O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Ricardinho: O Mágico do futsal aponta alto no Inter

Estrela no UEFA Futsal EURO 2016, Ricardinho espera agora estar ao mesmo nível pelo Inter na Taça UEFA Futsal: O Mágico do futsal fala sobre a modalidade e, inevitavelmente, do Benfica.

Ricardinho em acção pelo Inter
Ricardinho em acção pelo Inter ©Inter FS

A fantástica jogada em que Ricardinho ultrapassou Marko Pršić antes de bater o guarda-redes da Sérvia, Miodrag Aksentijević, com um potente remate é uma das imagens mais marcantes do UEFA Futsal EURO 2016.

O ala do Inter FS e de Portugal desenvolveu a sua técnica nos pisos duros do local onde nasceu, Gondomar, nos arredores do Porto, por vezes jogando com uma laranja ou uma bola de meias, caso não houvesse efectivamente uma bola disponível. Após liderar Portugal no UEFA Futsal EURO, O Mágico está pronto para voltar a ser o centro das atenções agora na Taça UEFA Futsal.

Vencedor da competição pelo Benfica em 2010, o internacional português do Inter, de 30 anos, afirma que defrontar o antigo clube será difícil, mas voltar a ganhar o mais prestigiado troféu de clubes no futsal é tudo o que importa, isto numa altura em que o anfitrião prepara o confronto diante do Pescara na meia-final de sexta-feira, em Guadalajara.

UEFA.com: Venceu a prova em 2010 pelo Benfica ao bater o Inter na final, por 3-2. Qual é a sua melhor memória desse feito?

Ricardinho: O facto de termos sido os únicos a olhar para baixo desde a bancada, onde o troféu nos foi entregue. Sentir que dessa vez éramos nós os vencedores.

UEFA.com: Como viveram o momento os adeptos do Benfica?

Ricardinho: Foi um ambiente inacreditável, único neste desporto. Espero que possa viver uma experiência semelhante outra vez em Guadalajara.

UEFA.com: O sentiu ao erguer o troféu?

Ricardinho: Foi como estar no céu, sem qualquer dúvida. Vencer o mais importante troféu das competições de clubes é algo que não pode ser explicado. É preciso vivê-lo.

UEFA.com: O Inter venceu a Taça UEFA Futsal em três ocasiões e está de regresso após seis anos de ausência. Como é estar de volta?

Ricardinho: É a competição mais importante do ano para nós. É o nosso principal objectivo para esta época e estamos ansiosos pela meia-final. Queremos ganhar e chegar à final, na qual iremos igualmente tentar ser bem-sucedidos.

UEFA.com: Até que ponto jogar o torneio em Guadalajara irá ajudar o Inter?

Ricardinho: Jogar em Espanha será bom para nós porque teremos o apoio dos adeptos, mas não vamos jogar na nossa casa por isso qualquer tipo de vantagem será marginal.

UEFA.com: O que significaria defrontar o Benfica?

Ricardinho: Seria muito doloroso para mim defrontar o Benfica porque estamos a falar do clube do meu coração. Mas sou profissional e quero muito vencer esta competição, não importa contra quem jogamos.

UEFA.com: O que pensa do Pescara, adversário do Inter na sexta-feira?

Ricardinho:Não os conheço muito bem, mas têm muita qualidade para serem uma das melhores quatro equipas da Europa. Conheço muitos dos jogadores deles, como Gréllo e Betão, e estou certo de que irão causar-nos todo o tipo de problemas.

UEFA.com: É famoso em todo o Mundo pelo que consegue fazer com a bola. O que lhe dá mais prazer num campo de futsal?

Ricardinho:Sempre que estou em campo o meu único pensamento é jogar da melhor forma possível sem pressão ou receio. O meu único objectivo é ganhar o jogo e dar alegrias aos adeptos que pagam para nos ver jogar.

Veja o
Veja o

UEFA.com: Como é que começou a jogar futsal?

Ricardinho: Comecei a jogar futebol quando tinha seis anos e decidi mudar para o futsal aos 14. Desde esse momento tem sido uma paixão sem fim.

UEFA.com: Quando era criança brincava sempre com uma bola?

Ricardinho: Os meus pais nem sempre tinham dinheiro para me comprar uma bola – às vezes jogava com laranjas, outras com meias enroladas umas nas outras a fazer de bola – mas tinha sempre uma "bola" nos pés.

Veja o fantástico golo de Ricardinho à Sérvia
Veja o fantástico golo de Ricardinho à Sérvia

UEFA.com: Onde é que o Ricardinho e os amigos jogavam?

Ricardinho: Os meus amigos e eu costumávamos jogar num campo de futebol no nosso bairro. Não importava se chovia ou fazia um calor escaldante, era aquilo que gostávamos de fazer.

UEFA.com: Passou três anos no Japão ao serviço do Nagoya Oceans. De que forma essa experiência o ajudou a desenvolver como jogador e como pessoa?

Ricardinho:  Quando se experimenta outras ligas e outros países aprendemos muito com as culturas que encontramos. O positivo de cada uma dessas experiências irá evidentemente ajudar-nos, mas nada se compara com actuar ao lado dos melhores jogadores do Mundo. Nada supera isso!

Veja o fabuloso golo de Ricardinho contra a Espanha
Veja o fabuloso golo de Ricardinho contra a Espanha

UEFA.com: Como é jogar na Liga espanhola?

Ricardinho: Para mim é, e sempre foi, a melhor liga do Mundo. Sempre quis lá jogar e estou muito, muito contente por ter a oportunidade de o fazer.

UEFA.com: É um dos jogadores de futsal mais famosos do Mundo. Até que ponto é importante ajudar a elevar o nível da modalidade?

Ricardinho: Sempre foi algo que eu quis alcançar e é este o nível em que quero estar. Sempre disse que quero ser lembrado eternamente neste desporto. Trabalhei sempre muito e aprendi com os meus colegas e treinadores a ir o mais longe que conseguisse. Agora que consegui atingir esse nível, é lá que quero continuar. Espero poder ser um exemplo para todos aqueles que amam este desporto, dentro e fora do campo.