O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Ronaldo procura mais recordes: Meias-finais em números

O estreante País de Gales defronta Portugal, enquanto a Alemanha, rainha das meias-finais, mede forças com a França: olhamos para os principais números das anteriores meias-finais do EURO.

Cristiano Ronaldo comemora depois de marcar na meia-final de 2004
Cristiano Ronaldo comemora depois de marcar na meia-final de 2004 ©Getty Images
  • Principais números

A Alemanha está pela oitava vez numa meia-final, um recorde, e também esteve entre os quatro melhores em 1980, quando não se disputava esta ronda.
• Lukas Podolski, Cristiano Ronaldo e Bastian Schweinsteiger podem tornar-se nos primeiros jogadores a estarem em três meias-finais.
• Ronaldo, Schweinsteiger e Mesut Özil podem ser os primeiros a marcar em meias-finais diferentes desde 1964.
• O País de Gales é a primeira equipa a chegar até às meias-finais na estreia desde a Suécia, em 1992, na última edição com oito equipas.
• Treze das 26 meias-finais anteriores não ficaram decididas nos 90 minutos. Seis foram até às grandes penalidades.
• A Alemanha defrontou por quatro vezes os anfitriões nas meias-finais e ganhou sempre, mas não evitou ser eliminada em casa em 1988.
• A França está pela terceira vez nas meias-finais como país organizador. Os únicos anfitriões a não atingiram esta fase da prova foram os das edições realizadas em dois países.

Tudo sobre o Portugal - País de Gales
Tudo sobre o Alemanha - França

  • Recordes

Maior vitória: Espanha 3-0 Rússia (2008, Viena), União Soviética 3-0 Dinamarca (1964, Barcelona), União Soviética 3-0 Checoslováquia (1960, Marselha)
Mais golos: Jugoslávia 5-4 França (1960, Paris - primeira meia-final de sempre)
Maior assistência
: Alemanha - Inglaterra (1996, Wembley) 75.826
Mais vitórias
: República Federal da Alemanha/Alemanha 5
Mais derrotas
: Holanda 4
Mais presenças
: Lukas Podolski (Alemanha), Cristiano Ronaldo (Portugal), Bastian Schweinsteiger (Alemanha) estão entre os 61 jogadores que participaram em duas meias-finais
Melhores marcadores
: Valentin Ivanov (União Soviética), Dieter Müller (República Federal da Alemanha) 3
Golos marcados em duas meias-finais
: Valentin Ivanov, Viktor Ponedelnik (ambos no União Soviética 3-0 Checoslováquia, 1960 e no União Soviética 3-0 Dinamarca, 1964)

• Cristiano Ronaldo (Portugal 2-1 Holanda, 2004), Bastian Schweinsteiger (Alemanha 3-2 Turquia, 2008), Mesut Özil (Alemanha 1-2 Itália, 2012) podem igualar Ivanov e Pondelnik.

  • Presenças em meias-finais (incluindo 2016)
Clássico das meias-finais: Alemanha 3-2 Turquia (2008)
Clássico das meias-finais: Alemanha 3-2 Turquia (2008)

Alemanha/República Federal da Alemanha 8 (V5 D2, 1 por disputar)*

Rússia/União Soviética 6 (V4 D2)

França 5 (V2 D2, 1 por disputar)
Portugal 5 (V1 D3, 1 por disputar)
Holanda 5 (V1 D4)

Espanha 4 (V4)
Itália 4 (V3 D1)*
República Checa/Checoslováquia 4 (V2 D2)*

Jugoslávia 3 (V2 D1)
Dinamarca 3 (V1 D2)

Inglaterra 2 (D2)
Hungria 2 (D2)

País de Gales 1 (1 por disputar)
Grécia 1 (V1)
Bélgica 1 (D1)*
Suécia 1 (D1)
Turquia 1 (D1)*

*Não foram realizadas meias-finais em 1980. República Federal da Alemanha e Bélgica, que tinha vencido os grupos, disputaram a final, enquanto os segundos classificados, Checoslováquia e Itália, disputaram o jogo de atribuição do terceiro lugar. Estas partidas não são contabilizados como presenças.

