O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Beşiktaş dá a volta em Viena

SK Rapid Wien 1-2 Beşiktaş JK
Hološko e Bobô apontaram os golos que ditaram a reviravolta em Viena, onde os turcos nunca tinham vencido.

Rodrigo Tabata (Beşiktaş) disputa um lance com Veli Kavlak (Rapid)
Rodrigo Tabata (Beşiktaş) disputa um lance com Veli Kavlak (Rapid) ©Getty Images

O Beşiktaş JK esteve em desvantagem no marcador na visita ao terreno do SK Rapid Wien, mas acabou por conseguir somar a sua segunda vitória em dois jogos no Grupo L da UEFA Europa League, o mesmo do FC Porto.

A formação turca nunca havia vencido o Rapid nas suas três anteriores visitas a Viena, mas quebrou o enguiço num Ernst-Happel-Stadion totalmente lotado. Depois de o intervalo chegar sem golos, o jogo ganhou maior outra vida na segunda parte, quando Veli Kavlak, com um remate em arco que ainda bateu no poste, inaugurou o marcador. Contudo, dois remates certeiros no espaço de dez minutos, da autoria de Filip Hološko e de Bobô, ditaram a reviravolta no resultado.

Os primeiros minutos do encontro deram a ideia de que o jogo poderia ficar aquém das expectativas. Ricardo Quaresma foi titular na formação turca e ainda enviou uma bola à trave antes de se ver forçado a sair do encontro, após um violento choque com o guarda-redes contrário, Raimund Hedl. O Beşiktaş voltou a estar perto de marcar pouco depois, por intermédio de Roberto Hilbert, que, contudo, viu o seu remate de primeira, de muito longe, ser parado por Hedl.

O Rapid parecia incapaz de criar perigo, mas Yasin Pehlivan, logo após o reinício da partida, mostrou que as coisas seriam diferentes na segunda parte. Primeiro, isolou Atdhe Nuhiu, que falhou na concretização e, depois, serviu Kavlak que, com muita calma, flectiu para o meio e, com o seu pé direito atirou a bola para o fundo das redes, batendo ainda no poste antes de entrar.

A euforia tomou conta do estádio, mas o Beşiktaş não tardou a restabelecer a igualdade. Hedl aliviou um passe longo de Fabian Ernst e Hološko, que havia entrado para o lugar de Quaresma, captou a bola e, de ângulo apertado, fez o empate. O atacante eslovaco acertou na trave pouco depois e obrigou ainda Hedl a aplicar-se, mas a sorte dos homens da casa não durou muito mais.

Foi Rodrigo Tabata a criar o lance do segundo golo turco, desmarcando Bobô que, na cara de Hedl, não perdoou. Jan Vennegoor of Hesselink esteve perto de voltar a empatar a partida, numa altura em que o Rapid procurava desesperadamente o golo do empate, mas o cabeceamento foi afastado por Hakan Arıkan e o Beşiktaş segurou mesmo o triunfo, que lhe permite estar no topo do Grupo L, a par do FC Porto.