O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Portugal derrota Holanda e está na final

Portugal 2-0 Holanda
Golos de José Gomes e Diogo Dalot ajudaram Portugal a voltar à final do EURO Sub-17 ao fim de 13 anos, quando venceu a prova como anfitrião.

Veja os golos de José Gomes e Diogo Dalot na vitória sobre a Holanda que ajudaram Portugal a apurar-se para a final.
Highlights: See how Portugal reached the final
  • Portugal garante lugar na final de sábado ao derrotar a Holanda
  • José Gomes marca pela sétima vez nesta fase final
  • Lateral-direito Diogo Dalot assina segundo perto da hora de jogo
  • Portugal pela segunda vez na final depois de ter vencido em 2003 como anfitrião, numa equipa com João Moutinho e Miguel Veloso
  • Equipa de Hélio Sousa ainda sem qualquer golo sofrido

Portugal está na final do Campeonato da Europa de Sub-17 da UEFA, depois da vitória sobre a Holanda, por 2-0, na Arena Dalga, em Bacu. José Gomes inaugurou o marcador aos 25 minutos, ao fazer o seu sétimo golo nesta fase final, antes de Diogo Dalot selar o triunfo no segundo tempo.

A Holanda até foi a primeira equipa a criar perigo, num cruzamento que ninguém conseguiu desviar, logo nos minutos iniciais, mas o lance serviu de aviso e despertou Portugal, que a partir daí tomou conta do jogo. As oportunidades de golo foram-se sucedendo, com Florentino a cabecear ao lado aos 15 minutos e Miguel Luís a rematar de longe aos 18 para grande defesa de Mike Van De Meulenhof. Adivinhava-se o golo, que acabou por surgir num livre cobrado por Rúben Vinagre e desviado pela cabeça do goleador José Gomes.

Pouco depois, o camisola 9 de Portugal teve tudo para bisar mas, com a bola à sua mercê na pequena área holandesa, viu o guarda-redes contrário ser mais lesto e afastar a bola com o pé. Logo no arranque do segundo tempo, uma vez mais na sequência de um livre, José Gomes voltou mesmo a introduzir a bola no fundo das redes, mas o lance foi invalidado por fora-de-jogo do avançado.

Aos poucos, à medida que o segundo tempo foi avançando, a Holanda começou a crescer e a chegar mais vezes junto da baliza de Diogo Costa. Mas, com o adversário balanceado no ataque, Portugal encontrava mais espaços no meio-campo contrário e, numa fantástica iniciativa individual, o lateral-direito Dalot entrou na grande área holandesa, fintou um adversário e, de ângulo apertado, desferiu um remate rasteiro e cruzado que surpreendeu Van De Meulenhof.

Um corte providencial do mesmo Dalot, à entrada para o quarto-de-hora final, evitou depois que a Holanda reduzisse a desvantagem e fez Portugal seguir para a final sem qualquer golo sofrido ao fim de cinco jogos no Azerbaijão.

Reacções
Hélio Sousa, seleccionador de Portugal 
Vamos encarar a final com prazer – será uma experiência única para os meus jogadores. Acreditamos que podemos ganhar cada jogo. Já provámos que estamos aqui porque o merecemos.

Kees van Wonderen, seleccionador da Holanda
Começámos bem. nos primeiros dez minutos, mas a partir daí tenho de dar os parabéns a Portugal. Tem uma equipa muito boa e extremamente bem organizada. Fizemos tudo o que pudemos, mas Portugal mereceu vencer. Ganhou a melhor equipa.

©Sportsfile
©Sportsfile
©Sportsfile
©Sportsfile
©Sportsfile
©Sportsfile
©Sportsfile