Holanda revalida título nos Sub-17

Pelo segundo ano consecutivo, a Holanda derrotou a Itália na final e tornou-se no primeiro país a vencer por quatro vezes o EURO Sub-17.

Holanda revalida título nos Sub-17
Holanda revalida título nos Sub-17 ©Sportsfile

A Holanda conquistou pela quarta vez o Campeonato da Europa de Sub-17 da UEFA ao vencer a Itália na final pelo segundo consecutivo.

Os holandeses conquistaram o troféu pelas duas primeiras vezes em 2011 e 2012, ao bater a Alemanha em finais consecutivas, e desta vez repetiram a proeza à custa dos "azzurini", que há 12 meses tinham sido batidos em Roterdão nas grandes penalidades. Desta vez, não foi preciso recorrer ao desempate, já que a Holanda venceu a final de Dublin por 4-2, que tal como todos os jogos esta época teve 90 minutos, um aumento em relação aos 80 anteriores, com ambas as equipas a poderem fazer até cinco substituições.

Veja os cinco melhores golos do EURO de Sub-17 de 2019
Veja os cinco melhores golos do EURO de Sub-17 de 2019

Brian Brobbey, que tinha feito parte da equipa vencedora em 2018, abriu caminho para o triunfo da Holanda, por 2-0, sobre a Suécia e bisou na vitória por 5-2 sobre a Inglaterra, ajudando a sua equipa a garantir a qualificação com um jogo por disputar. Seguiu-se uma derrota por 2-0 com a França, que venceu o Grupo B.

A anfitriã República da Irlanda falhou a terceira presença consecutiva nos quartos-de-final, já que empatou 1-1 nos três desafios no Grupo A e ficou atrás de Bélgica e da República Checa, que derrotou a Grécia. A Hungria somou três vitórias em três jogos e terminou à frente de Portugal no Grupo C, que também seguiu em frente depois de bater Islândia e Rússia.

No Grupo D, a Itália conquistou o máximo de pontos, com o segundo lugar a ficar para a Espanha, que eliminou a Alemanha pelo quarto ano consecutivo, graças a um triunfo por 1-0 na segunda jornada. As três selecções derrotaram a Áustria.

Resumo da final: Holanda 4-2 Itália
Resumo da final: Holanda 4-2 Itália

Adil Aouchiche, do Paris Saint-Germain, tinha marcado cinco golos pela França na fase de grupos, incluindo um "hat-trick" frente à Suécia, e conseguiu marcar mais quatro na goleada de 6-1 à República Checa nos quartos-de-final. A margem de vitória e os golos apontados por Aouchiche num único jogo igualaram os recordes da prova na fase a eliminar, com o francês a tornar-se no primeiro jogador a marcar nove golos num EURO de Sub-17, igualando o recorde em todas as competições de selecções da UEFA.

A Holanda afastou facilmente a Bélgica por 3-0, a Itália bateu Portugal por 1-0, enquanto a Espanha eliminou a Hungria por 5-4 nas grande penalidades, após um empate a um golo. A Hungria teve um prémio de consolação já que, depois de empatar 1-1 com a Bélgica, venceu por 5-4 no desempate do "play-off" entre as duas melhores equipas derrotadas nos quartos de final e garantiu a quinta vaga europeia no Campeonato do Mundo de Sub-17 de 2019.

O recorde de Aouchiche
O recorde de Aouchiche

Os quatro semifinalistas já tinham garantido a presença no Brasil, mas havia um troféu a conquistar em Dublin. A Holanda venceu o duelo de tricampeões ao bater Espanha por 1-0, enquanto a Itália garantiu a reedição da final de 2018 ao anular Aouchiche no triunfo por 2-1 sobre a França.

A Holanda, que igualou o recorde de Espanha de sete presenças em finais, teve uma entrada demolidora e vencia por 3-0 ao intervalo com golos de Sontje Hansen, Naoufal Bannis e Ian Maatsen. Lorenzo Colombo reduziu a diferença, mas o suplente Naci Ünüvar tornou-se no primeiro jogador de 15 anos a marcar na final. Colombo respondeu de novo perto do final, mas a Holanda não deixou escapar o quarto título. Brobbey imitou os compatriotas Nathan Aké e Tonny Vilhena, igualmente duas vezes vencedores do EURO Sub-17, em 2011 e 2012.

Topo