O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Foto: Portugal vence Alemanha em 2004

Antes do confronto entre os dois países nas meias-finais do Europeu de Sub-21, este sábado, o UEFA.com recorda quando Portugal eliminou a Alemanha em Mainz, em 2004.

Portugal foi eliminado pela Itália nas meias-finais
Portugal foi eliminado pela Itália nas meias-finais ©Getty Images

1. Moreira
Moreira chegou ao Benfica com 17 anos, em 1999, o mesmo ano em que ajudou Portugal a conquistar o Campeonato da Europa Sub-18 da UEFA. Três anos depois e já era o No1 das "águias" e terceiro guarda-redes de Portugal no UEFA EURO 2004, antes de duas lesões graves condicionarem a sua carreira. Vencedor da Liga portuguesa, Moreira terminou uma ligação de 12 anos ao Benfica em 2011, quando assinou pelo Swansea City. Disputou apenas um jogo pelo clube galês antes de, em 2013, ingressar no Omonia, do Chipre, onde passou as duas últimas épocas.

2. Mário Sérgio
Bastante cotado após brilhar nos escalões jovens do Paços de Ferreira, Mário Sérgio parecia destinado a altos voos quando assinou pelo Sporting CP, em 2003, mas teve dificuldades para impressionar em Lisboa. O lateral-direito passou quatro épocas na Ucrânia, ao serviço do Metalurh Donetsk, antes de conquistar o primeiro título da carreira, no Chipre, com o APOEL, onde é tricampeão.

3. Raul Meireles
O viajado Meireles soma mais de 75 internacionalizações por Portugal, ao mesmo tempo que também ostenta um palmarés considerável ao serviço de clubes. Quatro vezes campeão português com a camisola do Porto, o versátil médio conquistou a UEFA Champions League com o Chelsea antes de se transferir para o Fenerbahçe, onde ganhou mais um campeonato.

4. Bruno Alves
Ainda titular de Portugal aos 33 anos, o defesa-central tem mantido um notável nível de consistência desde que deu nas vistas no Porto. Conhecido pelo seu empenho e dureza, Bruno Alves foi campeão nacional em todos os clubes que representou, com o Fenerbahçe a ser o mais recente.

2004 revisitado: Portugal - Alemanha
2004 revisitado: Portugal - Alemanha

6. José Bosingwa
José Mourinho deu a Bosingwa a possibilidade de vencer a UEFA Champions League com o Porto ao contratá-lo antes da época 2003/04, e o lateral adaptado voltou a ganhar o título oito anos depois, já no Chelsea. Após deixar a selecção durante três anos, reentrou nas contas da equipa após a nomeação de Fernando Santos como seleccionador de Portugal.

9. Hugo Almeida
Incapaz de se estabelecer no Porto, que o emprestou várias vezes, Almeida acabou por dar nas vistas na Alemanha, com o Werder Bremen, atingindo a final da Taça UEFA e marcando mais de 50 golos durante um período de quatro épocas. Após representar o Beşiktaş, encontra-se agora na Rússia, ao serviço do Kuban Krasnodar, e ocasionalmente continua a representar Portugal, por quem conta 19 golos em 57 jogos.

10. Carlos Martins
Um dos poucos jogadores a representar os dois principais clubes de Lisboa, Sporting e Benfica, Martins nunca foi capaz de cumprir na totalidade as expectativas criada pelo seu talento – para as quais também não contribuíram diversas lesões. Ainda assim, conseguiu ganhar a Liga portuguesa com o Benfica, em 2010, e marcar dois golos por Portugal.

11. Jorge Ribeiro
Apesar de possuidor de um óptimo pé esquerdo, Jorge Ribeiro nunca conseguiu igualar o sucesso de Maniche, seu irmão mais velho. Uma segunda passagem pelo Benfica, em 2008, parecia suficientemente promissora, mas cedo deixou de ser opção e gradualmente deixou as luzes da ribalta.

14. João Paulo
Um dos diversos jogadores do Leiria que deram nas vistas numa equipa treinada por um jovem Mourinho, João Paulo viria a rumar ao Porto, só que uma lesão grave no joelho, pouco tempo após a sua chegada, ditou uma paragem prolongada, diminuindo as hipóteses de causar impacto. O defesa-central acabou por encontrar estabilidade no Chipre, onde ganhou a SuperTaça com o Apollon.

Oliveira apresenta os colegas de Portugal
Oliveira apresenta os colegas de Portugal

19. Carlitos
Estrela em ascensão do Estoril, Carlitos impressionou o Benfica, que o contratou após ter marcado o golo da vitória frente à Alemanha, que deu a Portugal o terceiro lugar no Campeonato da Europa Sub-21 da UEFA em 2004. No entanto, nunca se afirmou na equipa principal e desde então teve uma carreira itinerante, passando pela Suíça, primeiro no Basileia e agora no Sion, com passagens por Hannover e Estoril pelo meio.

20. Danny
Danny, nascido na Venezuela, nunca teve verdadeiramente a oportunidade de mostrar todas as suas qualidades no principal escalão luso, jogando poucas vezes no Sporting durante as três épocas que esteve no clube. Desaproveitado em Portugal, revelou-se na Rússia, com o médio-ofensivo a assumir-se como uma estrela do país, brilhando no Dínamo e no Zenit.

Mais do género ...

Foto: Triunfo épico da Inglaterra nas meias-finais de 2009
Foto: Irlanda-Escócia, 1986
Foto: Primeiro triunfo do Sevilha na Taça UEFA
Foto: Galatasaray faz história na Taça UEFA
Foto: Benzema e Nasri na geração de 2004
Foto: Trezeguet ajuda Juventus a afastar o Real
Foto: Campeões do Chelsea em 2005 uma década depois
Foto: Quando o Benfica bateu o Porto de Mourinho
Foto: Quando o Mónaco surpreendeu o poderoso Real Madrid
Foto: Barcelona silencia Bernabéu
Foto: Ronaldo aplaudido de pé em Old Trafford
Foto: Heróis de Istambul do Liverpool

Foto: Juve tira quartos-de-final ao Bremen

Foto: Batistuta põe fim à espera da Roma
Foto: Ajax vira derrota de 3-1 frente ao Benfica
Foto: Itália sobrevive a susto e alcança final do Mundial
Foto: Nápoles de Maradona, 1989
Foto: Quando o Paris bateu a equipa fantástica do Barcelona