O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Quão brilhante é Aitana Bonmatí, estrela do Barcelona e de Espanha?

Saudamos Aitana Bonmatí, que atingiu novos e elevados patamares em 2023.

 Aitana Bonmatí com o troféu da Women's Nations League
Aitana Bonmatí com o troféu da Women's Nations League AFP via Getty Images

Aitana Bonmatí tem sido uma parte fundamental da ascensão do Barcelona e da Espanha ao domínio internacional.

Apresentamos o perfil do talentosa e versátil centrocampista, que apesar da baixa estatura tem uma forte presença em campo e cuja época 2022/23 foi brilhante, com a conquista da UEFA Women's Champions League e do Mundial Feminino a contribuírem para a eleição de Jogadora do Ano da UEFA e Bola de Ouro 2023. Venceu igualmente o prémio de Melhor Jogadora da FIFA.

O que dizem dela

"É uma jogadora intensa, muito competitiva e joga com os dois pés."
Jordi Ventura, seu treinador da academia do Barcelona

"Acho que o melhor legado que podemos deixar para as gerações futuras são os valores que formamos em La Masia. Ver que Aitana herdou esse DNA do futebol e os valores do Barça deixa-se muito orgulhoso."
Xavi Hernández, no prefácio da autobiografia de Bonmatí.

"Aitana Bonmatí é uma jogadora de futebol que me apaixona completamente pela forma como joga. Diria que ela é como o [Andrés] Iniesta feminino a jogar pelo Barcelona."
Josep Guardiola em 2023

"Ela é um modelo de jogadora. A maneira como treina, a sua atitude, a forma como aborda o futebol todos os dias. É um grande exemplo. Tive a sorte de conhecê-la há muitos anos - quando ela estava a começar a sua carreira; via-a crescer, passar por todo o processo, estou satisfeito por ter visto tudo o que aconteceu [com ela]. Ela merece tudo."
Jonatan Giráldez, seu treinador no Barcelona até 2024.

Relaxando após ajudar a levar o Barcelona ao título da Champions League de 2022/23
Relaxando após ajudar a levar o Barcelona ao título da Champions League de 2022/23UEFA via Getty Images

Caminho para a fama

Barcelona
• Criada na Catalunha, Bonmatí ingressou no Barcelona aos 13 anos e deslocava-se para os treinos com o pai em transporte público em viagens de quase duas horas.

• Com sucesso consistente nas camadas jovens e na equipa B, Bonmatí foi promovida à equipa principal com 16 anos no fim da época 2015/16. Estreou-se num jogo da Taça de Espanha, na altura num torneio de fim de temporada realizado em Junho e no qual chegou à final.

• Embora não tenha sido utilizada regularmente em 2016/17, estreou-se na UEFA Women's Champions League e marcou na vitória por 4-1 sobre o Atlético na final da Taça de Espanha.

• A história foi semelhante no ano seguinte e incluiu outra vitória na Taça, só que em 2018/19 Bonmatí tornou-se titular e ajudou o Barcelona a chegar pela primeira vez à primeira final da UEFA Women's Champions League, tendo impressionado com a sua atitude determinada, apesar da derrota frente ao Lyon, por 4-1, em Budapeste.

• Elemento-chave da equipa nesta altura e eleita a melhor jogadora do ano da Catalunha, assinou um contrato de longa duração com o Barcelona e conquistou o seu primeiro título da Liga na truncada temporada de 2019/20.

Destaques de Bonmati, Melhor em Campo na final de 2020/21

• A sua estrela continuou a crescer em 2020/21, quando foi nomeada melhor em campo na final adiada da Taça de Espanha de 2020 contra o Logroño e ajudou o Barcelona a dominar a La Liga, na qual terminou com 25 pontos de vantagem sobre o Real Madrid.

• Mas o ponto alto da época foi a vitória do Barcelona pela primeira vez na UEFA Women's Champions League. Bonmatí marcou no triunfo da final sobre o Chelsea, por 4-0, em Gotemburgo, tendo sido eleita Melhor em Campo e feito parte da Equipa da época.

• A campanha de 2021/22 foi novamente excelente para Bonmatí, autora de 18 golos, o máximo da sua carreira, quatro dos quais na Europa. A Champions League voltou a ser o único obstáculo a travar o Barcelona, já que perdeu a final de Turim diante do Lyon, embora Bonmatí tenha integrado a Equipa da Época.

