O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Ramos de cabeça erguida depois de falhar penalty

"Se tivesse que bater outro penalty numa situação semelhante, marcaria", disse Sergio Ramos depois de ter falhado uma grande penalidade que contribuiu para a eliminação do Real Madrid pelo Bayern.

Sergio Ramos mostra a sua desilusão depois de ter falhado a sua grande penalidade
Sergio Ramos mostra a sua desilusão depois de ter falhado a sua grande penalidade ©Getty Images

Apesar de ter mantido o seu registo 100 por cento vitorioso em casa na UEFA Champions League desta temporada, depois da vitória, após prolongamento, por 2-1 sobre o FC Bayern München, Sergio Ramos admitiu que "será difícil reagir" depois da derrota no desempate por grandes penalidades ante o clube alemão.

Dois golos de Cristiano Ronaldo nos primeiros 14 minutos colocaram o Real na frente da eliminatória, mas um penalty transformado por Arjen Robben, ainda antes da meia-hora, colocaria tudo empatado. O marcador assim continuou após o prolongamento, com Ramos – tal como Ronaldo e Kaká antes dele – a falhar o seu disparo no desempate. Seria Bastian Schweinsteiger a apurar o Bayern, que assegurou a quarta vitória em cinco meias-finais contra o Madrid.

"Se tivesse que bater amanhã outro penalty numa situação semelhante, marcaria", disse Ramos. "Quando se sente que se tem confiança para fazer algo como aquilo - como eu tinha - queremos ajudar a equipa. Tentar chegar à final da UEFA Champions League através de uma grande penalidade representa uma pressão enorme, mas, pessoalmente, nunca tive problemas com isso.

"Deixámos o nosso sangue e as nossas almas no campo, tal foi o nosso esforço e tudo o que podemos dizer é que foi uma pena termos ido aos penalties. [O Bayern] foi melhor que nós nas grandes penalidades. Os jogadores que se sentem à altura da situação avançam para a marcação dos penalties. Não estamos aqui para reprovar ninguém. A vida continua e temos agora que nos preparar para o jogo [contra o Sevilla FC] de domingo".

O Real Madrid foi afastado nesta fase da prova no ano passado pelo FC Barcelona e ser eliminado de novo numa meia-final deixou Pepe muito desiludido. "Perder assim é muito difícil de aceitar", disse o internacional português. "Fizemos tudo o que estava ao nosso alcance, mas faltou-nos a sorte que o Bayern teve nas grandes penalidades. Saímos daqui em baixo, pois pensamos que merecíamos estar na final".

Preferindo terminar a noite com uma nota de optiimismo, o antigo defesa do FC Porto disse que a equipa de José Mourinho vai agora em busca do seu 32º título nacional. Pepe afirmou ainda que o Real Madrid vai estar de volta de novo em busca da sua décima Taça dos Campeões Europeus. "Chegámos aqui depois de uma vitória no fim-de-semana fora em Barcelona", disse o central de 29 anos.

"Temos que valorizar o trabalho feito por todos até agora. Temos uma equipa jovem com muita qualidade e na próxima temporada estaremos de volta para disputar a Champions League de novo. Vamos tentar fazer as coisas como fizemos este ano, esperando que a sorte esteja do nosso lado".

Conteúdos relacionados