O "site" oficial do futebol europeu

Retrospectiva do Portugal - Sérvia

Publicado: segunda-feira, 8 de Maio de 2017, 19.00CET
Portugal e Sérvia querem começar da melhor forma o Grupo B no segundo confronto a este nível entre ambos os países, isto após Branislav Ivanović ter marcado no único jogo anterior.
Retrospectiva do Portugal - Sérvia
Branislav Ivanović marcou pela Sérvia e Montenegro frente a Portugal em 2006 ©Getty Images
Publicado: segunda-feira, 8 de Maio de 2017, 19.00CET

Retrospectiva do Portugal - Sérvia

Portugal e Sérvia querem começar da melhor forma o Grupo B no segundo confronto a este nível entre ambos os países, isto após Branislav Ivanović ter marcado no único jogo anterior.

Portugal e Sérvia vão tentar começar da melhor maneira as respectivas campanhas quando se defrontarem no Grupo B, em Bydgoszcz.

Confrontos anteriores
• Anfitrião da prova em 2006, Portugal encontrou a Sérvia e Montenegro na fase de grupos e perdeu por 2-0 em Barcelos. Um autogolo de Zé Castro, aos 17 minutos, adiantou a Sérvia e Montenegro antes de Branislav Ivanović fixar o resultado aos 65.

• Ambas as equipas terminaram o grupo empatadas com três pontos e atrás da França. Portugal ficou no terceiro lugar à frente da Alemanha, mas foi eliminado enquanto a Sérvia e Montenegro avançou no segundo posto. Os sérvios foram depois afastados nas meias-finais diante da Ucrânia no desempate por grandes penalidades.

Retrospectiva do jogo

Portugal
• Portugal perdeu a final de 2015 frente à Suécia na primeira participação na fase final do torneio desde 2007. Foi também finalista vencido em 1994, terceiro classificado em 2004, chegou aos quartos-de-final em 1996 e ficou-se pela fase de grupos em 2002, 2006 (como anfitrião) e 2007.

• Na qualificação para 2017, Portugal venceu oito e empatou dois dos dez jogos realizados no Grupo 4, o qual terminou com cinco pontos de vantagem no topo da classificação. Os 34 golos marcados apenas ficaram atrás dos 35 conseguidos pela Alemanha.

Sérvia
• A Sérvia participou anteriormente nas fases finais dos torneios de 2009 e 2015, tendo sido eliminada na fase de grupos em ambas as ocasiões. Antes disso, perdeu a final de 2007 diante da anfitriã Holanda. Como Sérvia e Montenegro, foi finalista vencida em 2004 e semifinalista dois anos depois; como Jugoslávia, ganhou a edição inaugural do torneio Sub-21 em 1978, foi finalista vencida em 1990 e chegou às meias-finais em 1980 e 1984.

• Na qualificação para 2017, a Sérvia terminou em segundo lugar a um ponto da Itália, primeira classificada do Grupo 2 e, dos dez jogos, ganhou sete e empatou dois – perdeu somente fora diante da Eslovénia. Como uma das quatros melhores equipas segundas classificadas, a Sérvia participou no "play-off" e derrotou a Noruega em duas mãos por um total de 2-1 (2-0 em casa, 0-1 fora).

Ligações entre treinadores e jogadores
• Portugal e Sérvia defrontaram-se nas meias-finais do Campeonato da Europa de Sub-19 de 2013 e 2014: os sérvios venceram por 3-2 no desempate por grandes penalidades em 2013, Portugal triunfou por 4-3 da mesma forma 12 meses mais tarde.

• Nessa partida de 2013, Bruno Varela, Tobias Figueiredo, Edgar Ié e o suplente Ricardo Horta jogaram por Portugal; Aleksandar Filipović, Miloš Veljković e Nemanja Maksimović representaram a Sérvia, tendo Ognjen Ožegović e Aleksandar Čavrić sido suplentes não utilizados. Ié e Horta marcaram por Portugal nos penalties,

• Doze meses depois, Pedro Rebocho foi suplente não utilizado; Milan Gajić, Nemanja Antonov, Maksimović, Vukašin Jovanović, e o suplente Marko Grujić jogaram pela Sérvia.

• Andrija Živković ingressou no Benfica em Julho passado.

Perfil dos treinadores

Rui Jorge, Portugal
Defesa-esquerdo internacional por Portugal em 44 ocasiões, Rui Jorge participou no UEFA EURO 2000 e 2004, bem como no Mundial 2002. Venceu sete títulos da Liga portuguesa e três Taças de Portugal divididos por Porto e Sporting. Retirou-se após jogar no Belenenses, clube no qual iniciou a carreira de treinador à frente da Sub-19.

Nomeado seleccionador Sub-21 de Portugal no final de 2010, não conseguiu a qualificação para o Campeonato da Europa da categoria de 2013, mas levou depois o conjunto lusitano até à final da edição de 2015, perdida para a Suécia no desempate por grandes penalidades. Também foi o treinador de Portugal nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, prova em que chegou aos quartos-de-final.

Nenad Lalatović, Sérvia
Defesa produto da academia do Estrela Vermelha, Lalatović, após vários empréstimos, conquistou duas vezes o campeonato da Sérvia e outras tantas a Taça da Sérvia e Montenegro antes de deixar Belgrado e rumar ao Shakhtar, em 2003. Lalatović venceu igualmente a liga ucraniana em 2005, isto depois de ter jogado por empréstimo no Wolfsburg, da Alemanha, no ano anterior.

Lalatović terminou a carreira de jogador na Sérvia com apenas 29 anos. Tornou-se rapidamente treinador e assumiu o comando do Srem em 2011, antes de curtas passagens por vários clubes, entre os quais o Estrela Vermelha e Vojvodina. Nomeado técnico do Čukarički, de Belgrado, no final de 2016, tomou conta dos destinos dos Sub-21 sérvios no início deste ano a acumulou o cargo com os compromissos no clube.

Última actualização: 14-06-17 17.34CET

https://pt.uefa.com/under21/season=2017/matches/round=2000645/match=2021138/prematch/background/index.html#factos+portugal+servia