O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Evra: United "ainda está vivo"

O defesa Patrice Evra falou do famoso espírito do Manchester United, que esteve por trás da eliminação do Olympiacos, numa noite de rasgados elogios ao veterano Ryan Giggs.

O United festeja o seu segundo golo
O United festeja o seu segundo golo ©Getty Images

O capitão do Manchester United FC, Patrice Evra, destacou o espírito que permitiu ao conjunto de David Moyes continuar na UEFA Champions League depois de uma emocionante reviravolta ante o Olympiacos FC, com Robin van Persie a fazer um "hat-trick" nos 3-0 em Old Trafford, que deu aos ingleses o apuramento com um total de 3-2.

"Quando se tem presente o espírito do Man United, podemos fazer a diferença", disse Evra depois de os "red devils" terem ultrapassado não apenas os 2-0 da primeira mão ante os campeões gregos, mas também a pesada derrota em casa ante o Liverpool FC, numa noite em que fizeram a melhor exibição desde que Moyes treina a equipa e que valeu a presença nos quartos-de-final da prova pela primeira vez desde 2011.

Patrice Evra, capitão do United
Estou satisfeito por todos, pelos adeptos, pelos novos membros do clube, pelos jogadores. Foi realmente muito importante mostrar o amor e o respeito por esta camisola e vencemos esta partida graças ao espírito. Talvez as pessoas vão dizer que sou um pouco da velha guarda, mas quando se tem presente o espírito do United, podemos fazer a diferença e nada é impossível.

Parabéns ao Robin, marcou um "hat-trick" e recordo a noite em que ganhámos o campeonato contra o Aston Villa e ele também fez um "hat-trick", pois precisávamos dos nossos grandes jogadores. Eles disseram presente neste jogo, [não apenas] ele e o Wayne [Ronney], mas toda a equipa – a estrela foi todo o grupo hoje, não apenas um jogador. É uma prova difícil, mas todos pensavam que estaríamos eliminados esta noite e mostrámos que o United ainda está vivo.

Phil Jones, defesa do United
Sabíamos o que tínhamos que fazer neste jogo, marcar três golos e não sofrer, e nós conseguimos. Numa outra noite se calhar teríamos marcado mais, mas fomos excelentes em campo. Colectivamente, defensivamente, mas, em especial, na saída para o ataque, fomos muito perigosos e merecemos claramente o apuramento para a ronda seguinte. [Ryan Giggs] foi fantástico, ele empurra a equipa para a frente e o lance do penalty foi incrível - aquilo não se ensina.