Benfica frustrado olha para a Europa League

Enzo Pérez sente que o Benfica "merecia seguir em frente com o Paris", após o triunfo inútil das "águias" sobre o líder do Grupo C, que Lima dedicou aos adeptos que acreditavam na chegada à final.

Benfica-Paris reacções
Benfica-Paris reacções ©UEFA.com

O avançado do SL Benfica, Lima, dedicou o triunfo, que se revelou inútil, por 2-1 frente a um "grande" Paris Saint-Germain, aos adeptos que esperavam que o clube lisboeta pudesse ir até à final da UEFA Champions League, a ter lugar na cidade, no mês de Maio. O médio Enzo Pérez sente que a sua equipa merecia ter passado aos oitavos-de-final, com base nos seus desempenhos no Grupo C.

Thiago Motta, capitão do Paris nesta noite, acredita que o emblema francês está entre os favoritos a ganhar a competição e que, com os jogadores à sua disposição, a equipa que na época passada se ficou pelos quartos-de-final "pode sonhar ir longe na prova".

Enzo Pérez, médio do Benfica
Jogámos muito bem e acabámos por ganhar o jogo. Batemos uma grande equipa. Dependíamos de terceiros no outro jogo, mas infelizmente não nos foi possível chegar aos oitavos-de-final. Lutámos bastante frente ao Paris e alcançámos uma vitória justa. Merecíamos seguir em frente juntamente com o Paris Saint-Germain, e no jogo com o Olympiacos mostrámos ter qualidade para a fase seguinte. Perdemos na Grécia e esse não foi um resultado justo, porque fomos a melhor equipa em campo. A única partida que merecemos perder foi em Paris.

Na Europa League temos de pensar jogo-a-jogo e não olhar muito para o futuro. O facto de termos alcançado a final na época passada é irrelevante. Não podemos pensar que vamos lá chegar novamente só pelo facto de termos sido finalistas na edição anterior. Teremos de dar um passo de cada vez. Esperamos evitar as equipas mais conceituadas nos 16 avos-de-final, apesar de ser necessário respeitar todas as que estão em prova, já que têm legítimas aspirações de chegar à final, tal como nós.

Lima, avançado do Benfica
Infelizmente a vitória não nos deu o apuramento. Sabíamos que não podíamos contar muito com o outro jogo, porque iria ser sempre difícil para o Anderlecht. Cumprimos a nossa parte ao vencer em casa, batendo uma grande equipa como o Paris, e essa vitória é dedicada aos adeptos.

Todos os adeptos do Benfica sonhavam com a final em casa, mas sempre soubemos que era preciso ter os pés assentes no chão. Os jogadores pensaram sempre primeiro em passar a fase de grupos do que na final, mas infelizmente o que fizemos não foi suficiente. Teremos outras oportunidades.

Thiago Motta, médio do Paris
Não precisávamos de ganhar, mas viemos aqui com mentalidade vencedora. Respeitámos bastante o Benfica, mas deslocámo-nos a Lisboa com o objectivo de ganhar, especialmente porque nunca uma equipa francesa ganhou aqui. No entanto, não foi possível cumprir esse objectivo pois o Benfica realizou uma boa exibição. Já estávamos apurados, e de forma merecida diga-se, e apesar de o Olympiacos só ter garantido o apuramento esta noite, também merece seguir em frente. Somos um de cinco candidatos a ganhar o torneio porque, com a equipa e os jogadores que temos, podemos sonhar em ir longe na competição.

Salvatore Sirigu, guarda-redes do Paris
Tivemos as nossas oportunidades, mas na Champions League somos castigados quando não estamos no nosso melhor. Como é óbvio, viemos aqui com a intenção de somar um bom resultado, apesar de já estarmos apurados. A derrota magoa e desilude-me porque não deixa de ser uma derrota. Teríamos ficado mais satisfeitos se tivéssemos terminado a fase de grupos invictos e estivemos a ganhar por 1-0. Inconscientemente, relaxámos um pouco e na segunda parte jogámos de forma mais calma, enquanto o Benfica deu tudo para chegar à vitória de que precisava.

Conteúdos relacionados