O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Finais da Taça UEFA/UEFA Europa League em números

Os mais jovens marcadores, os mais velhos vencedores, os jogos com mais golos: revelamos todos os números.

©UEFA.com

Salvo indicação em contrário, as estatísticas abrangem as últimas 20 temporadas da Taça UEFA/UEFA Europa League, desde 1997/98, a primeira final disputada num só jogo em terreno neutro. Antes dessa época a final realizava-se em duas mãos, com as equipas a jogarem em casa e fora.

Maior vitóriaSevilha 4-0 Middlesbrough (2006)

Mais golos (jogo)
9 – Liverpool 5-4 Alavés (2001)

Menos golos0 – Sevilha - Benfica (2014), Galatasaray - Arsenal (2000)

"Hat-tricks"
Ninguém marcou um "hat-trick" numa final a um jogo; 11 jogadores bisaram, mais recentemente Eden Hazard, do Chelsea, em 2019.
Jupp Heynckes apontou um "hat-trick" pelo Mönchengladbach, em casa, na primeira mão da final, frente ao Twente, em 1975.

Mais jovem, mais velho

Marcador mais velho
Gary McAllister – 36 anos e 142 dias – Liverpool - Alavés (2001)

Vencedor/jogador mais velhoAmedeo Carboni – 39 anos e 43 dias – Valência - Marselha (2004)

Marcador mais jovem
Vágner Love – 20 anos e 341 dias – Sporting - CSKA Moscovo (2005)

Vencedor mais jovemRobin van Persie – 18 anos e 275 dias – Feyenoord - Dortmund (2002)

Jogador mais jovem
Matthijs de Ligt – 17 anos e 285 dias –
Ajax - Manchester United (2017)

Diversos

Final de 2001: Liverpool vence 5-4
Final de 2001: Liverpool vence 5-4

Golo mais rápido3 minutos – Markus Babbel – Liverpool 5-4 Alavés (2001)

Golo mais tardio
116 minutos – Diego Forlán – Atlético 2–1 Fulham (2010)
116 minutos – Delfí Geli (ag) – Alavés 4-5 Liverpool (2001)

Mais golos numa final (jogador):
3 – Radamel Falcao (2011, 2012)
Carlos Bacca marcou duas vezes quando o Sevilha bateu o Dnipro em 2015

Desempates por penáltis:
2021 Villarreal 11-10 (1-1 ap)
2014 Sevilha 4-2 Benfica (0-0 ap)
2007 Sevilha 3-1 Espanhol (2-2 ap)
2000 Galatasaray 4-1 Arsenal (0-0 ap)

Decisão no prolongamento:
2010 Atlético 2-1 Fulham
2009 Shakhtar 2-1 Bremen
2003 Porto 3-2 Celtic
2001 Liverpool 5-4 Alavés

Maior assistência numa final:
61.000 – Parma - Marselha, Estádio Luzhniki, Moscovo (1999)

Resumo da final da época passada
Resumo da final da época passada

Recordes desde 1971/72

Mais finais
6 – Sevilla
5 – Inter

Mais vitórias (clube)

Mais derrotas (clube)
3 – Benfica (1983, 2013, 2014)
3 – Marselha (1999, 2004, 2018)

Mais vitórias (jogador)
5 – José Antonio Reyes – Atlético (2010, 2012), Sevilha (2014, 2015, 2016)

Mais vitórias (treinador)
4 – Sevilha (2014, 2015, 2016, Villarreal (2021)
3 – Giovanni Trapattoni – Inter (1977), Juventus (1991, 1993)
3 – Unai Emery – Sevilha (2014, 2015, 2016)

Golos em finais diferentes
Stefan Pettersson (IFK V 1987, Ajax V 1992)
Wim Jonk (Ajax V 1992, Inter V 1994)
Iván Zamorano (Inter D 1997, V 1998)
Frédéric Kanouté (Sevilha V 2006, V 2007)
Radamel Falcao (Porto V 2011, Atlético V 2012)

Maior tempo entre vitórias na final (jogador)
13 anos – Jesús Navas – Sevilha (2005/06, 2006/07, 2019/20)