O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Embaixador do EURO Sub-21: Péter Gulácsi, Hungria

Péter Gulácsi, embaixador da Hungria no torneio, cumpriu as expectativas ao longo de uma carreira que o levou do Liverpool ao Leipzig.

Péter Gulácsi ajudou a Hungria a marcar presença no UEFA EURO 2020
Péter Gulácsi ajudou a Hungria a marcar presença no UEFA EURO 2020 AFP via Getty Images

Péter Gulácsi, embaixador do EURO Sub-21 pela Hungria, distinguiu-se no seu país no Campeonato do Mundo de Sub-20 de 2009 e cumpriu as expectativas ao longo de uma carreira de guarda-redes que o levou de Liverpool a Leipzig.

Gulácsi tinha apenas 17 anos quando foi contratado pelo Liverpool e, embora a sua passagem por Inglaterra tenha sido marcada por empréstimos a emblemas das divisões inferiores, tornou-se num elemento decisivo no crescimento do Leipzig até ao protagonismo na UEFA Champions League. Contamos a sua ascensão.

Hungria

• Gulácsi fez parte da selecção da Hungria que participou no Campeonato da Europa de Sub-17 de 2006, no Luxemburgo, tendo disputado apenas um jogo, no triunfo sobre os anfitriões, por 4-0, na véspera do seu 16º aniversário.

A defesa que deu a medalha de bronze à Hungria no Mundial  Sub-20 de 2009
A defesa que deu a medalha de bronze à Hungria no Mundial Sub-20 de 2009FIFA via Getty Images

• Gulácsi, que jogou pela selecção principal num amigável em Maio de 2008 com a Croácia, ajudou a Hungria nas meias-finais do EURO Sub-19, em Julho desse ano, incluindo na vitória sobre a Espanha, por 1-0, resultado que garantiu a participação no Mundial Sub-20 da FIFA de 2009.

• Desempenhou um papel decisivo na conquista da medalha de bronze no Egipto, com dois jogos sem sofrer golos na fase de grupos, tendo brilhado em dois triunfos em desempates por grandes penalidades ao defender três tentativas no jogo de atribuição do terceiro lugar diante da Costa Rica.

• Nessa altura, Gulácsi já era titular na selecção Sub-21 da Hungria, ao serviço da qual disputou 26 jogos, embora nunca tenha atingido uma fase final do EURO Sub-21.

• A estreia de Gulácsi pela selecção principal da Hungria ocorreu a 22 de Maio de 2014, frente à Dinamarca, antes de ser convocado para o UEFA EURO 2016, prova em que foi suplente de Gábor Király.

Numa entrevista depois de garantida a qualificação para o UEFA EURO 2020
Numa entrevista depois de garantida a qualificação para o UEFA EURO 2020 UEFA via Getty Images

• Com o final da carreira de Király, Gulácsi assumiu a titularidade na baliza da Hungria e ajudou o seu país a ultrapassar com sucesso o "play-off" de qualificação para o UEFA EURO 2020, com triunfos sobre a Bulgária e a Islândia. A Hungria é co-anfitriã da prova e vai disputar dois jogos da fase de grupos em Budapeste.

• Foi eleito jogador do ano da Hungria pela MLSZ e numa votação da imprensa em 2018 e 2019.

Clube

• Gulácsi ingressou no BVSC, de Budapeste, com cinco anos e a sua já enorme estatura levou a que fosse logo colocado na baliza.

• Aos 13 anos, Gulácsi rumou à Academia Sándor Károly, do MTK Budapest, e nos quatro anos seguintes foi subindo de nível até ser chamado às seleções jovens da Hungria.

Liverpool e empréstimos em Inglaterra

• Em 2007, Gulácsi mudou-se para o Liverpool no âmbito de uma parceria com a Academia Sándor Károly. Fez a estreia pelas reservas a 27 de Novembro desse ano, frente ao Manchester City, ao lado do compatriota Krisztián Németh.

• Gulácsi passou definitivamente a estar ao serviço da equipa principal do Liverpool em Setembro de 2008 e foi suplente em dois jogos da Taça da Liga inglesa.

Péter Gulácsi lutou com Pepe Reina pela baliza do Liverpool
Péter Gulácsi lutou com Pepe Reina pela baliza do LiverpoolLiverpool FC via Getty Images

• Emprestado ao Hereford United, do terceiro escalão, Gulácsi estreou-se no campeonato a 14 de Fevereiro de 2009, frente ao Cheltenham Town. Três dias depois defendeu uma grande penalidade no triunfo por 2-0 sobre o Leeds United. Os dois primeiros jogos de Gulácsi coincidiram com a primeira vez que a equipa somou duas vitórias seguidas nessa época, tendo permanecido na baliza do Hereford até final da campanha.

• Gulácsi renovou contrato com o Liverpool até 2013 depois de vários jogos pela equipa principal na pré-época de 2009.

• Embora tenha sido suplente em alguns jogos, estava atrás de Pepe Reina e Diego Cavalieri na hierarquia e nunca disputou qualquer encontro oficial pela primeira equipa do Liverpool, tendo sido emprestado ao Tranmere Rovers, do terceiro escalão, em 2009/10 e 2010/11, e ao Hull City, do Championship, na época seguinte.

Salzburgo

• Em Junho de 2013, o Liverpool dispensou Gulácsi e o guarda-redes rumou ao Salzburgo. No mês seguinte, disputou o primeiro jogo da carreira numa primeira divisão e rapidamente se afirmou como titular.

• Teve sucesso e fez a "dobradinha" na Áustria nas duas épocas em que representou o Salzburgo, antes de assinar pelo ambicioso Leipzig da segunda divisão alemã.

Leipzig

• Embora inicialmente tenha sido suplente de Fabio Coltorti, Gulácsi teve a sua oportunidade aos 33 minutos do primeiro jogo após a pausa de Inverno, frente ao Eintracht Braunschweig, quando o guarda-redes suíço se lesionou. Agarrou a oportunidade e imediatamente garantiu a titularidade, numa época em que o Leipzig terminou em segundo lugar e garantiu pela primeira vez a subida à Bundesliga.

• Gulácsi só falhou um jogo da Bundesliga na época seguinte, em que o Leipzig foi segundo classificado e se estreou na UEFA Champions League.

Gulácsi voltou a ajudar o Leipzig a ultrapassar a fase de grupos da UEFA Champions League em 2020/21
Gulácsi voltou a ajudar o Leipzig a ultrapassar a fase de grupos da UEFA Champions League em 2020/21AFP via Getty Images

• Continuou a impressionar em 2017/18, não só jogando na UEFA Champions League, mas também sendo eleito o melhor guarda-redes da primeira metade da época da Bundesliga, de acordo com as votações semanais da revista Kicker. Renovou o seu contrato por mais duas épocas e ficou ligado ao clube até 2022.

• Gulácsi foi decisivo para o Leipzig estar na luta pelo título alemão – em 2018/19 foi a equipa menos batida do campeonato, com 29 golos.

• Em 2019/20, Gulácsi e Willi Orban, colega de equipa no Leipzig, foram os primeiros húngaros a disputar as meias-finais da UEFA Champions League desde que a competição assumiu esta designação em 1992/93.