Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Recordes e principais estatísticas do EURO

Quem ganhou mais vezes o EURO? Quem são os goleadores da competição e qual o jogador mais velho e mais novo a disputar o torneio? Saiba tudo aqui.

Será que Cristiano Ronaldo se vai tornar no primeiro jogador a disputar o EURO cinco vezes?
Será que Cristiano Ronaldo se vai tornar no primeiro jogador a disputar o EURO cinco vezes? ©AFP/Getty Images

Factos-chave
• Espanha e República Federal da Alemanha/Alemanha são os países com mais títulos do EURO (três cada)
• Apenas a Espanha (em 2012) conseguiu ser campeã de forma consecutiva
• Cristiano Ronaldo é um dos melhores marcadores da fase final do EURO
• Ronaldo pode tornar-se no primeiro jogador a participar em cinco edições do torneio

Jogadores

Mais jogos
21: Cristiano Ronaldo (Portugal)
18: Bastian Schweinsteiger (Alemanha)
17: Gianluigi Buffon (Itália)

Mais jogos (incluindo fase de qualificação)

Gianluigi Buffon ao serviço da Itália
Gianluigi Buffon ao serviço da Itália©AFP/Getty Images

58: Gianluigi Buffon (Itália)
54: Cristiano Ronaldo (Portugal)
51: Mario Frick (Liechtenstein)

Mais golos
9: Michel Platini (França)
9: Cristiano Ronaldo (Portugal)
7: Alan Shearer (Inglaterra)

Mais golos (incluindo fase de qualificação)
36: Cristiano Ronaldo (Portugal)
25: Zlatan Ibrahimović (Suécia)
23: Robbie Keane (República da Irlanda)

Mais golos num jogo da fase final

Resumo: “Hat-trick” de Kluivert nos quartos-de-final do EURO 2000
Resumo: “Hat-trick” de Kluivert nos quartos-de-final do EURO 2000

3: Dieter Müller (República Federal da Alemanha 4-2 Jugoslávia, meias-finais 17/06/76)
3: Klaus Allofs (República Federal da Alemanha 3-2 Holanda, fase de grupos 14/06/80)
3: Michel Platini (França 5-0 Bélgica, fase de grupos 16/06/84)
3: Michel Platini (França 3-2 Jugoslávia, fase de grupos 19/06/84)
3: Marco van Basten (Holanda 3-1 Inglaterra, fase de grupos 15/06/88)
3: Sérgio Conceição (Portugal 3-0 Alemanha, fase de grupos 20/06/00)
3: Patrick Kluivert (Holanda 6-1 Jugoslávia, quartos-de-final 25/06/00)
3: David Villa (Espanha 4-1 Rússia, fase de grupos 10/06/08)

Mais golos numa fase final
9: Michel Platini (França, 1984)

Golo mais rápido
1 min 7 segs: Dmitri Kirichenko (Rússia 2-1 Grécia, 20/06/04)

“Hat-trick” mais rápido
18 mins: Michel Platini (França 3-2 Jugoslávia, 19/06/84)

Jogador mais novo
18 anos 71 dias: Jetro Willems (Holanda 0-1 Dinamarca, 09/06/12)

Marcador mais novo
18 anos 141 dias: Johan Vonlanthen (Suíça 1-3 França, 21/06/04)

Jogador mais velho
40 anos 86 dias: Gábor Király (Hungria 0-4 Bélgica, 26/06/16)

Marcador mais velho

Ivica Vastic marca no UEFA EURO 2008
Ivica Vastic marca no UEFA EURO 2008©Getty Images

38 anos 257 dias: Ivica Vastic (Áustria 1-1 Polónia, 12/06/08)

Mais presenças em fases finais
4: Lothar Matthäus (República Federal da Alemanha/Alemanha 1980, 1984, 1988, 2000)
4: Peter Schmeichel (Dinamarca 1988, 1992, 1996, 2000)
4: Alessandro Del Piero (Itália 1996, 2000, 2004, 2008)
4: Edwin van der Sar (Holanda 1996, 2000, 2004, 2008)
4: Lilian Thuram (França 1996, 2000, 2004, 2008)
4: Olof Mellberg (Suécia 2000, 2004, 2008, 2012)
4: Gianluigi Buffon (Itália 2004, 2008, 2012, 2016)
4: Petr Čech (República Checa 2004, 2008, 2012, 2016)
4: Cristiano Ronaldo (Portugal 2004, 2008, 2012, 2016)
4: Zlatan Ibrahimović (Suécia 2004, 2008, 2012, 2016)
4: Andreas Isaksson (Suécia 2004, 2008, 2012, 2016)
4: Kim Källström (Suécia 2004, 2008, 2012, 2016)
4: Jaroslav Plašil (República Checa 2004, 2008, 2012, 2016)
4: Lukas Podolski (Alemanha 2004, 2008, 2012, 2016)
4: Tomáš Rosický (República Checa 2000, 2004, 2012, 2016)
4: Bastian Schweinsteiger (Alemanha 2004, 2008, 2012, 2016)
4: Darijo Srna (Croácia 2004, 2008, 2012, 2016)

Melhor marcador de cada edição

Michel Platini marcou nove golos na fase final de 1984
Michel Platini marcou nove golos na fase final de 1984©Getty Images

