O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Allen acredita que o Liverpool pode bater o Villarreal

Joe Allen reconhece que o Villarreal colocou problemas tácticos ao Liverpool na primeira mão, mas acredita que em Anfield os "reds" poderão conseguir nova reviravolta, rumo à final.

Joe Allen num duelo com Jonathan dos Santos, durante a primeira mão
Joe Allen num duelo com Jonathan dos Santos, durante a primeira mão ©Getty Images

O Villarreal chega em vantagem ao jogo em Anfield, na quinta-feira, e conseguiu um triunfo moralizador no "derby" do fim-de-semana. Mas o Liverpool está muito motivado pela sensacional recuperação conseguida no último desafio em casa na UEFA Europa League.

A festa provocada há três semanas pelo golo tardio de Dejan Lovren, que valeu o triunfo sobre o Dortmund, ainda ecoa em alguns cantos de Anfield, apesar dos desaires recentes.

Um golo de Adrián López nos últimos minutos permitiu ao Villarreal vencer por 1-0 na primeira mão das meias-finais, na semana passada, e no domingo o Liverpool não evitou nova derrota, frente ao Swansea. Um contraste com os festejos exuberantes no Mestalla, onde o "submarino amarelo" de Marcelino bateu o rival Valência por 2-0, assegurando o quarto lugar da Liga espanhola.

Um impulso importante em termos de energia, confiança e moral? Joe Allen considera que não, isto apesar de o Liverpool ter sido derrotado na última quinta-feira. "Foi uma experiência difícil", reconheceu o médio ao recordar a primeira mão.

Resumo da primeira mão: O golo tardio do Villarreal
Resumo da primeira mão: O golo tardio do Villarreal

"O aspecto táctico foi um grande teste para todos nós, pois defrontámos uma equipa que joga de forma diferente ao que estamos habituados todas as semanas. Eles têm muita técnica e circulam bem a bola. As principais equipas espanholas assentam o seu jogo na posse de bola, algo a que não estamos habituados em Inglaterra".

O internacional galês considera que o Liverpool só precisa de uma ligeira melhoria para conseguir a reviravolta na eliminatória. "Foi muito duro sofrer aquele golo, principalmente por ser perto do final, mas considero que fizemos uma boa exibição. São jogos como este que procuramos durante toda a carreira. Grandes jogos nas meias-finais de uma competição da UEFA.

"Preparámos bem o jogo e aprendemos muito para o encontro em Anfield. Se conseguirmos o apuramento, podemos olhar para trás e dizer, apesar da derrota por 1-0: 'Fizemos um excelente trabalho em Espanha'".