O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Ucrânia chega, vence e apura-se

Eslovénia 3-6 Ucrânia
A Ucrânia precisou de apenas um jogo para garantir a presença nos quartos-de-final, com a Eslovénia a dizer adeus à prova e a apurar também a Espanha.

Maxym Pavlenko festeja a obtenção de um golo pela Ucrânia frente à Eslovénia
Maxym Pavlenko festeja a obtenção de um golo pela Ucrânia frente à Eslovénia ©Action Images

A Ucrânia precisou de apenas um jogo para garantir o apuramento para os quartos-de-final do UEFA Futsal EURO 2012, com a Eslovénia a dizer adeus à prova após sofrer uma derrota por 6-3 na Arena Zagreb.

O resultado também apurou a Espanha, ficando por determinar a ordem dos dois primeiros classificados do Grupo B, que será decidida no sábado. Proibida de perder, a Eslovénia sucumbiu perante os golos de Dmitriy Klochko, Valeriy Legchanov (3), Serhiy Zhurba e Maxym Pavlenko, de nada valendo o autogolo de Legchanov, o espectacular tento de Rajko Uršič e o remate certeiro de Kristjan Čujec.

Fortemente apoiados pelos seus adeptos, os eslovenos entraram no encontro de forma energética. Mais na expectativa, a Ucrânia esperava pelo erro do adversário e esteve prestes a inaugurar o marcador quando Dmitriy Klochko apareceu isolado na cara do guarda-redes Aljoša Mohorič, mas o seu remate errou o alvo.

O aviso do que estava por vir estava dado e o golo ucraniano surgiu pouco depois, com Klochko a bater Mohorič num lance onde ficou a sensação de que o guardião podia ter feito mais. Embalada, a Ucrânia precisou de apenas mais dois minutos para duplicar a sua vantagem, tendo o capitão Legchanov aproveitado alguma apatia da defesa contrária para atirar a contar de pé esquerdo.

A Eslovénia tentou reagir, mas o contra-ataque ucraniano revelou-se mortífero e Zhurba fez o 3-0, antes de Pavlenko aplicar contornos de goleada ao marcador quando faltavam menos de quatro minutos para o intervalo.

Qualquer eventual esperança de recuperação eslovena caiu por terra logo aos 46 segundos da segunda parte, altura em que Legchanov bisou no encontro. O mesmo jogador ainda fez autogolo, mas não tardou a redimir-se e a assinar o primeiro "hat-trick" da prova. Uršič ainda fez o melhor golo da noite e Čujec diminuiu as distâncias, mas já era demasiado tarde para os eslovenos.