Mar amarelo na recepção à Suécia em Estocolmo

Milhares de adeptos reuniram-se em Estocolmo para receber a selecção da Suécia que deu ao país o primeiro título num Campeonato da Europa de Sub-21 da UEFA.

Regresso a casa da triunfante Suécia ©AFP/Getty Images

Os jogadores da Suécia que venceram o Campeonato da Europa de Sub-21 da UEFA tiveram uma recepção de heróis em Estocolmo, com milhares de adeptos a fazerem questão de receber a equipa após o triunfo histórico na República Checa. "É uma loucura absoluta", afirmou ao UEFA.com Patrik Carlgren, que defendeu duas grandes penalidades no desempate com Portugal.

Esta quarta-feira vai ficar para sempre na memória dos jovens suecos. Quando o avião que transportava a equipa entrou no espaço aéreo sueco foi escoltado por dois caças da força aérea até ao Bromma Airport, em Estocolmo. Após uma breve paragem num hotel, os jogadores entraram para um autocarro descapotável e desfilaram pela capital até ao parque Kungsträdgården onde, segundo a estimativa da polícia, estavam cerca de 20.000 adeptos, incluindo o primeiro-ministro Stefan Löfven.

Quando os jogadores subiram individualmente ao palco, fizeram questão de levar os seus "smartphones". "Queria recordar este momento da minha perspectiva", justificou o médio Robin Quaison. "Será algo que poderei sempre recordar." O jogador do Palermo, um dos seis da equipa que cresceram em Estocolmo, adorou o calor sentido no Kungsträdgården. "É fantástico ser saudado desta forma na minha cidade-natal", acrescentou Quaison.

John Guidetti, outro dos jogadores naturais da capital sueca, conduziu os cânticos dos adeptos e a entoação do hino nacional antes de interpretar a solo o rap "Nya Sverige", a música composta por Dani M para a selecção antes do Europeu. A letra tem versos como "Patrik [Carlgren] defende a nossa baliza", "Ludde [Ludwig Augustinsson] é o melhor defesa-esquerdo" e "esta noite fizemos história". Ninguém o pode negar. Guidetti finalmente passou o microfone a outro vencedor do EURO, o cantor Måns Zelmerlöw. A canção que interpretou, adequadamente intitulada "Heroes", venceu o Festival Eurovisão da Canção em Maio.

Enquanto o resto da equipa deixou o Kungsträdgården com o objectivo de festejar durante toda a noite, Carlgren sabia que teria de terminar as comemorações logo após o jantar. O guarda-redes vai viajar com a equipa do AIK para a Finlândia, na quinta-feira de manhã, para defrontar o VPS Vaasa na primeira pré-eliminatória da UEFA Europa League. "Não me importo, adoro jogar futebol", explicou.