O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Dina e Kairat ambiciosos nas meias-finais

Andrei Yudin diz que o Dina vai tentar chegar à final com ou sem Dmitri Prudnikov, enquanto Cacau conta com o apoio que Divanei possa proporcionar ao Kairat em Lisboa.

Andrei Yudin (esquerda) e Cacau mostraram respeito mútuo
Andrei Yudin (esquerda) e Cacau mostraram respeito mútuo ©Sportsfile

Dina conseguiu apurar-se pela primeira vez para as meias-finais logo na estreia europeia; Kairat participa nesta fase pela sétima ocasião
Vencedor em 2013, o Kairat perdeu quatro meias-finais frente a equipas da Rússia
Dina espera poder contar com o capitão Dmitri Prudnikov apesar de lesionado num tornozelo
• Final e jogo do terceiro e quarto lugares ambos no domingo

O Kairat Almaty procura quebrar o enguiço frente nas meias-finais da Taça UEFA Futsal diante de formações da Rússia quando defrontar os estreantes europeus do ISK Dina Moskva no jogo de abertura da fase na Meo Arena, em Lisboa, na sexta-feira.

O Kairat defrontrou adversários russos em quatro ocasiões nesta etapa da prova e perdeu sempre. No total, esta é a sétima presença nas meias-finias, registo recorde, e apenas por uma vez conseguiu chegar à final, em 2013, em Tbilissi, tendo perdido o encontro decisivo contra os também russos do FC Dynamo.

O Dina estreou-se em grande na Europa ao averbar seis vitórias nos seis jogos disputados e é o único clube desta fase final a ter iniciado o percurso na fase principal. Contudo, o Dina não estranho nesta competição, pois ganhou o torneio não-oficial da UEFA por três vezes na década de 1990, quando dominou na Rússia com jogadores como Konstantin Eremenko e o actual treinador Andrei Yudin.

Declarações dos treinadores:
Andrei Yudin, Dina
Há esperança que [Prudnikov] jogue. É um jogador muito forte e crucial, que define o nosso jogo, o nosso capitão. Mas somos campeões da Rússia e a nossa força está na equipa e não apenas em Prudnikov. Se ele não jogar amanhã, o, amanhã haverá uma equipa a tentar ganhar sem Prudnikov.

As melhores equipas da Europa este ano estão aqui, e todas querem ganhar este torneio. Claro que para ganhá-lo é preciso vencer primeiro a meia-final. Também estamos aqui para ganhar. O jogo de amanhã será o mais importante para mim como treinador até agora e para os jogadores também.

Quando vínhamos para cá ouvi o Alemão [internacional espanhol do Dina] dizer que se ganhasse a Taça UEFA Futsal pintaria o cabelo de verde, a cor do nosso clube. Infelizmente, não sou adepto dessas ideias. Serei apenas o treinador mais feliz na Terra nesse momento.

Cacau, Kairat
O Dina ganhou o campeonato russo ao vice-campeã da Europa [Dynamo], merece todo o respeito. Estamos preparados, estudámos o Dina muito bem, mas amanhã vaio ser diferente. O que vai contar vai ser a determinação, não se pode cometer erros e vamos tentar não os cometer.

Divanei é um ídolo no sporting e esperamos que consiga trazer muito apoio ao Kairat. É uma grande pessoa e grande atleta.

Não tenho vergonha de dizer: estou apenas a começar a minha carreira e quero aprender. Tenho muito respeito por todos os treinadores que estão aqui. 

Estamos aqui para vencer a UEFA [Futsal Cup]. Fizemos boas contracções este ano, preparámo-nos bem e esperamos conseguir mostrar amanhã um Kairat diferente daquele que ganhou o título em 2013.

Falha final/jogo do 3º e 4º lugares se admoestado
Dina: Carlinhos, Esquerdinha, Danil Kutuzov
Kairat: Dinmukhambet Suleimenov, Douglas

Melhores marcadores na competição
Dina: Dmitri Prudnikov 8
Kairat: Divanei, Leo 4

Registo nas meias-finais
Dina: estreante
Kairat: 1V 5D

Factos do jogo
• Prudnikov, Konstantin Agapov e o guarda-redes Sergei Zuev, do Dina, estiveram na equipa do MFK Sinara Ekaterinburg que bateu o Kairat por 4-1 nas meias-finais de 2008, em Moscovo, a caminho da conquista do troféu.
• O guarda-redes Higuita, Dinmukhambet Suleimenov, Leo, Joan, Dinmukhambet Suleimenov e Alexandre Moraes, vencedores da prova pelo Kairat em 2013, continuam no plantel, tal como o treinador Cacau.
• O registo do Kairat em oito jogos diante de equipas russas é de 2V 1E 5D; exceptuando a meia-final de 2008, todos os confrontos aconteceram diante do Dínamo.
•  O Kairat conquistou o 12º título seguido no Azerbaijão na semana passada.
O Dina ocupa o terceiro lugar na Rússia. Os oito primeiros classificados apuram-se para o "play-off".