O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Ucrânia de cabeça bem erguida

"O torneio foi uma enorme celebração, para nós e para todo o país." As palavras de Artem Milevskiy e dos jogadores da Ucrânia mostram bem que a experiência no UEFA EURO 2012 não será esquecida.

Artem Milevskiy e Andriy Shevchenko deixam o relvado depois da derrota da Ucrânia em Donetsk
Artem Milevskiy e Andriy Shevchenko deixam o relvado depois da derrota da Ucrânia em Donetsk ©Getty Images

O UEFA EURO 2012 até pode já ter acabado para a seleção ucraniana, mas Artem Milevskiy, Anatoliy Tymoshchuk e Yaroslav Rakitskiy, apesar de lamentarem as oportunidades perdidas no último jogo do Grupo D com a Inglaterra, garantem que o torneio foi uma experiência inesquecível.

Artem Milevskiy, avançado da Ukraine
É verdade que tivemos muitas oportunidades. As do Marko [Dević] e as minhas foram claríssimas e acho que não tivemos a calma necessária naquele momento. A Inglaterra só precisava de empatar e apostou no contra-ataque, mas julgo que nós jogámos bem. Merecíamos estar em vantagem, mas sofremos um golo vindo do nada e a equipa ressentiu-se.

Quero agradecer aos adeptos pelo apoio em Kiev e Donetsk. Os ambientes dos estádios foram fantásticos, parecia um feriado nacional. Toda a minha família adorou. O torneio foi um motivo de festa. Para eles, para nós, para todo o país.

Anatoliy Tymoshchuk, médio da Ucrânia
Fizemos um jogo bem conseguido, com muitas oportunidades. Apesar da derrota, é bom sentirmos que jogámos muito bem, que lutámos até ao fim para ganhar o jogo.

A derrota com a Inglaterra foi injusta. É verdade que podíamos ter jogado melhor ao longo do torneio e passar a fase de grupos, mas o futebol é isto. Só somámos três pontos e assim acaba a nossa aventura no EURO.

Os adeptos não podiam ter sido melhores. Claro que vão continuar a ver os jogos, porque isto é o EURO, é um acontecimento enorme para o nosso país. Só posso desejar o melhor a todos os adeptos.

Yaroslav Rakitskiy, defesa da Ukraine
Não aproveitámos as oportunidades, não conseguimos o apuramento e é uma pena. Mas temos de aceitar, seguir as nossas vidas e continuar a jogar futebol.

Acho que a parte psicológica não interferiu no jogo. Temos jogadores jovens e outros experientes. Todos estávamos preparados, mas a bola simplesmente não quis entrar. Não tivemos medo e merecemos ganhar, porque jogámos realmente bem. Estou muito contente por ter participado no EURO. É uma experiência que nunca vou esquecer.