O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Donati: Itália defende a partir do ataque

Para Giulio Donati, "uma boa defesa pode ser a nossa melhor arma" na final desta terça-feira frente à Espanha, com a Itália a demonstrar um acerto defensivo que apenas consentiu um golo aos adversários.

Guilio Donati tem sido uma figura central na caminhada da Itália até à final
Guilio Donati tem sido uma figura central na caminhada da Itália até à final ©Getty Images

O facto de a Espanha atingir a final do Campeonato da Europa Sub-21 sem ter sofrido qualquer golo não escapou à atenção de ninguém que acompanha a fase final, mas o registo da defesa italiana não está longe da proeza de "la roja".

O torneio "azzurrini" foi construído em torno de uma lógica de trabalho que percorre todo o plantel. Figura central desse desempenho tem sido o defesa-direito Giulio Donati, que disse que a defesa pode ser a melhor forma de atacar, especialmente numa fase final. "Uma boa defesa pode ser a melhor arma se queremos conquistar um campeonato ou um torneio", disse Donati, que voltou a exibir-se a nível muito sólido na vitória por 1-0 sobre a Holanda na meia-final, "mas o mérito pertence a toda a equipa. Os médios ajudaram, os defesas compensaram e os avançados pressionaram alto".

Não existem dúvidas sobre a qualidade do sector mais recuado da equipa de Devis Mangia, mas a frase 'defender a partir do ataque' adequa-se a esta selecção italiana de Sub-21, em que toda a equipa trabalha como uma unidade para a causa comum. Titular em todas as partidas em Israel, Donati tem a expectativa de que a sua equipa produza mais do mesmo na final. "Contra a Espanha teremos de ser muito organizados tacticamente para parar não apenas o [organizador de jogo] Isco, como também os colegas de equipa".

O jogador do FC Internazionale Milano alinhou esta temporada pelo US Grosseto FC, que desceu da Serie B, mas voltou a sorrir com o passo em frente que significou integrar a equipa "azzurrini" na fase final. "Crescemos como equipa e agora é importante manter o nível", acrescentou o jogador de 23 anos. "Temos tentado melhorar sempre e, chegados à última barreira, vamos tentar também transpô-la".

Na final do UEFA EURO 2012, a Espanha derrotou a selecção de Cesare Prandelli. Donati está agora interessado que a Itália atinja um recorde de seis títulos em Sub-21, embora sem que isso represente uma comparação com a competição sénior do último Verão. "Não vejo esta final como uma tentativa de desforra da nossa parte. Sabemos que vamos enfrentar um adversário muito forte. Queremos apenas ser um pouco mais fortes do que eles".

Seleccionados para si