Jogadora da Época 2022/23: Aitana Bonmatí

• A lesão de Alexia Putellas fez com que Bonmatí tivesse desempenhado muitas vezes um papel mais ofensivo em 2022/23 e a jogadora respondeu a preceito: o Barcelona conquistou mais um título da Liga e reconquistou a UEFA Women's Champions League.

• Na Europa, participou em 13 golos, recorde da competição (tendo marcado cinco e feito oito assistências), e desempenhou um papel fundamental quando o Barcelona deu a volta a uma desvantagem de dois golos ao intervalo para bater o Wolfsburgo, por 3-2, na final de Eindhoven.

• Bonmatí foi eleita Jogadora da Época da UEFA Women's Champions League 2022/23 e fez parte da Equipa da Época pelo terceiro ano consecutivo.

• Após conquistar o Mundial Feminino com a Espanha, Bonmatí ganhou o prémio Jogadora do Ano da UEFA, a Bola de Ouro 2023 e o prémio de Melhor Jogadora da FIFA.

• Inspirou o Barcelona a chegar a mais uma final da Champions League 2023/24, com uma excelente exibição na segunda mão das meias-finais, em casa do Chelsea, que culminou com uma vitória por 2-0, com 2-1 no total.

Espanha
• Com 15 anos, Bonmatí integrou a selecção espanhola que participou no EURO Sub-17 Feminino, disputado em Inglaterra no final de 2013, tendo apontado dois golos na vitória por 4-0 sobre a Alemanha na fase de grupos.

Bonmatí no EURO Sub-17 Feminino de 2013/14
Bonmatí no EURO Sub-17 Feminino de 2013/14SPORTSFILE

• Titular na final que a Espanha perdeu para a Alemanha nos penáltis, Bonmatí foi eleita a Equipa do Torneio (ao lado de nomes como Patri Guijarro, Keira Walsh, Leah Williamson e Erin Cuthbert).

• O desempenho da Espanha valeu-lhe um lugar no Campeonato do Mundo de Sub-17 Feminino da FIFA no início de 2014 e Bonmatí fez parte da equipa que chegou à final, perdida diante do Japão.

• Ajudou depois a Espanha a conquistar o EURO Sub-17 Feminino na Islândia, no Verão de 2015, assumindo novamente lugar na Equipa do Torneio.

• Subindo ao escalão de Sub-19, Bonmatí chegou a mais uma final do EURO em 2016, perdida frente à França, na Eslováquia.

• Um ano depois, a Espanha deu a volta por cima na Irlanda do Norte quando Bonmatí capitaneou a equipa na vitória sobre a França, por 3-2, na final.

O festejo após o triunfo no EURO Sub-17 em 2017
O festejo após o triunfo no EURO Sub-17 em 2017SPORTSFILE

• A estreia de Bonmatí na selecção principal ocorreu em Novembro de 2017, numa vitória por 4-0 sobre a Áustria na fase de qualificação para o Campeonato do Mundo Feminino da FIFA em que ajudou a equipa a vencer o Torneio do Chipre em Março.

• Bonmatí foi a capitã da Espanha no Campeonato do Mundo de Sub-20 Feminino da FIFA de 2018, em França, mas foi expulsa na meia-final contra a anfitriã e falhou a derrota no jogo decisivo diante do Japão.

• De volta à selecção principal, Bonmatí marcou o seu primeiro golo num amigável contra a Inglaterra em Abril de 2019 e foi convocada para o Campeonato do Mundo, tendo feito dois jogos como suplente utilizada na prova realizada em França.

• Foi presença regular na fase de qualificação para o UEFA Women's EURO 2022, tendo apontado seis golos para ajudar a Espanha a qualificar-se para o torneio em Inglaterra.

• Na fase final, Bonmatí marcou na vitória por 4-1 sobre a Finlândia na fase de grupos, mas a Espanha caiu nos oitavos-de-final.

Veja o golo de Bonmatí no EURO 2022 contra a Finlândia

• Por alturas dessa fase final adiada, Bonmatí já tinha desempenhado um papel fundamental na campanha da Espanha na qualificação para o Mundial 2023, mas em Setembro de 2022 optou por não jogar pela selecção.

• Foi convocada para o Campeonato do Mundo Feminino depois de ter decidido voltar à selecção em Junho de 2023. No jogo de abertura contra a Costa Rica, Bonmatí marcou e foi a estrela na vitória por 3-0 que ajudou a Espanha a passar a fase de grupos, tendo chegado às 50 internacionalizações.

