O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Plantel do Torneio do EURO de Sub-21

Os observadores técnicos da UEFA escolheram os seus 23 jogadores, incluindo cinco do finalista vencido Portugal.

A Alemanha, vencedora do Campeonato da Europa de Sub-21, viu seis dos seus jogadores serem eleitos para o Plantel do Torneio oficial, sendo que os portugueses Diogo Costa, Diogo Queirós, Fábio Vieira, Vitinha e Dany Mota também fazem parte do lote de 23 atletas seleccionados.

O plantel composto por 23 jogadores foi escolhido pelos observadores técnicos da UEFA: Boštjan Cesar, Cosmin Contra, Dušan Fitzel, John Peacock e Tibor Sisa.

Guarda-redes

Andrei Vlad (Roménia)
Marco Carnesecchi (Itália)
Diogo Costa (Portugal)

Defesas

David Raum (Alemanha)
Diogo Queirós (Portugal)
Nico Schlotterbeck (Alemanha)
Mads Bech Sørensen (Dinamarca)
Perr Schuurs (Países Baixos)
Victor Nelsson (Dinamarca)
Ridle Baku (Alemanha)
Jorge Cuenca (Espanha)

Médios

Fábio Vieira (Portugal)
Dani de Wit (Países Baixos)
Gonzalo Villar (Espanha)
Vitinha (Portugal)
Niklas Dorsch (Alemanha)
Denis Makarov (Rússia)
Arne Maier (Alemanha)

Avançados

Melhor marcador do EURO Sub-21: Lukas Nmecha
Melhor marcador do EURO Sub-21: Lukas Nmecha

Luka Ivanušec (Croácia)
Lukas Nmecha (Alemanha)
Jacob Bruun Larsen (Dinamarca)
Dany Mota (Portugal)
Javi Puado (Espanha)

Anteriores Equipas do Torneio

2019
Alexander Nübel (Alemanha); Lukas Klostermann (Alemanha), Jonathan Tah (Alemanha), Jesús Vallejo (Espanha), Benjamin Henrichs (Alemanha); Fabián Ruiz (Espanha), Mahmoud Dahoud (Alemanha); Dani Olmo (Espanha), Luca Waldschmidt (Alemanha), Dani Ceballos (Espanha); George Puşcaş (Roménia)

2017
Julian Pollersbeck (Alemanha); Milan Škriniar (Eslováquia), Jeremy Toljan (Alemanha), Niklas Stark (Alemanha), Yannick Gerhardt (Alemanha); Maximilian Arnold (Alemanha), Dani Ceballos (Espanha), Max Meyer (Alemanha), Saúl Ñíguez (Espanha); Marco Asensio (Espanha), Federico Bernardeschi (Itália)

2015
José Sá (Portugal); Victor Lindelöf (Suécia), Filip Helander (Suécia), Jannik Vestergaard (Dinamarca), Raphaël Guerreiro (Portugal); William Carvalho (Portugal), Oscar Lewicki (Suécia); Nathan Redmond (Inglaterra), Bernardo Silva (Portugal), Ivan Cavaleiro (Portugal); Kevin Volland (Alemanha)

2013
Guarda-redes:
Francesco Bardi (Itália), David de Gea (Espanha), Ørjan Nyland (Noruega)
Defesas:
Marc Bartra (Espanha), Luca Caldirola (Itália), Iñigo Martínez (Espanha), Bruno Martins Indi (Países Baixos), Martín Montoya (Espanha), Alberto Moreno (Espanha), Stefan Strandberg (Noruega)
Médios:
Alan Dzagoev (Rússia), Lewis Holtby (Alemanha), Asier Illarramendi (Espanha), Isco (Espanha), Koke (Espanha), Adam Maher (Países Baixos), Thiago Alcántara (Espanha), Marco Verratti (Itália)
Avançados:
Fabio Borini (Itália), Luuk De Jong (Países Baixos), Álvaro Morata (Espanha), Rodrigo Moreno (Espanha), Georginio Wijnaldum (Países Baixos)

2011
Guarda-redes:
David de Gea (Espanha), Yann Sommer (Suíça), Tomáš Vaclík (República Checa)
Defesas:
Nicolai Boilesen (Dinamarca), Ondřej Čelůstka (República Checa), Dídac Vila (Espanha), Timm Klose (Suíça), Yaroslav Rakitskiy (Ucrânia), Jonathan Rossini (Suíça), Chris Smalling (Inglaterra), Kyle Walker (Inglaterra)
Médios:
Christian Eriksen (Dinamarca), Marcel Gecov (República Checa), Ander Herrera (Espanha), Javi Martínez (Espanha), Mikhail Sivakov (Bielorrússia), Thiago Alcántara (Espanha)
Avançados:
Adrián López (Espanha), Juan Mata (Espanha), Admir Mehmedi (Suíça), Xherdan Shaqiri (Suíça), Kolbeinn Sigthórsson (Islândia), Daniel Sturridge (Inglaterra)