O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Inglaterra sobe para segundo no "ranking"

A Inglaterra alcançou a Espanha no segundo lugar do "ranking" da Taça UEFA/UEFA Europa League depois do triunfo do Chelsea ter selado a sétima vitória do país na competição.

O Chelsea celebra em Amesterdão
O Chelsea celebra em Amesterdão ©Getty Images

O triunfo no Chelsea FC na UEFA Europa League em Amesterdão deu a sétima vitória a clubes de Inglaterra nas competições europeias, colocando-se a par da Espanha no "ranking" de todos os tempos, ficando a duas taças do recorde de Itália, que detém nove troféus.

A Inglaterra foi, durante um largo período, a nação dominante no futebol europeu, com o mote a ser dado na final inaugural em que o Tottenham Hotspur FC derrotou o rival inglês Wolverhampton Wanderers FC. O Liverpool FC levou o troféu 320 km para Norte na temporada seguinte antes do Feyenoord quebrar a hegemonia de Inglaterra em 1973/74, batendo o Tottenham em duas mãos.

O Liverpool reconquistou o troféu em 1976, seguindo-se sucessos do Ipswich Town FC (1981) e do Tottenham (1984) com a Inglaterra a vencer cinco troféus em 13 edições. Ainda antes de Amesterdão, acrescentaram mais um troféu – num triunfo notável do Liverpool (5-4) sobre o Deportivo Alavés em 2001 - único triunfo inglês desde que as finais passaram a ser disputadas num só jogo.

Entre os anos 80 e 90 verificou-se um domínio de Itália, com a Serie A a produzir seis dos sete vencedores (e dez finalistas) o que fez o equilíbrio da balança pender para Sul desde a virada do século. Os clubes espanhóis desfrutaram de uma expressiva quantidade de sucessos desde o início do século XXI, com cinco vitórias nos últimos dez anos bem como duas vitórias para o FC Porto.  

O SL Benfica não conseguiu dar sequência ao sucesso ibérico com um golo de Branislav Ivanović, já nos descontos, a garantir o regresso do troféu a Inglaterra, passando a deter o mesmo registo que a Espanha, com sete vitórias em finais e cinco derrotas. 

Tal como os “Wolves” e os “Spurs”, o Arsenal FC perdeu nas grandes penalidades com o Galatasaray AŞ em 2000, o Middlesbrough FC foi ultrapassado pelo Sevilla FC em 2006, enquanto o Fulham AC levou o Club Atlético de Madrid para o prolongamento antes de perder a primeira edição da UEFA Europa League em 2010. No entanto, não havia como parar o Chelsea.

Taça UEFA/UEFA Europa League vencedores por país (vencidos entre parêntesis) 
Itália – 9 (6)
Inglaterra – 7 (5)
Espanha – 7 (5)
Alemanha – 6 (8)
Holanda – 4 (2)
Portugal – 2 (4)