Milner elogia carácter do City

James Milner destacou o "grande carácter" do Manchester City ao recuperar dois golos e vencer em Munique uns anfitriões que, de acordo com Thomas Müller, "ainda são humanos".

O autor do golo do triunfo, James Milner, festeja a vitória do City
O autor do golo do triunfo, James Milner, festeja a vitória do City ©Getty Images

James Milner disse que o Manchester City FC mostrou um "grande carácter" ao recuperar de uma desvantagem de dois golos e acabar de vencer no terreno do detentor da UEFA Champions League, FC Bayern München. O médio internacional inglês, que foi o jogador derrubado por Dante na grande penalidade que deu a igualdade já na segunda parte e apontou ele próprio o tento da vitória, disse ao UEFA.com que o resultado foi "enorme" como moralização para as rondas a eliminar. Entretanto, Thomas Müller disse que o encontro, que fixou em dez as vitórias consecutivas dos vencedores do Grupo D em jogos da competição, "mostrou que os jogadores do Bayern ainda são humanos".

James Milner, médio do Manchester City
Dificultámos as coisas a nós próprios. Como é óbvio, não começámos bem. Os golos foram muito consentidos e não se trata do melhor início, principalmente quando se defronta uma das melhores equipas do Mundo. Ainda assim, recuperar de uma desvantagem de dois golos e vencer uma grande equipa mostrou o carácter que temos no balneário. Trata-se de um enorme resultado para a nossa evolução. Na próxima fase defrontaremos outra grande equipa como o Bayern, pelo que a confiança que ganhámos aqui será muito importante.

Foi excelente o que aconteceu porque há bastante concorrência pelos lugares na equipa, pelo que, quando temos a nossa oportunidade, queremos entrar em campo e conseguir uma boa exibição. É uma alegria fazer parte disto e criar algo. Torna mais fácil entrar na equipa e conseguir os meus remates. Encararemos os jogos um de cada vez. Obviamente, teremos um sorteio complicado, por termos ficado no segundo lugar, mas o facto de termos vindo ganhar ao terreno do Bayern diz muito sobre a qualidade existente no plantel.

Thomas Müller, médio do Bayern
Acho que esta noite mostrámos o nosso lado humano. Fomos demasiado imprudentes em determinadas alturas. Não foi bem o caso de lhes proporcionarmos oportunidades em catadupa, mas não ficámos bem na fotografia de nenhum dos três golos que sofremos. Não é segredo nenhum que o City é uma equipa com facilidade para marcar, mas tivemos um grande começo e submetemo-los a uma grande pressão. Depois, levantámos o pé. Precisamos de ter essa mentalidade vencedora nas nossas mentes. Talvez seja compreensível que nos tenhamos tornado um pouco complacentes após tantas vitórias, mas somos profissionais, pelo que aquilo que se passou não é de todo aceitável.