O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Lluís Cortés vence prémio de Treinador do Ano de 2020/21 do futebol feminino da UEFA

Lluís Cortés ganhou o prémio de Treinador do Ano da UEFA após o seu sucesso à frente do Barcelona.

UEFA

Lluís Cortés foi eleito Treinador do Ano de 2020/21 do futebol feminino da UEFA.

Cortés, que guiou o Barcelona à vitória na UEFA Women’s Champions League e à "dobradinha" em Espanha (conquista do campeonato e da taça), levou a melhor sobre Emma Hayes, treinadora do Chelsea, seu adversário na final, e de Peter Gerhardsson, medalha de prata olímpica com a Suécia. A decisão foi anunciada durante o sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League de 2021/22, em Istambul.

Numa mensagem gravada em vídeo, Cortés, de 35 anos, disse: "Gostaria de agradecer à UEFA e a todos os membros do júri que consideraram que eu merecia este prémio. É uma honra e um prazer. Trabalho no futebol feminino há muitos anos e estou muito feliz por receber este reconhecimento."

“Claro, os meus agradecimentos também vão para o FC Barcelona, desde a direcção até todo o 'staff' do clube, jogadores e pessoal, porque nada disso teria sido possível sem eles. Finalmente, gostaria de desejar ao resto das equipas o melhor para a próxima temporada. Tenho a certeza que será muito, muito boa.”

Os dez primeiros classificados

1 Lluís Cortés (Barcelona, actualmente sem clube) – 151 pontos
2 Emma Hayes (Chelsea) – 78 pontos
3 Peter Gerhardsson (Suécia) – 37 pontos
4 Olivier Echouafni (Paris Saint-Germain, actualmente sem clube) – 24 pontos
5 Jens Scheuer (Bayern) – 17 pontos
6 Rita Guarino (Juventus, actualmente no Inter) – 10 pontos
= Anna Signeul (Finlândia) – 10 pontos
8 Sarina Wiegman (Países Baixos, actualmente seleccionadora de Inglaterra) – 7 pontos
9 Gareth Taylor (Manchester City) – 5 pontos
10 Jorge Vilda (Espanha) – 3 point

Por que Cortés ganhou o prémio?

Promovido a treinador principal em Janeiro de 2019, Cortés levou o Barcelona à final da UEFA Women's Champions League desse ano. Na época passada, fez ainda melhor quando o Barça bateu o Chelsea por 4-0 na final de Gotemburgo, somando o título europeu à "dobradinha" em Espanha, num temporada na qual a sua equipa marcou 208 golos em 47 jogos oficiais. Terceiro na votação para a edição inaugural deste prémio em 2019/20, deixou o cargo no Barcelona em Junho de 2021.

2021 final highlights: Chelsea 0-4 Barcelona
2021 final highlights: Chelsea 0-4 Barcelona

Lista de honra

2020/21 – Lluís Cortés (Barcelona)
2019/20 – Jean-Luc Vasseur (Lyon)

Como é atribuído o prémio

Para este prémio, os treinadores europeus, independentemente da sua nacionalidade, foram julgados de acordo com o seu desempenho ao longo de toda a época em todas as competições – tanto nacional como internacional – a nível de clubes ou de selecções nacionais.

O júri foi composto pelos 16 treinadores dos clubes que participaram nos oitavos-de-final da UEFA Women's Champions League de 2020/21 e por 20 jornalistas especializados em futebol feminino, escolhidos pelo grupo ESM. Os membros do júri escolheram as suas três primeiras jogadoras, com a primeira a receber cinco pontos, a segunda três e a terceira um ponto. Os treinadores não podiam votar em jogadoras das suas próprias equipas.