O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Thiago e Daniel Alves confiantes na reviravolta

Thiago Alcántara disse ao UEFA.com que o Barcelona foi "infeliz" na derrota de 1-0 no terreno do Chelsea, mas acredita, tal como Daniel Alves, que a equipa tem tudo para dar a volta.

Frank Lampard (à esquerda) leva a melhor sobre Thiago Alcántara
Frank Lampard (à esquerda) leva a melhor sobre Thiago Alcántara ©Getty Images

Depois de deixar Stamford Bridge derrotado, encharcado e enregelado, o FC Barcelona tinha, naturalmente, todo o direito de se mostrar cansado, desconsolado e desanimado.

Para além de ter mostrado um sem número de formas de desperdiçar boas oportunidades de golo, a formação orientada por Josep Guardiola ainda enviou uma bola à trave e outra ao poste, por Alexis Sánchez e Pedro Rodríguez, respectivamente, mas acabou por sair derrotada da primeira mão das meias-finais da UEFA Champions League devido a um tento de um dos seus velhos tormentos, Didier Drogba.

Nas últimas temporadas, o Barcelona viu-se derrotado ou deixou-se empatar em casa na Europa frente a equipas como Celtic FC, Liverpool FC, Manchester United FC e, obviamente, Chelsea, e um resultado desses na próxima terça-feira ditaria a eliminação dos actuais campeões europeus de clubes. Porém, os jogadores da turma da Catalunha permanecem confiantes, conscientes de que dar a volta a uma desvantagem de apenas um golo está bem dentro das suas capacidades.

Em declarações ao UEFA.com, Thiago Alcántara, que saltou do banco a meio do segundo tempo em Stamford Bridge, afirmou ao UEFA.com: "Não é que tenha sido 'um mau dia de trabalho' para nós, foi apenas um dia infeliz no que toca aos golos que não marcámos e que deveríamos ter conseguido marcar. Não conseguimos o resultado que pretendíamos e agora teremos de nos preparar bem para a partida da segunda mão."

Thiago prosseguiu: "O Chelsea não demonstrou nada que desconhecêssemos sobre eles. Fechou-se bem na defesa e apostou no contra-ataque. Mas não creio que isso explique a nossa derrota, pois até é uma forma de jogar que nos beneficia. Permite-nos circular a bola numa zona avançada do terreno e a verdade é que criámos várias ocasiões de golo. Por isso estamos calmos e confiantes para a partida da segunda mão."

Foi, contudo, a segunda vez consecutiva que o Barça não conseguiu marcar fora de casa, depois de ter também ficado em branco na primeira mão dos quartos-de-final, frente ao AC Milan. Terá Guardiola ficado desagradado com a prestação dos seus pupilos, ainda para mais seguindo-se o clássico de sábado com o Real Madrid CF? "O que o treinador nos disse vai ficar no balneário", fez questão de salientar Thiago.

Já o brasileiro Daniel Alves mostrou-se um dos mais positivos entre os jogadores do Barcelona, apesar da derrota em Londres. "O melhor jogador do Chelsea esta noite foi o seu guarda-redes. Temos todas as hipóteses de nos apurarmos para a final e espero apenas que a nossa sorte na hora da finalização mude um pouco."

Conteúdos relacionados