Liga portuguesa 2018/19: antevisão

Arranca hoje mais uma edição da Liga portuguesa. Olhamos para o que vai ser a luta pelo título e por um lugar na UEFA Champions League em 2019/20.

Sérgio Conceição, Rui Vitória, José Peseiro e Abel Ferreira vão lutar pelo título na Liga portuguesa 2018/19
Sérgio Conceição, Rui Vitória, José Peseiro e Abel Ferreira vão lutar pelo título na Liga portuguesa 2018/19 ©Getty Images

A edição 2018/19 da Liga portuguesa tem início marcado para esta noite, com o SL Benfica a receber a visita do Vitória SC pelas 20h30. Os candidatos ao título são os mesmos de sempre, mas com o SC Braga à espreita de qualquer escorregadela dos habituais favoritos para se intrometer na luta pelo título ou, pelo menos, por uma vaga na UEFA Champions League em 2018/19.

FC Porto

Chancel Mbemba é uma das contratações do FC Porto para colmatar as saídas verificadas no seu sector mais recuado
Chancel Mbemba é uma das contratações do FC Porto para colmatar as saídas verificadas no seu sector mais recuado©Getty Images

Campeão na temporada passada, colocando então fim a uma série de quatro títulos consecutivos do Benfica, o FC Porto, que tem já lugar garantido na fase de grupos da UEFA Champions League 2018/19, abriu já a época com a conquista de mais um troféu – vitória por 3-1 sobre o CD Aves na SuperTaça portuguesa – e mantém Sérgio Conceição ao leme.

Viu, contudo, sair dois habituais titulares do sector defensivo, Iván Marcano e Ricardo Pereira, contratando entre outros, para colmatar essas saídas, os brasileiros João Pedro e Éder Militão e o defesa-central ex-Newcastle Chancel Mbemba. Do meio-campo para a frente, porém, as alterações no plantel são poucas. No meio-campo defensivo os “dragões” aguardam ainda pela recuperação total do internacional português Danilo, mas no sector ofensivo as principais armas que fizeram do FC Porto o melhor ataque da última edição da prova mantêm-se na equipa.

SL Benfica

Facundo Ferreyra, ex-Shakhtar, é um dos reforços do Benfica para a nova época
Facundo Ferreyra, ex-Shakhtar, é um dos reforços do Benfica para a nova época©Getty Images

O Benfica, que viu a sua hegemonia de quatro temporadas na prova chegar ao fim na época passada e que também já se estreou oficialmente em 2017/18, com um triunfo por 1-0 na recepção ao Fenerbahce, na 1ª mão da 3ª pré-eliminatória da UEFA Champions League, rumo ao importante objectivo de uma presença na fase de grupos da competição, reforçou-se em todos os sectores do terreno de forma a tentar recuperar o ceptro perdido para o rival nortenho.

Com Rui Vitória a manter-se no comando técnico da equipa, chegaram, entre outros, o guarda-redes Odisseas Vlachodimos, os defesas-centrais Germán Conti e Cristián Lema, o lateral-direito Tyronne Ebuehi, o médio-defensivo Alfa Semedo e os avançados Nicolás Castillo e Facundo Ferreyra. Todos os habituais titulares da temporada passada seguem para já no plantel, sendo a única saída a merecer destaque a do avançado internacional mexicano Raúl Jiménez.

Sporting CP

Melhor jogador da Liga portuguesa 2017/18, Bruno Fernandes continua no Sporting
Melhor jogador da Liga portuguesa 2017/18, Bruno Fernandes continua no Sporting©Getty Images

O Sporting será a principal incógnita para esta nova época, depois do conturbado final de temporada vivido em 2017/18. Há um novo treinador, José Peseiro, que assim regressa ao leme do clube, mas do plantel já não fazem parte nomes como Rui Patrício, William Carvalho - há muito dois pilares da equipa – ou Gelson Martins e Cristiano Piccini, outro habitual titular, dono do lado direito da defesa “leonina” na temporada passada, também saiu, rumo ao Valência. Os “verde-e-brancos”, contudo, continuam a contar com o médio Bruno Fernandes, melhor jogador da Liga portuguesa na temporada passada, e com o goleador Bas Dost.

Para reforçar a equipa chegaram dois guarda-redes, Viviano e Renan, um lateral-direito, Bruno Gaspar, um defesa-central, Marcelo, e um homem de ataque, Rapinha, a juntar aos regresso de Matheus Pereira e Jefferson. Mas o principal reforço dos “leões” será, talvez, Nani, que volta assim ao clube para lhe oferecer uma qualidade técnica e uma experiência que se poderão revelar determinantes ao longo da época quer a nível interno, quer nas provas europeias, com o Sporting a disputar a fase de grupos da UEFA Europa League. A expectativa é, pois, grande para a estreia oficial nesta temporada, com uma visita ao terreno do Moreirense na primeira jornada da Liga portuguesa.

SC Braga

E há ainda o Braga. A turma minhota, que continua a ter Abel Ferreira no leme, há muito que se tenta intrometer na luta pelo título e estará, uma vez mais, atenta a qualquer deslize dos tradicionais candidatos ao título para chegar ao pódio e, até, quem sabe, a um dos dois primeiros lugares – os únicos dois que, tal como já sucedeu esta época darão acesso à UEFA Champions League, com o terceiro classificado da Liga portuguesa a rumar agora à UEFA Europa League, em função da posição de Portugal no ranking de clubes por país da UEFA.

O Braga, que se estreou oficialmente na época quinta-feira, com um empate 1-1 na Ucrânia, ante o Zorya, na 1ª mão da 3ª pré-eliminatória da Europa League, viu sair dois habituais titulares do meio-campo, André Horte a Danilo, mas para os seus lugares chegaram outros dois médios que mostraram qualidade na Liga portuguesa na época passada, João Novais (ex-Rio Ave) e Eduardo (ex-Estoril), para além de um experiente médio-defensivo brasileiro, Claudemir, com a maior parte do restante plantel que tão boa conta de si deu na temporada passada – batendo o recorde de golos e de pontos do clube na Liga portuguesa - a manter-se às ordens de Abel.  

Topo