Espanha lidera contingente europeu na Tailândia

A campeã europeia Espanha vai tentar reconquistar o título mundial perdido em 2008, enquanto a Sérvia estreia-se na Tailândia, num contingente europeu que inclui Portugal.

Kike vai capitanear a Espanha na Tailândia
©Sportsfile

O Campeonato do Mundo de Futsal começa na Tailândia esta quinta-feira, com a Espanha a tentar recuperar o título que perdeu em 2008 e a Sérvia a estrear-se, num contingente de sete equipas europeias.

A antiga finalista Itália, juntamente com Rússia, Ucrânia, Portugal e República Checa, completam o lote de representantes da UEFA, que em 2008 era de seis, já que o torneio foi expandido para 24 equipas, o que significa a entrada de mais quatro. Esta é a primeira vez que o Mundial se desenrola no mesmo ano que um Campeonato da Europa de Futsal completo, e a Espanha espera fazer a "dobradinha", depois de ter batido a Rússia, no prolongamento, para somar o seu quarto título europeu consecutivo, na Croácia, em Fevereiro passado.

A Espanha, que inicia a sua participação na sexta-feira, frente ao Irão, seguindo-se Panamá e Marrocos no Grupo B, manteve a forma com três vitórias confortáveis em amigáveis na semana passada, frente a Ilhas Salomão, Costa Rica e Malásia. Também ganhou à Tailândia, por 8-0 e 7-4, após o sorteio em Agosto. No entanto, pela primeira vez desde o Mundial de 1996, não vai poder contar com o guarda-redes Luis Amado, que anunciou a retirada da selecção.

O Brasil lutou pelo título com a Espanha nos penalties, em casa, há quatro anos, e as duas equipas ganharam cada edição da competição entre elas; de facto, desde 1992, foram o carrasco uma da outra. Portugal conta com a oposição do Brasil no Grupo C, o único que não vai ser disputado em Banguecoque, mas primeiro defronta Líbia e Japão – que vai contar com o antigo futebolista internacional Kazuyoshi Miura, de 45 anos – em Ratchasima.

Esse grupo começa na quinta-feira, tal como o Grupo A, que inclui a anfitriã Tailândia, comandada pelo experiente treinador holandês Vic Hermans, que fez parte da selecção holandesa que atingiu a final da edição inaugural, em 1989. A Tailândia enfrenta a Costa Rica, depois de a Ucrânia abrir a fase final frente ao Paraguai. Na sexta-feira, a Itália, finalista em 2004, defronta a Austrália, com a Argentina a ser a principal ameaça no Grupo D.

A estreia da Sérvia acontece no sábado, frente ao Egipto, e pode haver dois apurados europeus no Grupo E, já que a República Checa também está incluída, juntamente com o Kuwait. O Grupo F tem início no mesmo dia, e a Rússia reencontra-se com as Ilhas Salomão, que venceu na edição de 2008 por 31-2, um recorde na competição. Os dois primeiros classificados de cada grupo e os quatro terceiros melhores classificados seguem para a fase a eliminar, que anteriormente começava nas meias-finais, após duas fases de grupos.

Para consultar os grupos e o calendário de jogos, clique aqui.

Finais anteriores (anfitrião)
2008: Brasil 2-2 (4-3 g.p) Espanha (Brasil)
2004: Espanha 2-1 Itália (Taipei Chinesa)
2000: Espanha 4-3 Brasil (Guatemala)
1996: Brasil 6-4 Espanha (Espanha)
1992: Brasil 4-1 Estados Unidos (Hong Kong)
1989: Brasil 2-1 Holanda (Holanda)

Topo