1960: 2 François Heutte (França), Viktor Ponedelnik (URSS), Valentin Ivanov (URSS), Dražan Jerković (Jugoslávia), Milan Galić (Jugoslávia)
1964: 2 Jesús María Pereda (Espanha), Ferenc Bene (Hungria), Deszö Novák (Hungria)
1968: 2 Dragan Džajić (Jugoslávia)
1972: 4 Gerd Müller (República Federal da Alemanha)
1976: 4 Dieter Müller (República Federal da Alemanha)
1980: 3 Klaus Allofs (República Federal da Alemanha)
1984: 9 Michel Platini (França)
1988: 5 Marco van Basten (Holanda)
1992: 3 Henrik Larsen (Dinamarca), Karl-Heinz Riedle (Alemanha), Dennis Bergkamp (Holanda), Tomas Brolin (Suécia)
1996: 5 Alan Shearer (Inglaterra)
2000: 5 Patrick Kluivert (Holanda), Savo Milošević (Jugoslávia)
2004: 5 Milan Baroš (República Checa)
2008: 4 David Villa (Espanha)
2012: 3 Fernando Torres (Espanha), Alan Dzagoev (Rússia), Mario Gomez (Alemanha), Mario Mandžukić (Croácia), Mario Balotelli (Itália), Cristiano Ronaldo (Portugal)
2016: 6 Antoine Griezmann (França)

Equipas

Mais títulos

A Espanha festeja o segundo título seguido, em 2012
A Espanha festeja o segundo título seguido, em 2012©Getty Images

3: Espanha (1964, 2008, 2012), República Federal da Alemanha/Alemanha (1972, 1980, 1996)

Mais presenças em fases finais (excluindo o UEFA EURO 2020)
12: República Federal da Alemanha/Alemanha

Mais golos num jogo da fase final
14: França (1984)

Mais golos num jogo da fase de grupos
9: França (1984), Holanda (2008)

Mais golos sofridos num jogo da fase de grupos
10: Jugoslávia (1984)

Jogos

Jogo com mais golos
França 4-5 Jugoslávia (meias-finais, 06/07/60)

Vitória com maior diferença de golos
Holanda 6-1 Jugoslávia (quartos-de-final, 25/06/00)
França 5-0 Bélgica (fase de grupos, 16/06/84)
Dinamarca 5-0 Jugoslávia (fase de grupos, 16/06/84)
Suécia 5-0 Bulgária (fase de grupos, 14/06/04)

Empate com mais golos
Rússia 3-3 República Checa (fase de grupos, 19/06/96)
Jugoslávia 3-3 Eslovénia (fase de grupos, 13/06/00)
Hungria 3-3 Portugal (fase de grupos, 22/06/16)

Países que nunca participaram
Andorra, Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Bósnia e Herzegovina, Chipre, Estónia, Ilhas Faroé, Finlândia, Geórgia, Gibraltar, Israel, Cazaquistão, Kosovo, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, República da Moldávia, Montenegro, Macedónia do Norte, San Marino

Diversos

A Itália celebra a conquista do título em 1968
A Itália celebra a conquista do título em 1968©Getty Images

• Três equipas conquistaram o Campeonato da Europa da UEFA em casa: Espanha (1964), Itália (1968) e França (1984).
• Em 2012 a Espanha tornou-se no primeiro país a conquistar o Troféu Henri Delaunay de forma consecutiva, após o triunfo em 2008.
• Oito jogadores alinharam nas duas finais: Iker Casillas, Sergio Ramos, Andrés Iniesta, Xavi Hernández, Cesc Fàbregas e David Silva foram titulares. Já Fernando Torres foi titular em 2008 e suplente-utilizado em 2012, ao passo que Xabi Alonso entrou durante a final de 2008 e quatro anos depois começou de início.
• Berti Vogts é o único a ter ganho um EURO como jogador (República Federal da Alemanha, 1972) e treinador (Alemanha, 1996)
• Três países detiveram ao mesmo tempo o título do Campeonato da Europa da UEFA e do Campeonato do Mundo: República Federal da Alemanha (EURO 1972, Mundial 1974), França (Mundial 1998, UEFA EURO 2000) e Espanha (UEFA EURO 2008, Mundial 2010, UEFA EURO 2012).
• Nove jogadores conquistaram Taça dos Clubes Campeões Europeus/UEFA Champions League e EURO no mesmo Verão:
Luis Suárez (Inter e Espanha, 1964)
Ronald Koeman (PSV e Holanda, 1988)
Barry van Aerle (PSV e Holanda, 1988)
Hans van Breucklen (PSV e Holanda, 1988)
Gerald Vanenburg (PSV e Holanda, 1988)
Juan Mata (Chelsea e Espanha, 2012)
Fernando Torres (Chelsea e Espanha, 2012)
Cristiano Ronaldo (Real Madrid e Portugal, 2016)
Pepe (Real Madrid e Portugal, 2016)
Wim Kieft e Nicolas Anelka por pouco não reforçaram este lote: o médio Kieft, do PSV, foi suplente não-utilizado pela Holanda na final de 1988, enquanto o avançado Anelka, vencedor da UEFA Champions League em 2000 com o Real Madrid, não saiu do banco de suplentes na vitória da França na final do UEFA EURO 2000. Christian Karembeu, colega de Anelka na selecção francesa e no Real Madrid, detém o curioso recorde de ter sido suplente não-utilizado na final de cada uma dessas competições no mesmo ano.
• Em 2008, o alemão Michael Ballack, na altura no Chelsea, tornou-se no primeiro jogador a ser derrotado na final dessas competições no mesmo ano.
• Quatro jogadores perderam a final da Taça dos Campeões Europeus mas depois conquistaram o EURO no mesmo ano: Ignacio Zoco e Amancio Amaro (1964, Real Madrid e Espanha) e Manny Kaltz e Horst Hrubesch (1980, Hamburgo e República Federal da Alemanha).

Conteúdos relacionados

Topo