O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Klopp aplaude Dortmund, Semak lamenta primeira mão

Os jogadores do Dortmund "lutaram como lobos" para se apurarem apesar da derrota contra o Zenit, disse Jürgen Klopp. Sergei Semak lamentou a má primeira mão.

Klopp aplaude Dortmund, Semak lamenta primeira mão
Klopp aplaude Dortmund, Semak lamenta primeira mão ©UEFA.com

Jürgen Klopp, treinador do Dortmund
O Zenit construiu uma grande equipa. Consegue praticar um futebol de qualidade e quando está inspirado pode causar problemas a qualquer equipa. Hoje sentimos algumas dificuldades devido a diversos factores. Cometemos um erro táctico na jogada do primeiro golo, temos de estar sempre à espera de um golo de um grande jogador como o Hulk. É muito difícil de defender.

Houve alguns momentos em que não comunicámos suficientemente bem. Se falarmos mais uns com os outros, podemos defender melhor em certas situações. Foi visível alguma tensão e nervosismo nos meus jogadores.

O jogo não ficou decidido quando chegámos ao empate, mas estivemos mais calmos com a bola. Temos a experiência de 20 jogos na UEFA Champions League, incluindo uma final, mas poderíamos ter estado muito mais tranquilos durante a primeira parte.

Jogámos a um ritmo elevado, especialmente pelos flancos. Tentámos fazer chegar a bola ao centro rapidamente e foi assim que a perdemos muitas vezes. O Zenit aproveitou para contra-atacar rapidamente e os russos foram bastante audazes. Depois do resultado da primeira mão, tiveram de correr riscos.

Os meus rapazes merecem estar nos quartos-de-final, porque lutam sempre como lobos. Garantimos a qualificação para a próxima ronda, onde vamos encontrar a "nata da nata" do futebol europeu.

Sergei Semak, treinador interino do Zenit
Claro que é sempre muito bom ganhar. Se tivéssemos jogado um pouco melhor em casa e conseguido fazer um resultado melhor, teríamos tido hipóteses de lutar pela qualificação com uma exibição como a desta noite. Foi realmente pena.

Quero agradecer sinceramente aos jogadores pelo empenho e por esta grande exibição. Obviamente que também cometemos erros, mas foi um jogo muito positivo. Quero também felicitar os jogadores, os treinadores e os adeptos do Borussia Dortmund. Foram superiores a nós nos dois jogos e merecem continuar em prova.

Porque optei pelo Vyacheslav Malafeev na baliza? Não temos dúvidas sobre a sua qualidade. Estava pronto para jogar, o que era o mais importante, e eu sabia que ele queria muito jogar [após longa paragem]. Não há qualquer problema com o Yuri Lodygin, é um guarda-redes com muita confiança. Temos dois bons guarda-redes e ambos precisam de oportunidades. Neste caso é o treinador que decide.