Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Dez curiosidades sobre o Inter

Das origens humildes até ao "tio" Giuseppe Bergomi e passando pela rivalidade com o Milan, o UEFA.com relata alguns dos aspectos mais curiosos da história do Inter.

Dez curiosidades sobre o Inter
Dez curiosidades sobre o Inter ©UEFA.com

O FC Internazionale Milano pode tornar-se esta época na primeira equipa a erguer por quatro vezes a Taça UEFA/UEFA Europa League. Antes da estreia dos pupilos de Walter Mazzarri no Grupo F, frente ao FC Dnipro Dnipropetrovsk – naquele que será o 350º jogo europeu do clube – o UEFA.com olha para dez factos que talvez desconheça sobre os "nerazzurri".

Fundação: 1908

Alcunhas: "Nerazzurri" ("negros e azuis"), "la beneamata" ("os adorados")

Palmarés nas competições de clubes da UEFA (mais recente entre parêntesis)
• Taça dos Clubes Campeões Europeus: 3 (2010)
• Taça UEFA: 3 (1998)
• Taça Intercontinental: 2 (1965)

Palmarés interno
• Títulos de campeão: 18 (2010)
• Taças de Itália: 7 (2011)

• O clube foi fundado por um grupo de adeptos do AC Milan, na sequência de um desentendimento relativo à contratação de jogadores estrangeiros por parte do clube - daí nasceu o nome "Internazionale".

©Getty Images

• Giuseppe Meazza, lenda do Inter e de Itália, em honra de quem o estádio em que o Inter actua foi baptizado, perdeu o pai na Primeira Guerra Mundial e cresceu em Milão com a sua mãe, que ele ajudava a vender fruta no mercado. Aprendeu a jogar futebol descalço, mas acabou por marcar 197 golos pelo Inter e por conquistar dois Campeonatos do Mundo por Itália.

• No passado, os adeptos do Inter eram chamados de "bauscia", que significa "vaidosos", porque os "nerazzurri" eram vistos como o clube da burguesia. Pelo contrário, os adeptos do Milan tinham a alcunha de "casciavit" – que significa "chave-de-fendas" –, pois os "rossoneri" eram vistos como a equipa da classe operária.

O Milan sagrou-se campeão europeu em 1963, mas o Inter não tardou a responder, tornando-se no primeiro clube transalpino a conquistar por duas vezes a Taça dos Clubes Campeões Europeus, em 1964 e 1965. Esse "Grande Inter", orientado por Helenio Herrera, é também a única formação de Itália a ter conquistado "scudetto", Taça dos Campeões Europeus e Taça Intercontinental num só ano.

• Três famosos defesas do Inter estão entre os três jogadores com mais jogos disputados na Serie A: Giacinto Facchetti (475), Giuseppe Bergomi (519) e Javier Zanetti (615).

• Bergomi, conhecido por "Lo Zio" ou "O Tio", devido ao bigode e aparência mais madura mesmo quando jovem, efectuou mais jogos na Taça UEFA (96) do que qualquer outro jogador. É também o único com três destes troféus no palmarés.

• Dois desses triunfos de Bergomi ocorreram ao lado de jogadores que conquistaram a Bola de Ouro enquanto atletas do Inter: Lothar Matthäus e "O Fenómeno" Ronaldo.

• Depois da tripla de troféus em 1965, o Inter voltou a conquistar nova tripla em 2010, ao vencer a UEFA Champions League, o "scudetto" e a Taça de Itália sob o comando de José Mourinho.

• Aquela que é, talvez, a mais célebre canção dedicada a um futebolista em Itália fala sobre um "trabalhador incansável" e refere-se a Gabriele Oriali, antigo médio do Inter.

• O Inter é a única equipa italiana que nunca se viu despromovida à Serie B.

Topo