar."
Cristiano Ronaldo, antigo adversário pelo Manchester United e por Portugal

Mais centenários

Clube dos Centenários da Champions League: Patrice Evra
Clube dos Centenários da Champions League: Andrea Pirlo

Clube dos Centenários da Champions League: David Beckham

Clube dos Centenários da Champions League: Frank Lampard
Clube dos Centenários da Champions League: Andriy Shevchenko
Clube dos Centenários da Champions League: Oliver Kahn
Clube dos Centenários da Champions League: Luís Figo

Topo