• O País de Gales é o 16º país a terminar o Campeonato da Europa entre os quatro primeiros. A fase final já contou com a participação de 33 países diferentes.

• Desde o alargamento para 16 equipas em 1996, só um detentor do título – a Espanha em 2012 – conseguiu atingir as meias-finais. Antes disso, quatro detentores do troféu, em nove possíveis, tinham atingido as meias-finais embora, ao contrário Espanha, nenhum tenha conseguido renovar a conquista do troféu.

  • Semifinalistas na estreia em fases finais (excluindo 1960)

2016: País de Gales (com Portugal)
1992: Suécia (D 2-3 com a Alemanha)
1984: Portugal (D 2-3 ap com a França)
1976: Holanda (D 1-3 ap com a Checoslováquia, terminou em terceiro lugar) 1972: República Federal da Alemanha (V 2-1 com a Bélgica, campeã), Bélgica (D 1-2 com a República Federal da Alemanha, terceiro lugar)
1968: Itália (D 0-0 ap, moeda ao ar com a União Soviética, campeã), Inglaterra (D 0-1 com a Jugoslávia, terceiro lugar)
1964: Espanha (V 2-1 ap com a Hungria, campeã), Hungria (D 1-2 ap com a Espanha, terceiro lugar), Dinamarca (D 0-3 com a União Soviética, quarto lugar)

• O País de Gales pode ser o primeiro primeiro estreante a chegar à final desde 1972.

• A República Checa disputou a final de 1996 na primeira participação como país independentes, mas o seu registo inclui o da Checoslováquia.

  •  Estatísticas dos prolongamentos

• Treze das últimas 26 meias-finais chegaram empatadas ao fim dos 90 minutos.

Clássico das meias-finais: República Federal da Alemanha 4-2 Jugoslávia ap (1976)
Clássico das meias-finais: República Federal da Alemanha 4-2 Jugoslávia ap (1976)

Decididas no prolongamento: 4 (França 3- 2 Portugal, 1984; República Checa 3-1 Holanda, 1976; República Federal da Alemanha 4-2 Jugoslávia, 1976; Espanha 2-1 Hungria, 1964)

Decidida por um golo de prata: 1 (Grécia 1-0 República Checa, 2004)

Decidida por um golo de ouro: 1 (França 2-1 Portugal, 2000)

Decidida por sorteio: 1 (Itália bateu a União Soviética, 1968)

Decididas nas grandes penalidades: 6 (Portugal 2-4 Espanha, 2012; Itália 3-1 Holanda, 2000; Alemanha 6-5 Inglaterra, 1996; República Checa 6-5 França, 1996; Dinamarca 5-4 Holanda, 1992; Espanha 5- 4 Dinamarca, 1984)

  • Anfitriões nas meias-finais
Clássico das meias-finais: Alemanha 1-2 Itália (2012)
Clássico das meias-finais: Alemanha 1-2 Itália (2012)

2004: Portugal V 2-1 com a Holanda, derrotado na final
2000: Holanda (co-anfitriã) E 0-0, D 1-3p com a Itália
1996: Inglaterra E 1-1, D 5-6p com a Alemanha 
1992: Suécia D 2-3 com a Alemanha 
1988: República Federal da Alemanha D 1-2 com a Holanda
1984: França V 3-2ap com Portugal, campeã
1980: Itália terminou no quarto lugar depois do segundo lugar no grupo
1976: Jugoslávia D 2-4ap com a República Federal da Alemanha, quarto lugar
1972: Bélgica D 1-2 com a República Federal da Alemanha, terceiro lugar
1968: Itália E 0-0, V na moeda ao ar com a União Soviética, campeã
1964: Espanha V 2-1 ap com a Hungria, campeã
1960: França D 4-5 com a Jugoslávia, quarto lugar

• Os únicos países organizadores que não atingiram as meias-finais foram co-anfitriões (Bélgica em 2000, Áustria e Suíça em 2008, Polónia e Ucrânia em 2012).