A FedEx Performance Zone explicada

Quem são os jogadores em forma na edição desta temporada da UEFA Europa League? Quais têm estado ao rubro nos respectivos campeonatos nacionais e quem brilhará nas competições europeias? Descubra tudo isso e muito mais na FedEx Performance Zone.

Necip Uysal (Beşiktaş JK) e Daniel Sturridge (Liverpool FC)
Necip Uysal (Beşiktaş JK) e Daniel Sturridge (Liverpool FC) ©Getty Images

O que é?
A FedEx Performance Zone regista a forma dos jogadores ao serviço dos seus clubes nas respectivas Ligas nacionais, assim como na UEFA Europa League. A Performance Zone gera as estatísticas oficiais dos jogadores através de um algoritmo especialmente desenhado para o efeito para criar "rankings" baseados no rendimento de futebolistas.

Os dados estatísticos dos jogadores de encontros nacionais e fases de qualificação da UEFA Champions League (para as equipas que entrem nas competições europeias através dessa prova) e da UEFA Europa League formam a base inicial para esses "rankings", que têm em conta os desempenhos ao serviço dos respectivos clubes a partir de 1 de Julho de 2016.

Isto permite uma avaliação exclusiva e exaustiva da forma dos jogadores quando arrancar a UEFA Europa League, após o qual a Performance Zone indicará quais os futebolistas cujo rendimento os destacará na competição propriamente dita.

A FedEx Performance Zone é um mero analisador de forma e não sugere que um jogador é melhor do que outro.

Como funciona
A todos os jogadores é atribuída uma posição primária no terreno, na qual é esperado que actuem na maior parte do tempo.

As posições dos jogadores estão definidas como: guarda-redes, defesas-laterais, defesas-centrais, médios-defensivos, médios-centro, médios-ofensivos, extremos e avançados.

Os dados levados em linha de conta para cada jogador são específicos do tipo de posição. Por exemplo, desarmes e bloqueios a remates são considerados dados essenciais para médios-defensivos, enquanto dribles bem-sucedidos e cruzamentos são dados vitais para extremos.

O algoritmo usa dados dos jogadores de encontros das respectivas Ligas nacionais e actualiza-os após cada partida, o mesmo acontecendo com a UEFA Europa League. Durante um jogo da UEFA Europa League as classificações actualizam-se em tempo real à medida que o encontro vai decorrendo.

Ponderação
Uma vez que a Performance Zone funciona como um registo de forma, quanto mais recente for a partida, maior será a ponderação atribuída aos dados resultantes desse desafio. Por exemplo, os dados dos jogadores de encontros disputados ontem terão maior relevância que aqueles relativos à semana anterior. Se um jogador não se encontrar activo (devido a lesão ou por não ter sido convocado, por exemplo), o seu "ranking" decrescerá ao longo desse período de inactividade.

É atribuída uma ponderação adicional para a prova nacional que cada equipa disputa, usando os coeficientes da UEFA como base para esses valores.

Assim que a UEFA Europa League arrancar, as ocorrências estatísticas (ex.: golos, assistências, desarmes, defesas…) de todos os jogadores terão uma ponderação significativamente superior por forma a que se mantenha uma classificação precisa daqueles que estiverem a ter um rendimento superior durante a prova.