Atitude forte na luta pelo apuramento

Pedro Martins quer um Vitória "ousado e sem receio" para manter viva a luta pelo apuramento, enquanto Abel Ferreira pretende um Braga "tão intenso quanto o adversário" para cimentar a liderança.

O Braga de Abel Ferreira ambiciona somar a terceira vitória seguida no Grupo C
O Braga de Abel Ferreira ambiciona somar a terceira vitória seguida no Grupo C ©Getty Images

Pedro Martins quer um Vitória SC "ousado e sem receio" frente ao Marselha para manter viva a luta pelo apuramento, enquanto Abel Ferreira pretende um SC Braga "tão intenso quanto o Ludogorets" para cimentar a liderança.

Rudi Garcia, treinador do Marselha
"Perdemos o primeiro lugar do grupo e queremos recuperá-lo. O jogo mais importante é amanhã e não é só por nós, mas também pelo futebol francês, pois vitórias na Europa League melhoram o "ranking" do país e garantem mais lugares na Champions League. Para vencer vai ser preciso os jogadores serem trabalhadores, fortes na marcação e nos duelos individuais. O empate do fim-de-semana também tem de estar presente no pensamento. Houve algumas falhas individuais e colectivas e seria um problema repetir os erros cometidos. Mitroglou conhece bem adversários portugueses e a experiência de duas épocas passadas em Portugal pode ser-nos útil".

Pedro Martins, treinador do Vitória
"Os nossos níveis de qualidade ofensiva têm vindo a crescer. Espero que a equipa seja ousada e não tenha receio, como demonstrámos quando jogámos com Porto, Benfica e Sporting. Espero que a equipa se liberte e faça um jogo de acordo com as suas reais capacidades. Estou ciente do real valor do adversário, mas tenho jogadores de qualidade na frente, que podem ser decisivos para uma 'noite à Vitória', causando mossa no último terço do terreno, zona onde o Marselha tem revelado fragilidades. Apesar disso, tem bons valores individuais e vai querer dar uma boa resposta em casa, após ter perdido o primeiro lugar na jornada anterior. Será um jogo importante mas nada vai ficar definido, por isso não penso em conjecturas negativas em caso de derrota".

Abel Ferreira, treinador do Braga
"Vamos precisar de muita qualidade e intensidade, nivelar os índices de agressividade e, se possível, correr mais e ser mais intensos do que o Ludogorets, que não perde há 18 jogos. Cada duelo que ganharmos será meio golo na baliza do adversário. Antes da competição começar fui muito claro sobre o nosso objectivo, que é passar à fase seguinte, por isso queremos fazer 10 pontos o mais rapidamente possível. Temos duas vitórias e novo triunfo seria um passo de gigante rumo ao nosso objectivo. Mas também temos de ser cautelosos, pois o Ludogorets está a apenas dois pontos de nós. Cada jogo para é uma oportunidade para crescermos colectiva e individualmente e vamos lutar até ao último segundo pela vitória".

Dimitar Dimitrov, treinador do Ludogorets
"O Braga é uma equipa muito forte, equilibrada e com vários bons jogadores. Venceu o Hoffenheim e o Basaksehir, dando provas da sua qualidade e com isso liderando. Tem um estilo de jogo atractivo mas também possui fragilidades, que vamos tentar aproveitar para causar uma surpresa. O treinador do Braga destacou a nossa experiência europeia, mas eles também a têm. Isso terá o seu peso num grupo muito forte, onde queremos somar o máximo de pontos possível. Vamos ser disciplinados na defesa e apostar no contra-ataque, porque a minha equipa tem jogadores rápidos".

Topo