• Bonmatí marcou dois tentos na vitória da Espanha sobre a Suíça, por 5-1, nos oitavos-de-final, a sua primeira vitória num jogo da fase a eliminar pela selecção principal, isto a caminho da presença na final.

• Continuou a brilhar quando a Espanha conquistou o seu primeiro grande título de selecções, ao vencer a Inglaterra por 1-0 na final, sendo depois eleita Jogadora do Torneio.

• Ajudou a Espanha a chegar à primeira fase final da UEFA Women's Nations League, em Fevereiro de 2024, tendo ainda conquistado o Campeonato do Mundo.

Aitana Bonmati com o troféu do Mundial Feminino
Aitana Bonmati com o troféu do Mundial FemininoFIFA via Getty Images

O que talvez não saiba

• A sua autobiografia, Totes unides fem força, tem 14 capítulos em homenagem ao número da camisola usada por Johan Cruyff (que é também o seu).

• Xavi, que escreveu o prefácio desse livro, foi sempre o modelo futebolístico de Bonmatí (e entrou em contacto com ela depois de ela ter sido expulsa na meia-final do Mundial Sub-20 Feminino em 2018). "Foi sempre o meu ídolo, não só pela maneira como jogava, mas por causa da sua maneira de ser", disse Bonmatí.

• Quando a dupla inglesa Keira Walsh e Lucy Bronze ingressou no Barcelona em 2022, Bonmatí ofereceu-se para ser tradutora (em parte também para melhorar o seu próprio inglês).

• Entre as suas funções fora do futebol, Bonmatí é embaixadora da Agência das Nações Unidas para os Refugiados.

A vitória na Champions League em 2021
A vitória na Champions League em 2021UEFA via Getty Images

Discurso directo

"Eu era a única rapariga que jogava futebol. Tinha muitos amigos que jogavam comigo e lutava sempre muito."

"Quando ouço a palavra Barça, tenho um sentimento muito profundo. Vem de dentro, porque tem sido assim durante toda a minha vida. Jogo no Barça e sempre fui adepta. Estou muito orgulhosa por ser adepta e jogar neste clube. É muito gratificante para mim, pois é algo com que sonhava quando era criança."

"Se olharmos para trás, não há muitos anos, ainda me lembro de jogar no Miniestadi [do Barcelona] e não havia quase havia ninguém. E metade do público eram os nossos pais e os nossos amigos, ou pessoas que nos conheciam. Num curto espaço de tempo as coisas mudaram muito. Nunca imaginaria que haveria recorde de assistências batidos sucessivamente."

"Agora sou reconhecida na rua e isso é geralmente um motivo de orgulho para mim. Ser uma referência para raparigas e rapazes é realmente especial. Por trás disso, porém, estão anos de trabalho duro, mas adoro que as pessoas comprem uma camisola com meu nome e peçam para tirar fotos com elas. Tento sempre retribuir o carinho que as pessoas me dão."

[Sobre a conquista do prémio da UEFA em 2022/23] "Era difícil ganhar mais porque tenho tudo; tem sido uma época incrível, com a conquista da Women's Champions League e o Mundial – é incrível. Até me custa acreditar. Mas acho que quando for mais velha, vou olhar para trás e dizer: 'Oh meu Deus, que ano!'."

[Sobre a conquista da Bola de Ouro de 2023] "Como modelos a seguir, temos uma responsabilidade dentro e fora do campo. Devemos ser mais do que atletas e continuar a liderar pelo exemplo e lutando juntos por um mundo melhor, mis pacífico e igualitário."

O que ainda pode alcançar

• O Barcelona conquistou troféus durante a passagem de Bonmatí no clube, mas os feitos do Lyon na década de 2010 dão-lhe um verdadeiro objectivo para atingir na tentativa de chegar ao domínio europeu.

• A Espanha conquistou finalmente um grande título de selecções a nível sénior, mas Bonmatí e as restantes colegas esperam que seja o primeiro de muitos.

• Após ter sido eleita Jogadora do Torneio quando o Barcelona conquistou a Women's Champions League 2022/23 e a Espanha ganhou o Mundial Feminino de 2023, seguiram-se o prémio da UEFA, da FIFA e a Bola de Ouro, por isso Bonmatí bem pode ambicionar mais distinções individuais.

Seleccionados para si