Rooney aliviado com regresso do United às vitórias

Não foi através de uma boa exibição, mas o mais importante para o United de Wayne Rooney foi ter "retomado o caminho das vitórias" com um triunfo apertado sobre o Shakhtar.

Rooney aliviado com regresso do United às vitórias
Rooney aliviado com regresso do United às vitórias ©UEFA.com

Ainda que não tenha sido bonito, o mais importante para o Manchester United FC, segundo Wayne Rooney, foi o ter retomado na terça-feira o "caminho das vitórias", com um triunfo apertado sobre o FC Shakhtar Donetsk.

Capitão do United na partida, Rooney acrescentou que era vital para o campeão inglês "alcançar a consistência" numa campanha que o levou ao topo do Grupo A - após vencer os três jogos em casa pela primeira vez desde 2007/08 –, ainda que vacilando na Premier League.

Wayne Rooney, avançado do United
O mais importante é estar de regresso ao caminho das vitórias e no topo do grupo. Poderia, em certas alturas, ter sido melhor, mas, felizmente, conseguimos ganhar. [Foi] vencer a qualquer custo, depois das últimas duas partidas sabíamos que seria vital. Conseguimos um bom resultado e, se alguém tivesse dito anteriormente que iríamos vencer após os dois últimos resultados, teríamos assumido isso como válido.

A participação este ano nas competições europeias tem sido boa pelo que temos de garantir a mesma consistência em todos os jogos, seja na Europa ou na Premier League. Esperamos conseguir fazê-lo nos desafios internos e voltar a ter uma boa classificação.

Douglas Costa, médio do Shakhtar
Não esperávamos que a noite terminasse desta maneira, mas foi uma lição para nós. Estamos a aprender e agora temos de virar a página e tentar na próxima época. O nosso falhanço em aproveitar as nossas oportunidades [na primeira parte] teve uma influência real no jogo, pois podíamos ter feito aqueles golos. Mas perdemos. É futebol. Agora é a Europa League. Já a disputámos em vencemos [em 2009]. Vamos tentar repeti-lo. Para nós, e para outra equipa qualquer, a Europa League é algo importante.