Jovem talento da semana do UEFA.com: Andrija Živković

Andrija Živković, o mais jovem internacional de sempre da Sérvia, estrela do Mundial de Sub-20 e titular no Partizan, tem impressionado na fase de grupos da UEFA Europa League.

Andrija Živković é um grande talento do Partizan
Andrija Živković é um grande talento do Partizan ©Getty Images

Andrija Živković é o mais jovem jogador de sempre a representar a Sérvia, após ter-se estreado na equipa sénior com apenas 17 anos e 92 dias. Aconteceu menos de dois meses depois do primeiro encontro – em que também marcou – pelo Partizan. Depois surgiu o triunfo deste Verão no Campeonato do Mundo de Sub-20. Trata-se de um cartão de visita impressionante tendo em conta que apenas fez 19 anos em Julho e parece que há muito mais para vir.

Nome: Andrija Živković
Clube: Partizan
Estreia: 25 de Agosto de 2013 ante o Radnički 1923 (Liga sérvia)
Posição: Extremo
Nacionalidade: Sérvia
Data de nascimento: 11 de Julho de 1996
Pé preferencial: Esquerdo
Altura: 170 cm

O que dizem
"É fantástico o que Živković pode fazer em termos de velocidade e técnica. Com Živković na linha atacante podemos sempre esperar que algo aconteça."
Radovan Ćurčić, seleccionador da Sérvia

"Este pequeno rapaz será um grande jogador."
Siniša Mihajlović, antigo seleccionador da Sérvia que possibilitou a estreia de Živković

Dejan Stanković no seu último jogo pela Sérvia
Dejan Stanković no seu último jogo pela Sérvia©AFP

Antecedentes
Živković nasceu em Nis, cidade no Sul da Sérvia. Chegou à academia do Partizan com 15 anos e, quase dois volvidos, estreou-se por clube e selecção - pelo país aconteceu na despedida de Dejan Stanković numa vitória de 2-0 sobre o Japão. Esta época já fez nove golos em todas as competições.

Estilo de jogo
É diferente sem bola – mantém a posição e tem disciplina táctica –, mas quando a tem na sua posse é verdadeiramente explosivo. É veloz e directo, tem uma capacidade de drible fenomenal, um remate forte e é bom no último passe.

Comparações
Em termos de estilo de jogo é uma mistura entre três antigos extremos do Partizan do início do século: Zoran Tošić, Miralem Sulejmani e Adem Ljajić.

A Sérvia comemora na Nova Zelândia
A Sérvia comemora na Nova Zelândia©Getty Images

Momento de afirmação
Apesar das estreias precoces com 17 anos, o triunfo deste ano no Mundial de Sub-20, na Nova Zelândia, revelou-se o ponto de afirmação de Živković. Fez dois golos, quatro assistências e foi totalista na prova.

Melhor cenário
Živković é já titular habitual no Partizan e é bem natural que permaneça no clube pelo menos até final da temporada, altura em que os gigantes da Europa poderão começar a mostrar interesse. Ainda elegível para os Sub-19 e Sub-21, é elemento integral da formação sénior da Sérvia.

O que ele diz
"Quero manter os pés no chão. Ouço tudo e todos e sei muito bem o trabalho árduo que tenho pela frente e o quanto ainda tenho de crescer. A única forma que tenho de o fazer é dando um passo de cada vez."