O "site" oficial do futebol europeu

Portugal derrota França e vence primeiro EURO

Portugal derrota França e vence primeiro EURO
Cristiano Ronaldo ergue o troféu por Portugal ©Getty Images

"Fomos simples como as pombas e prudentes como as serpentes", disse o seleccionador Fernando Santos resumindo o difícil e metódico triunfo de Portugal no UEFA EURO 2016, com o golo de Éder no prolongamento a fazer a diferença ante a anfitriã França, dando-lhe um título que esteve perto de alcançar em 2004, altura em que perdeu a final em casa.

O conjunto lusitano conseguiu-o depois de empatar os três jogos na fase de grupos, tendo ganho apenas um encontro nos 90 minutos no tempo regulamentar - derrotando o País de Gales por 2-0 nas meias-finais - mas Portugal soube ter aquele momento de inspiração suficiente para derrotar a França na final, apesar de o ter conseguido sem a presença do seu principal jogador, Cristiano Ronaldo, pois o capitão saiu lesionado ainda na primeira parte.

A equipa de Fernando Santos teve momentos de sofrimento, com Ronaldo a dar instruções na área técnica ao lado do seu treinador de modo a que, mais lá para a frente, o momento de magia surgisse. O tento de Éder a 20 metros da baliza, na segunda parte do prolongamento, revelou-se de facto algo de incrível.

Este cenário afigurava-se quase fantasioso a partir do oitavo minuto, altura em que Ronaldo teve um forte choque com Dimitri Payet, situação que o forçaria a sair de jogo, ainda na primeira parte. Houve lágrimas e uma ovação de pé de todo o estádio quando saiu em maca. Todas as opiniões, análises, previsões foram janela fora. Acabava de sair de jogo o autor de 61 golos pela selecção.

Um jogador que procurava apenas o seu segundo tento era Moussa Sissoko. O médio de França esteve perto de golo pouco depois de Ronaldo ter saído, mas Rui Patrício levou a melhor. O guardião português já havia negado o golo a Antoine Griezmann, ao defender para canto um cabeceamento daquele que iria ser coroado como o Jogador do Torneio. Portugal não conseguia criar perigo, com três passes errados a encorajarem os da casa.

Kingsley Coman entrou para o lugar de Payet antes da hora de jogo e pouco depois colocou o golo na cabeça de Griezmann, naquela que seria a melhor situação do jogo, mas o nº7 gaulês, sem marcação, atiraria por cima. Depois foi Olivier Giroud, que rematou rasteiro, com Rui Patrício a segurar. O guardião luso teria de se aplicar a fundo para negar o golo a um poderoso remate de Sissoko, já perto do fim dos 90 minutos.

Apenas uma vez, já no prolongamento, o guarda-redes de Portugal foi ultrapassado. O entrado André-Pierre Gignac entrou na área e, com um remate algo enrolado, acertou no poste.

Hugo Lloris teve pouco que fazer no tempo regulamentar, sendo que foi chamado a intervir apenas num lance, para desfazer um cruzamento de Nani e o remate acrobático de Ricardo Quaresma, no ressalto. Apesar de ter sido chamado à acção para parar um cabeceamento de Éder, o capitão francês foi salvo pela barra quando Raphaël Guerreiro atirou de livre directo mas, no minuto 109, nada podia fazer para impedir o golo da vitória portuguesa.

Última actualização: 22-06-17 22.17CET

https://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2016/overview/index.html#portugal+derrota+franca

2016

França

PortugalPortugal

A final - 10-07-2016

Portugal1-0França
  • Portugal vence no prolongamento

Sabia que?

Outro facto
1 de 10

Estrela

1 de 1

Equipa do Torneio

 

Fotografias

  • Robbie Keane (Republic of Ireland)
    Robbie Keane (Republic of Ireland)
  • Jon Dahl Tomasson (Denmark)
    Jon Dahl Tomasson (Denmark)
  • Hakan Şükür (Turkey)
    Hakan Şükür (Turkey)
  • David Villa & Raúl González (Spain)
    David Villa & Raúl González (Spain)
  • Jan Koller (Czech Republic) 2004
    Jan Koller (Czech Republic) 2004
  • Cristiano Ronaldo (Portugal)
    Cristiano Ronaldo (Portugal)
1 de 6

Melhores marcadores

6Antoine GriezmannFrança França
3Álvaro MorataEspanha Espanha
3Olivier GiroudFrança França
3Dimitri PayetFrança França
3Gareth BalePaís de Gales País de Gales
3Cristiano RonaldoPortugal Portugal
3NaniPortugal Portugal
2Bogdan StancuRoménia Roménia
2Hal Robson-KanuPaís de Gales País de Gales
2Mario GomezAlemanha Alemanha

Também neste ano

Cristiano Ronaldo (Real Madrid)

Campeão Europeu de clubes: Real Madrid (1-1, 5-3 no desempate por penalties frente ao Atlético Madrid)

Vencedor da Bola de Ouro: Cristiano Ronaldo (Real Madrid)

Vencedor da Bota de Ouro ESM: Luis Suárez (Barcelona)

Vencedor do Festival Eurovisão da Canção: Jamala (Ucrânia), com a canção 1944

Usain Bolt

Vencedor do Prémio Nobel da Paz: Juan Manuel Santos, Presidente da Colômbia (pelos esforços para colocar fim à guerra civil de mais de 50 anos no país)

Campeão Olímpico Masculino dos 100 metros de atletismo: Usain Bolt (Jamaica), com 9,81 segundos

Campeão do Mundo de Fórmula 1: Nico Rosberg (Alemanha), ao volante de um Mercedes

Vencedor do Óscar para Melhor Filme: Spotlight

Solar Impulse 2

Principais acontecimentos
23 de Junho – O Reino Unido vota em referendo a saída da União Europeia, depois de 43 anos como membro

26 de Julho – O Solar Impulse 2 torna-se no primeiro avião movido a energia solar a dar a volta à Terra

8 de Novembro – O candidato republicano Donald Trump triunfa nas eleições presidenciais nos Estados Unidos da América com uma vitória surpreendente sobre a candidata democrata, Hillary Clinton