O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Todas as reacções: Portugal 5-0 Alemanha

Rui Jorge falou da superioridade de Portugal e de uma exibição fantástica frente à Alemanha, cujo seleccionador, Horst Hrubesch, admitiu que o adversário "não nos deixou jogar".

Veja como Portugal carimbou o passaporte para a final, com uma goleada de 5-0 frente à Alemanha, em Olomouc
Highlights: Portugal rout Germany

Rui Jorge, seleccionador de Portugal
Acho que fomos claramente superiores. Em determinada altura, e com o desnivelar do resultado, a Alemanha acusou a pesada desvantagem. Marcámos o terceiro golo mesmo em cima do intervalo, mas mesmo aí sabíamos perfeitamente que o jogo não estava acabado. Contudo, eles teriam sempre uma tarefa muito difícil pela frente. A nossa exibição foi fantástica, foi tremenda. Estamos muito satisfeitos por atingir a final.

Sinto um enorme orgulho da minha equipa. Confiamos imensamente nestes jogadores. Eles têm demonstrado toda a sua qualidade ao longo deste tempo todo que estão connosco, bem como uma entrega, uma paixão, uma vontade de vencer e um respeito fantásticos. Fico satisfeito por estarem a demonstrar num palco destes toda a qualidade que têm. O nosso grande papel aqui é ajudar no seu desenvolvimento.

Numa fase final como esta, e contra uma equipa tão forte como a Alemanha, é preciso mostrar todo esse carácter e paixão. Não penso que tenha havido um segredo táctico para o nosso sucesso. Foi essencialmente a qualidade dos nossos jogadores e a intensidade que eles colocaram no jogo. Agora vamos ver quem é o adversário que nos vai calhar, mas certamente será uma equipa muito forte. Vamos esperar tranquilamente.

Bernardo Silva, autor de um dos golos de Portugal
É verdade que este é um grande resultado contra uma das equipas mais fortes da Europa. Não posso dizer que este é um resultado que estivesse nas nossas previsões, até porque não é normal vencer por 5-0 numa meia-final de um Campeonato da Europa. Estamos muito contentes por ter conseguido triunfar e chegar à final, sendo que isso nos dá muita confiança para o futuro.

Estou ciente dos elogios que me têm sido feitos, mas estou aqui apenas com o único objectivo de ajudar Portugal a atingir os seus objectivos na competição. Estamos a jogar bem e enquanto isso continuar a acontecer então também estarei satisfeito. Estou apenas preocupado com isso. Ainda não sabemos quem vamos defrontar na final, mas certamente não será fácil. As melhores oito equipas da Europa estiveram aqui, pelo que isso significa que o finalista que vamos defrontar vai constituir um grande desafio para nós.

Horst Hrubesch, seleccionador da Alemanha
Quando se perde 5-0 não há muitas desculpas que se possam dar. Queríamos ser agressivos desde o início, mas não lográmos entrar no encontro. No fim estava apenas aliviado por não termos sofrido mais de cinco golos. A equipa tem o carácter suficiente para aceitar as coisas como elas são: vencemos juntos e perdemos juntos.

Perdemos todos os despiques individuais desde o apito inicial. Falhámos os nossos passes e também não fomos competentes nas coisas mais fáceis. Foi a equipa toda e não jogadores individuais que falharam. Quando se joga desta forma frente a uma selecção como a qualidade como Portugal tem, então não há nada que se possa fazer. Eles não nos deixaram jogar, não conseguimos praticar o nosso jogo e e tudo terminou quando eles fizeram o 4-0 logo no arranque da segunda parte. Já não havia forma de recuperar disso.

Não diria que tivemos um problema ao nível físico, mas todos puderam ver que Portugal esteve muito bem desse ponto de vista - eles foram agressivos como nós queríamos ser. Se olharmos para os jogos contra a Itália e a Inglaterra, Portugal ditou o ritmo contra essas equipas e foi isso mesmo que voltaram a fazer hoje.

Joshua Kimmich, médio da Alemanha
Se tivéssemos dado tudo dentro de campo, então não teríamos saído daqui com uma derrota por 5-0. Todos temos que nos interrogar a nós próprios sobre o que correu mal hoje. Não interessa quem é que defrontamos: simplesmente não podemos perder um jogo por 5-0.