O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Incentivo especial para Torras e Barcelona

Vencedor da Taça UEFA Futsal em 2009 pelo Interviú, Jordi Torras diz que ganhar o troféu pelo Barcelona, adversário do Sporting nas meias-finais, terá significado especial.

Jordi Torras regressou ao Barcelona em 2010
Jordi Torras regressou ao Barcelona em 2010 ©www.fcbarcelona.cat

O FC Barcelona pode ser estreante na Taça UEFA Fustal, mas a equipa defrontar esta noite o Sporting, em Lleida, certamente não terá falta de experiência, a começar por Jordi Torras.

Melhor marcador do UEFA Futsal EURO 2012 na vitória da Espanha na Croácia, há dois meses – naquele que constituiu o seu quarto triunfo continental – Torras também ganhou o Mundial de Futsal e a Taça UEFA Futsal de 2009 pelo Interviú Madrid, antes de perder a final seguinte diante do Benfica, em Lisboa. De regresso ao seu primeiro clube, de onde saiu há sete anos, Torras falou ao UEFA.com por que significará tanto para o Barcelona ganhar este troféu.

UEFA.com: O que espera desta fase final?

Torras: Queremos ganhar, esse é o objectivo pelo qual estamos aqui, especialmente jogando em casa diante dos nossos adeptos e da nossa família. A nossa única intenção é ganhar o título.

UEFA.com: As pessoas apontam-vos como favoritos por actuarem em casa. O que pensa sobre isso?

Torras: Somos favoritos por jogarmos em casa, só por isso. Esta é a nossa primeira presença na fase final, as outras três equipas têm muito mais experiência e uma delas até já venceu este título [MFK Dinamo Moskva]. O nosso objectivo é arrecadar este troféu, mas o rótulo de 'favoritos' tem de ser ganho no campo. Claro, vamos ter a ajuda extra dos adeptos.

UEFA.com: Esta é a primeira temporada do Barcelona na Europa. Pensa que a inexperiência do clube pode influenciar?

Torras: Como clube sim, mas no que diz respeito ao plantel todos nós temos experiência e disputámos jogos muito importantes, por exemplo no Campeonato do Mundo [de Futsal]. Mas, claro, a nível de clube é algo novo e temos a pressão de querer ganhar, mais ainda se considerarmos que actuamos em casa.

UEFA.com: Venceu o troféu em 2009 pelo Interviú, o que pode trazer para a equipa?

Torras: Não, não é preciso dizer nada [risos]. Com toda a nossa experiência, há muito pouco para dizer. Não é a mesma coisa ganhar a Taça UEFA Futsal por este clube ou por outro. Vencer o título aqui é muito importante, primeiro por tudo o que o Barcelona representa e segundo porque a nossa secção é a única no clube que não tem um título europeu. Penso que se tivermos em conta estas duas coisas, este troféu pode ser especial.

UEFA.com: E o que pensa do Sporting, primeiro adversário nas meias-finais?

Torras: É um adversário muito duro. Conhecendo os portugueses e os brasileiros, sabem muito de futsal. O Sporting sabe jogar, tem uma boa defesa e todos os jogadores são perigosos no um-para-um. Trata-se de uma meia-final e tudo está em jogo, por isso vai ser um encontro muito difícil.

Seleccionados para si