O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Brown, Solanke, Viveash sobre o triunfo do Chelsea

Isaiah Brown ficou satisfeito por corresponder à confiança de John Terry na jovem equipa do Chelsea; Dominic Solanke e o treinador Adi Viveash também falaram.

Veja os melhores momentos do triunfo do Chelsea sobre o Shakhtar na final da UEFA Youth League.
Resumo: Chelsea clama glória

Isaiah Brown, capitão do Chelsea
É uma grande experiência para mim e algo que nunca pensei que pudesse acontecer. Desde o início da época que era nosso objectivo ganhar a UEFA Youth League e hoje conseguimo-lo. Todos os jogadores da equipa principal desejaram-me bom sorte [ontem, Brown esteve no banco de suplentes no encontro com o Queens Park Rangers FC], eles sabiam que era possível. O John Terry escreveu isso no Instagram. É uma excelente pessoa, tal como o José Mourinho.

Dominic Solanke, avançado do Chelsea
É um sonho tornado realidade. Trabalhámos muito durante toda a época nesta competição e ganhámos a maioria dos nossos jogos, perdemos apenas um, e fizemos todos um grande esforço para chegar até aqui. Estávamos optimistas para a final e fizemos o que era necessário. O Shakhtar é uma equipa muito organizada e dificultou a nossa tarefa.

Resumo: Shakhtar 2-3 Chelsea
Resumo: Shakhtar 2-3 Chelsea


Adi Viveash, treinador do Chelsea
Foi um jogo de três partes distintas. Começámos bem, fizemos um golo. Depois o Shakhtar colocou o pé no acelerador, nós caímos um pouco e eles chegaram a um merecido empate. Na segunda parte fomos iguais a nós próprios e dominámos os primeiros 15 minutos, como já tínhamos feito frente à Roma [nas meias-finais] e não demos hipóteses ao Shakhtar.

Tenho imenso orgulho no trabalho que os jogadores e a equipa técnica fizeram. Foi uma competição incrível e muito, muito difícil de vencer. Os jogadores vão poder recordar para sempre que venceram a UEFA Youth League, que foram a primeira equipa inglesa a consegui-lo.