O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Steele: Inglaterra bastante desiludida

Após a derrota frente a Israel, Jason Steele admitiu que a selecção inglesa ficou "bastante desiludida" com as suas acatuações no Europeu de Sub-21. Wilfried Zaha lamentou a falta de eficácia.

Wilfried Zaha mostra o seu desalento após desperdiçar mais uma ocasião de golo para a Inglaterra frente a Israel
Wilfried Zaha mostra o seu desalento após desperdiçar mais uma ocasião de golo para a Inglaterra frente a Israel ©Getty Images

A frustração era notória entre a selecção de Inglaterra, depois da terceira derrota consecutiva no Grupo A, que assinalou a triste despedida de uma campanha na fase final que pareceu nunca arrancar realmente. O estreante guarda-redes Jason Steele salientou que o que mais doeu foi a forma como as derrotas se verificaram, enquanto o avançado Wilfried Zaha lamentou a incapacidade da sua equipa em concretizar as oportunidades criadas na derrota por 1-0 frente a Israel.

Jason Steele, guarda-redes da Inglaterra
Foi muito complicado desde o primeiro jogo e estamos bastante desiludidos, sobretudo com a forma como nos exibimos. Se tivéssemos jogado bem e sido eliminados na mesma, não seria tão desapontante. Estamos todos muito em baixo neste momento, mas temos de erguer a cabeça e aprender com os erros. Estou certo de que esta experiência nos ajudará nas nossas carreiras futuras.

Nunca antes tinha jogado numa fase final de um Campeonato da Europa de Sub-21  e quero agradecer ao treinador a oportunidade que me deu de actuar neste tão prestigiado torneio. Infelizmente, as coisas nunca nos correram bem, em particular a mim neste último jogo.

Penso, ainda assim, que temos muitos jogadores com grande potencial, que vão chegar à selecção principal e ter excelentes carreiras no futuro. Estou certo de que a forma como as coisas correram neste torneio apenas os vai motivar a tentar serem ainda melhores.

Wilfried Zaha, avançado da Inglaterra
Para ser honesto, julgo que esta noite não fomos felizes. Tentámos fazer tudo bem, mas no último terço do terreno nunca parecíamos estar no local certo. Foi um problema que nos afectou ao longo de todo o torneio: não conseguir concretizar as oportunidades criadas. Devíamos ter concretizado essas oportunidades; isso teria feito a diferença ao longo do torneio.

Pessoalmente, creio que nos faltou maior frieza no momento da concretização; é algo em que vou tentar trabalhar e estou certo de que vou ser capaz de melhorar. Com muito treino, sei que serei capaz.