FedEx Performance Zone: Džeko assume liderança

Giuliano, do Zenit, liderou a classificação da FedEx Performance Zone desde o início da fase de grupos, mas agora perdeu o  lugar para Edin Džeko.

Edin Džeko marcou três golos e é o novo líder
Edin Džeko marcou três golos e é o novo líder ©AFP/Getty Images

Giuliano, do Zenit, liderou a classificação da FedEx Performance Zone desde o início da fase de grupos, mas agora um novo nome no topo da tabela, com Edin Džeko a assumir a liderança, seguido de perto por Aritz Aduriz.

1: Edin Džeko (Roma)
Džeko colocou um ponto final no reinado de dois meses de Giuliano graças a um espectacular "hat-trick" na vitória da Roma sobre o Viktoria Plzeň, por 4-1, que apurou a formação italiana. Converteu três dos seus sete remates, fez seis dribles e dois cruzamentos.

Džeko afirmou: "O primeiro foi um bom golo – finalizei bem de pé esquerdo – mas não sei se foi o meu melhor golo desde que cheguei à Roma. Foi importante para a vitória e agora estamos na próxima fase".

Aritz Aduriz após marcar ao Sassuolo
Aritz Aduriz após marcar ao Sassuolo©AFP/Getty Images

2: Aritz Aduriz (Athletic Club)
Após ter feito cinco golos no jogo anterior, frente ao Genk, Aduriz fez mais um tento, ao qual somou uma assistência, na vitória por 3-2 do Athletic sobre o Sassuolo, que apurou os espanhóis, e também ultrapassou Giuliano. São já 11 os golos marcados esta época pelo jogador de 35 anos, pelo clube e selecção.

Aduriz afirmou: "Foi um jogo muito físico e não me senti mal, ainda que talvez tenha jogado melhor na partida anterior. Tentei trazer algo de bom à equipa e penso que o consegui ao marcar um golo e fazer uma assistência. Um jogador tenta sempre dar o seu melhor – umas vezes corre bem, outras não, mas tenta sempre".

11: Federico Bernardeschi (Fiorentina)
A Fiorentina perdeu por 3-2 em casa com o PAOK, mas não foi por culpa de Bernardeschi. Foi dele o golo quando o resultado estava em 0-2, ainda rematou ao poste e completou 38 dos seus 47 passes. Além disso, fez seis dribles e cinco cruzamentos, subindo 26 lugares.

Bernardeschi disse: "Fiz um bom jogo, tenho de me manter assim, mas estou mais desapontado pela derrota do que contente pelo meu desempenho".

Bruno Soriano (à esquerda) marcou na Suíça
Bruno Soriano (à esquerda) marcou na Suíça©AFP/Getty Images

12: Bruno Soriano (Villarreal)
Soriano, importante médio do Villarreal, subiu 13 posições, até ao 12º lugar, na sequência do golo e sólida exibição no empate a um em Zurique. Como tem sido frequente, foi fundamental no lançamento dos ataques, apenas perdendo dois dos seus 39 passes, distinguindo-se pela forma como actuou na hora de defender: seis bolas recuperadas e cinco alívios.

Soriano afirmou: "Infelizmente não vencemos. Estou contente com a minha exibição, mas como não vencemos não posso dizer que foi uma noite perfeita. Lamento não ter feito outro golo na segunda parte".

17: Wayne Rooney (Manchester United)
Rooney tornou-se no melhor marcador de sempre do Manchester United nas competições europeias e subiu 44 posições, até ao 17º lugar, após uma grande exibição na vitória por 4-0 sobre o Feyenoord, em Old Trafford. Fez seis cruzamentos, dois dribles, inaugurou o marcador e ainda fez uma assistência.

19: Raúl García (Athletic Club)
O criativo do Athletic teve uma semana excelente, dando sequência ao golo vitorioso diante do Villarreal, na Liga espanhola, com o tento do empate frente ao Sassuolo. Ganhou cinco duelos aéreos, fez três cruzamentos e recuperou quatro bolas, numa demonstração de todas as suas qualidades.

Garcia afirmou: "Tal como sempre faço, tentei utilizar a minha experiência na UEFA Europa League. Tive a sorte de marcar um golo, mas o mais importante é que a equipa está a conseguir o que precisa, que é ganhar". 

Khouma Babacar festeja o seu golo
Khouma Babacar festeja o seu golo©AFP/Getty Images

30: Khouma Babacar (Fiorentina)
Apesar de a sua equipa ter sido derrotada por 3-2 pelo PAOK, Babakar aumentou para quatro o número de golos nesta edição da UEFA Europa League, para além de ter feito uma assistência. Graças à sua velocidade, o atacante é uma ameaça constante.

Babacar disse: "Jogámos muito bem. Deveríamos ter tido mais cuidado nos contra-ataques adversários. Temos de manter a cabeça erguida e concentrarmo-nos no próximo jogo, pois só assim conseguiremos ganhar. Eu marquei, mas perdemos. Preferia que tivesse sido ao contrário".