O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Retrospectiva do Liverpool - Villarreal

Um golo perto do fim alterou o aspecto da eliminatória, com o Liverpool a precisar agora de ganhar em casa para ter alguma oportunidade de eliminar o Villarreal.

Adam Lallana, do Liverpool, após o final da primeira mão
Adam Lallana, do Liverpool, após o final da primeira mão ©Getty Images

O Liverpool FC, de Jürgen Klopp, espera que Anfield possa mais uma vez ser inspirador na tentativa de recuperar da desvantagem com que saiu da primeira mão da meia-final contra o Villarreal FC.

Encontros anteriores 
• Um golo de Adrián López nos descontos valeu ao Villarreal um triunfo por 1-0 no jogo em casa, no que foi o primeiro duelo entre as duas equipas.

Veja o golo do Villarreal
Veja o golo do Villarreal

• Os 33 jogos do Liverpool com clubes espanhóis resultaram em 13V 10E 10D (4V 6E 5D em Anfield, 7V 4E 5D em Espanha). Nestas partidas estão incluídas as duas vitórias em finais em campo neutro: 1-0 frente ao Real Madrid CF na Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1981 e 5-4 (após prolongamento) com o Deportivo Alavés, em 2001, na Taça UEFA.

• O registo do Villarreal em 14 jogos nas provas da UEFA contra adversários ingleses é de 4V 6E 4D (3V 4E 1D em Inglaterra). À partida para esta eliminatória, não havia ganho nos últimos dez duelos contra equipas da Premier League.

Guia de forma
• O Liverpool foi a única equipa sem derrotas até às meias-finais, num total de 12 partidas. Contudo, cumprida a primeira mão, é agora o Villarreal quem soma 12 jogos sem perder.

• O Liverpool foi eliminado pelo Beşiktaş JK no desempate por grandes penalidades nos 16 avos-de-final da época passada e pelo FC Zenit na mesma fase da campanha anterior na UEFA Europa League, em 2012/13. Vencedor da Taça UEFA em 1973, 1976 e 2001, atingiu pela última vez as meias-finais em 2009/10, quando foi batido pelo Club Atlético de Madrid.

• As anteriores melhores participações do Villarreal nas competições europeias terminaram nas meias-finais – onde acabou eliminado pelas equipas que ganhariam o troféu - Valencia CF, em 2003/04, e FC Porto em 2010/11.

Ligações e curiosidades
• Cédric Bakambu, do Villarreal, marcou nove golos esta época na prova, sendo o segundo melhor marcador da UEFA Europa League, com menos um golo do que Aritz Aduriz, do Athletic Club.

• O defesa Víctor Ruiz, do Villarreal, e o guarda-redes Simon Mignolet, do Liverpool, são os únicos jogadores em prova totalistas pelas suas equipas desde o início da fase de grupos: jogaram 1170 minutos.

Samuel Castillejo, do Villarreal
Samuel Castillejo, do Villarreal©AFP/Getty Images

• Samuel Castillejo, do Villarreal, continua a ser o jogador que sofreu mais faltas na edição de 2015/16, 35 desde o início da fase de grupos.

• Denis Suárez fez os passes para seis golos do Villarreal esta época, o que fez dele "rei" das assistências. Suárez foi suplente não utilizado pelo Sevilla FC no triunfo sobre o FC Dnipro Dnipropetrovsk na final do ano passado. 

• José Enrique – que não está inscrito pelo Liverpool na UEFA Europa League – jogou pelo Villarreal em 2006-07.

• Alberto Moreno foi inscrito pelos ingleses nas competições europeias. O espanhol defrontou o Villarreal quando estava ao serviço do Sevilha, num empate a zero, em casa, em Maio de 2014.

• Antonio Rukavina, do Villarreal, esteve às ordens de Klopp, treinador do Liverpool, quando esteve no Borussia Dortmund em 2008.

• Roberto Soldado defrontou por três vezes o Liverpool quando jogou em Inglaterra pelo Tottenham Hotspur FC. O clube de Londres perdeu por 5-0 em casa e por 4-0 fora em 2013/14, tendo igualmente marcado presença na derrota por 3-2 no terreno do Liverpool na época seguinte.

• Mario Gaspar, defesa-direito do Villarreal, marcou um golo fantástico no triunfo de Espanha, por 2-0, sobre a Inglaterra, num amigável disputado em Novembro de 2015, tendo do outro lado alinhado Adam Lallana, do Liverpool. Nathaniel Clyne, também dos “reds”, não saiu do banco dos ingleses nesse encontro em Alicante.

• O Villarreal é o clube com mais golos marcados na UEFA Europa League, tendo atingido os 83 e também conta com o maior número de vitórias na prova, 27, mais duas que Benfica e Sevilha.

• O Villarreal é a única equipa entre os semifinalistas que nunca venceu esta competição: Liverpool (1973, 1976 e 2001), Sevilha (2006, 2007, 2014, 2015) e FC Shakhtar Donestk (2009) contam com oito triunfos no total.

Os treinadores
• Jürgen Klopp substituiu Brendan Rodgers no Liverpool em Outubro passado. O treinador de 48 anos conduziu o Dortmund ao título da Bundesliga em 2010/11 e fez a “dobradinha” na época seguinte, mas não evitou o triunfo do FC Bayern München na final da UEFA Champions League de 2013.

• O registo do técnico em 12 jogos com clubes espanhóis (com o 1. FSV Mainz 05, Dortmund e LIverpool) é de 4V 3E 5D. As suas equipas saíram vencedoras dos últimos quatro jogos em casa com equipas da Liga espanhola.

• A carreira de Marcelino como médio acabou mais cedo devido a lesão. No banco, o treinador de 50 anos tem cumprido a sua carreira nas Ligas espanholas, culminando com passagens pelo Real Zaragoza, Real Racing Club Santander e Sevilha. Assumiu o comando técnico do Villarreal em 2013, promovendo-o à divisão principal logo no primeiro ano.

Decisões nas grandes penalidades
• O registo do Liverpool em quatro decisões da marca de grande penalidade na UEFA é de V3 D1:
V 4-2 N - AS Roma (final da Taça dos Campeões Europeus 1983/84)
V 3-2 N - AC Milan (final da UEFA Champions League 2004/05)
V 4-1 C - Chelsea FC (meias-finais da UEFA Champions League 2006/07)
D 5-4 F - Beşiktaş JK (16 avos-de-final da UEFA Europa League 2014/15)

• O Villarreal venceu a sua única decisão nos penalties em jogos da UEFA:
V 3-1 F - Club Atlético de Madrid (finais da Taça Intertoto da UEFA 2004)