Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

West Ham sobrevive, nórdicos em grande

Houve alívio para o West Ham, um recorde para o Debrecen e festejos por toda a Escandinávia, nos jogos da segunda mão da segunda pré-eliminatória, esta quinta-feira.

Houve alívio para o West Ham, um recorde para o Debrecen e festejos por toda a Escandinávia, nos jogos da segunda mão da segunda pré-eliminatória, esta quinta-feira. 

Resultados completos da segunda mão
Sorteio da terceira pré-eliminatória: jogos a 30 de Julho e 6 de Agosto 

Melhor da acção

Birkirkara 1-0 West Ham United (ap, total: 1-1, o West Ham vence por 5-3 nos penalties)
O Birkirkara só sofreu o golo no tempo de compensação do jogo da semana passada, em Londres. Desta feita, um tento do avançado italiano Fabrizio Miccoli, aos 15 minutos, a passe de Lilui, bem como a expulsão de James Tomkins, do West Ham, permitiu ao clube apurado através de uma vaga Respeito Fair Play levar a partida para prolongamento. Mauricio Mazzetti, do Birkirkara, foi expulso aos 108 minutos, mas foi necessário o desempate por grandes penalidades para decidir o vencedor, acabando por prevalecer o West Ham.

Astra Giurgiu 0-0 Inverness Caledonian Thistle (total: 1-0)
Após o apuramento emocionante do Steaua na UEFA Champions League, as coisas foram bem mais simples para os romenos do Astra. Os dois guarda-redes tiveram de efectuar defesas importantes, já que o participante na fase de grupos da época passada eliminou o estreante escocês. They now face West Ham.

Debrecen 9-2 Skonto (total: 11-4)
As coisas foram renhidas na Letónia na semana passada, mas o mesmo não se passou na Hungria esta noite, pois o Debrecen somou a sua vitória mais dilatada na Europa, resultado que, ao mesmo tempo, constitui a pior derrota do Skonto nas competições da UEFA. O remate em arco de Tibor Tisza, que inaugurou o marcador aos sete minutos, foi o golo mais vistoso do Debrecen, que contou com sete marcadores diferentes. Segue-se um confronto com o Rosenborg, que eliminou o KR e garantiu o apuramento dos três representantes noruegueses, visto que o Odds BK derrotou o Shamrock Rovers e o Strømsgodset afastou o Mladá Boleslav, graças aos golos fora, apesar de ter perdido por 1-0 em casa.

Mladost Podgorica 2-4 Kukës (total: 3-4)
Os albaneses do Kukës, que alcançaram o "play-off" em 2013/14, vai agora ter pela frente o Legia Warszawa, depois de se ter deslocado ao Montenegro para dar a volta à desvantagem de 1-0 trazida da primeira mão, sendo a única equipa nesta fase a seguir em frente depois de perder em casa. Essencial para o triunfo foram os golos de Felipe Moreira, Pero Pejić e Erick Flores nos primeiros 32 minutos.

Acção do triunfo do Slovan
Acção do triunfo do Slovan©Sportsfile

University College Dublin 1-5 Slovan Bratislava (total: 1-6)
Única equipa de um segundo escalão ainda em prova, o UCD tinha esperanças à entrada para o segundo jogo, diante do seu público, mas o cabeceamento certeiro de Róbert Vittek aos 41 minutos abriu caminho para o descalabro. Vittek viria a apontar mais dois golos, em tempo de compensação. Na próxima eliminatória o Slovan enfrenta o FC Krasnodar.

Omonia 1-0 Jagiellonia (total: 1-0)
Cillian Sheridan marcou o tento solitário da eliminatória, aos oito minutos do jogo frente ao visitante polaco do Omonia, que apresentou os portugueses Nuno Assis, Ricardo Margaça e Cristovão Ramos, mas a vitória aconteceu apesar de Constantinos Panagi, guarda-redes dos anfitriões, ter perdido uma lente de contacto a 15 minutos do fim. O jogo foi interrompido enquanto Panagi se dirigiu à linha lateral e a lente foi substituída pela equipa técnica. De seguida o Omonia mede forças com o Brøndby, que empatou a zero na recepção ao Beroe Stara Zagora, apurando-se também só com um golo.

Blazhe Ilijoski festeja o golo inaugural
Blazhe Ilijoski festeja o golo inaugural©ekipa.mk

Rabotnicki 2-0 Jelgava (total: 2-1)
O Rabotnicki marcou encontro com o Trabzonspor depois de dar a volta à desvantagem da primeira mão no espaço de 17 minutos. Blazhe Ilijoski inaugurou o marcador aos seis minutos, o seu primeiro golo em 12 jogos europeus, antes de a jogada individual de Suad Sahiti apurar o detentor da Taça da Macedónia.

Elfsburg 1-0 Randers (ap, total: 1-0)
No único jogo da segunda mão realizado na terça-feira, os suecos do Elfsborg levaram a melhor sobre o visitante dinamarquês no prolongamento. Foi preciso chegar aos 184 minutos desta eliminatória para o suplente Simon Lundevall fazer funcionar o marcador, após interceptar um alívio de Karl-Johan Johansson, guardião do Randers, e atira para o fundo das redes.

Num desafio renhido, o Randers tinha estado à altura do adversário, mas Nicolai Brock-Madsen foi expulso a seis minutos do fim do tempo regulamentar, e só não conseguiu um importante, e talvez decisivo, golo fora, aos 119 minutos, porque Kevin Stuhr-Ellegaard, seu antigo guarda-redes, deteve o remate de Mustafa Amini. O Elfsborg vai defrontar outro adversário nórdico, o Odd, e tal como a Noruega também vai contar três equipas na próxima fase, pois o AIK somou nova vitória por 2-0 sobre o Shirak e o IFK Göteborg eliminou o Śląsk (Flávio Paixão jogou de início), tendo agora pela frente o CF Os Belenenses.

Repórteres: Paul-Daniel Zaharia, Matthew Watson-Broughton, John Leonidou, Javier Aja, Emil Gasevski, Robert Johansson

Topo