O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Lito Vidigal: "Jogamos sempre com intenção de ganhar"

O Arouca recebe esta quinta-feira o Heracles e, apesar de um nulo chegar para a turma de Lito Vidigal garantir um lugar no "play-off" da UEFA Europa League, o técnico garante que vai jogar para ganhar.

O Arouca tem boas perspectivas tendo em vista o "play-off"
O Arouca tem boas perspectivas tendo em vista o "play-off" ©AFP/Getty Images

O FC Arouca recebe esta quinta-feira o Heracles Almelo, na segunda mão da terceira pré-eliminatória da UEFA Europa League, e um nulo chega para a turma de Lito Vidigal garantir um lugar no "play-off", mas o técnico garante que a sua equipa vai jogar para ganhar.

Um precioso golo ao cair do pano permitiu ao Arouca sair do jogo da primeira mão, na Holanda, com um empate 1-1 que abre agora boas perspectivas para a segunda mão. Mas Lito Vidigal faz questão de acalmar os ânimos. "Estamos em vantagem mas isso é o menos importante. Estes jogadores são muito ambiciosos e vão encarar este jogo como se fosse único, com intensidade, sentido colectivo e inteligência. Jogamos sempre com intenção de ganhar. Vai ser difícil mas estamos preparados para dominar todos os aspectos do jogo.", referiu o técnico.

Na conferência de imprensa de antevisão do encontro, Lito garantiu que o Arouca tem as armas necessárias para contrariar a força do adversário: "Eles têm qualidade, são fortes, mas pensamos primeiro em nós, depois no adversário. Somos fortes enquanto conjunto, somos um grupo solidário que trabalha muito. E queremos continuar a ser coesos e a demonstrar este espírito de união e vencer. Sabemos que vamos defrontar um clube bem estruturado, que deve ter o quíntuplo do nosso orçamento, mas temos possibilidade de vencer, de passar esta fase, foi com esse intuito que trabalhámos."

Lito foi expulso antes do apito final do encontro da primeira mão e não vai estar no banco, mas assegura que a sua ausência não influenciará o desempenho dos jogadores. "Os jogadores não dependem da minha voz, tomam decisões por eles, por sector e pelo colectivo. Gosto de jogadores que sabem tomar decisões individualmente", frisou.

Já o defesa brasileiro Jubal Júnior garante tranquilidade no seio da equipa do Arouca que, tal como o adversário, faz esta época a sua estreia nas competições de clubes da UEFA. "Sabemos da importância do jogo, mas preparámo-nos bem e estamos tranquilos", disse, antes de salientar: "O resultado da primeira mão não dá garantias. Sabemos que se não sofremos golos passamos, mas não vamos ficar com esse pensamento."