Phillippe Coutinho destaca méritos do futsal

Com Barcelona a receber a fase final da UEFA Futsal Champions League, Phillippe Coutinho explica o que torna esta modalidade especial.

Philippe Coutinho, médio-ofensivo do Barcelona
Philippe Coutinho, médio-ofensivo do Barcelona Icon Sport via Getty Images

O Palau Blaugrana, casa do Barcelona, recebe a fase final da UEFA Futsal Champions League entre sexta-feira e domingo, com a equipa anfitriã a tentar somar o seu terceiro título europeu.

Quem vai estar bem atento à competição será Philippe Coutinho, futebolista do Barcelona que cresceu no Brasil a praticar futsal e que explica porque gosta tanto desta modalidade.

O que torna o futsal uma modalidade apaixonante?

Philippe Coutinho: Desde logo, o futsal é muito entusiasmante, pois às vezes os jogos são decididos no último lance e num único minuto pode acontecer muita coisas.

Praticou muito futsal quando era miúdo?

Coutinho: Comecei a jogar com apenas seis anos e só deixei aos 13, altura em que já estava no Vasco da Gama e tive de me concentrar apenas no futebol.

Guia da fase final


Era mais divertido jogar futsal?

Coutinho: O que o torna divertido é o facto de ser muito rápido. É preciso tomar decisões e executá-las em poucos segundos. O facto de ao longo do jogo puderem acontecer várias reviravoltas também contribui para a magia da modalidade.

Como é que o futsal fez de si melhor futebolista?

Coutinho: Ajudou-me bastante na tomada de decisão, desenvolvimento da capacidade técnica e a habilidade para jogar em espaços curtos. Adoro futsal e estou grato por tudo o que aprendi com a modalidade.