O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Edouard resolve final e dá segundo título à França

França 4-1 Alemanha
Odsonne Edouard fez o primeiro "hat-trick" numa final de um Europeu de Sub-17, com a França a vencer pela segunda vez o torneio diante da Alemanha.

Veja como a França se sagrou campeã em 2015.
Veja como a França se sagrou campeã em 2015.

A França, vencedora em 2004, conquista o seu segundo Campeonato da Europa de Sub-17 da UEFA
• Odsonne Edouard faz um "hat-trick", aumentando o seu pecúlio na prova para oito golos
O avançado do Paris Saint-Germain termina a prova como melhor marcador
O defesa-esquerdo da Alemanha, Erdinc Karakas, faz o 2-1 no minuto 50
Um autogolo já nos descontos, da autoria de Gökhan Gül, estabelece o resultado final para gáudio dos "Petits Bleus"

A França venceu pela segunda vez o Campeonato da Europa de Sub-17 da UEFA ao levar a melhor, na final de Burgas, no duelo frente à Alemanha, por 4-1, com um “hat-trick” de Odsonne Edouard.

Depois de uns instantes iniciais de estudo mútuo, a França começou a tomar partido da enorme capacidade dos seus dois extremos, que semearam o pânico no último reduto da Alemanha graças à sua velocidade. Sem surpresas, o golo podia ter chegado logo no minuto nove, com Timothé Cognat a desperdiçar, após belo lance pela direita de Nanitamo Ikone. Cinco minutos depois, perda de bola da Alemanha, que é colocada no espaço para Ikone. Constantin Frommann respondeu com uma defesa apertada.

No minuto 24 deu-se a melhor ocasião até aí, de novo para os gauleses, com Reine Adélaïde a isolar-se e, na cara de Frommann, a atirar à figura do guardião alemão. A Alemanha respondeu logo a seguir, num contra-ataque pela direita, com Johannes Eggestein a usar o pé esquerdo para fazer a bola a passar muito perto da baliza de Luca Zidane. Niklas Schmidt, logo a seguir, a remata ao lado, com tudo para marcar.

Mas no minuto 40, com justiça, a França adiantou-se no marcador. Mais uma transição rápida pela direita, com Alec Georgen a conseguir ir à linha e a centrar atrasado, onde Edouard surgiu, no coração da área, a marcar o primeiro golo à Alemanha no torneio.

A segunda parte começou com os alemães a tentarem o golo mas seria Edouard a bisar, aos 47 minutos, mercê de um colocado remate à entrada da área. No entanto, três minutos depois, a Alemanha reduziu. Livre da direita de Schmidt, ao segundo poste, e Eggestein, de cabeça, obrigou Zidane a defesa difícil, com a bola a acabar por entrar, graças a um desvio de Erdinc Karakas. A Alemanha procurava o empate mas a França não sentiu o golo do adversário.

Aos 61 minutos surgiu a consagração do homem do jogo. Boutobba lançou Edouard, com o ponta-de-lança de 16 anos do Paris Saint-Germain, a isolar-se e, com o enorme Frommann pela frente, fez a bola passar-lhe por cima com enorme categoria, resolvendo a final num belo momento de futebol, que o coroou ainda como melhor marcador do torneio, com oito golos. Já nos descontos houve ainda tempo para o quarto tento dos gauleses, num lance infeliz de Gökhan Gül, que desviou a bola para a sua própria baliza.