Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Promessas da UEFA Europa League de 2013/14

A Europa League de 2013/14 revelou-se o palco ideal para a afirmação de novos talentos e a equipa do UEFA.com escolheu dez jogadores que prometem continuar a dar que falar.

Alan esteve em destaque no demolidor ataque do Salzburgo
Alan esteve em destaque no demolidor ataque do Salzburgo ©Getty Images

Nome: Alan
Idade: 24
Clube: FC Salzburg
Posição: Avançado
Alan chegou do Brasil no Verão de 2010 e este ano realizou a melhor época de sempre. Os números falam por si: 26 golos e oito assistências na primeira divisão austríaca, para além de quatro golos e outras tantas assistências na UEFA Europa League. Alan Douglas Borges de Carvalho passou por grandes dificuldades depois de romper um ligamento cruzado de um joelho em Agosto de 2011. A lesão obrigou a uma paragem de 18 meses e limitou a evolução que o atacante vinha a ter longe do seu país.

Alan reconheceu que foi difícil ficar afastado dos relvados. "Houve momentos em que pensei que nunca seria capaz de voltar a jogar futebol", confessou. "No entanto, estou de regresso e a desfrutar ainda mais do futebol". O brasileiro revelou um com entendimento com Jonatan Soriano, o melhor marcador da UEFA Europa League, e formou um ataque demolidor que totalizou 57 golos no campeonato. "Sinto-me em casa aqui e já me considero meio austríaco".

©AFP/Getty Images

Um avançado que se distingue pelas desmarcações inteligentes na área adversária, passou a época passada emprestado ao Getafe CF, tendo marcado três golos em 20 jogos na Liga espanhola. Esta época regressou à sua terra natal e deu passos de gigante. "Foi o melhor momento da minha carreira", explicou o atacante ao UEFA.com, depois de marcar um “hat-trick” no triunfo por 5-0 sobre o FC Basel 1893 na segunda mão dos quartos-de-final, tendo terminado a campanha na UEFA Europa League de 2013/14 com sete golos. Já internacional Sub-20 e Sub-21, Alcácer parece pronto para voos ainda mais altos.

©AFP/Getty Images

Baldé fez mais duas assistências na fase de grupos, antes de apontar o primeiro golo europeu no empate a três golos no terreno do PFC Ludogorets Razgrad. O golo marcado aos 16,88 segundos de jogo foi o segundo mais rápido na história da prova, mas não evitou que os italianos fossem eliminados pelos campeões búlgaros nos 16 avos-de-final. Actualmente o extremo é um jogador fundamental para a Lazio na Serie A e motivou rasgados elogios por parte do treinador Edoardo Reja: "Ele tem faro para os golos, é muito talentoso e rápido, especialmente no arranque. É muito completo, dá prazer vê-lo jogar".

©Getty Images

Bezjak mostrou qualidade e produziu em quantidade, tendo apontado um golo soberbo em casa da Lázio nos 16 avos-de-final, para depois marcar com um espectacular remate de primeira na segunda mão. Também marcou à queima-roupa e quase do meio-campo ao PSV Eindhoven, na fase de grupos, terminando com um total de seis golos na prova.

"Roman é um grande jogador de equipa", destacou Stoev. "Dá sempre o máximo em campo e fez uma excelente campanha na UEFA Europa League. Ele marca e cria golos, pelo que é muito útil". O avançado acrescentou: "É verdade, consegui marcar alguns golos espectaculares, mas não consigo dizer qual foi o melhor. O mais importante é a equipa".

©AFP/Getty Images

As qualidades de Gudelj - boa técnica, dinamismo, capacidade de passe, controlo de bola e uma fantástica determinação – afirmaram-se na passagem pelo NAC. Foi muito elogiado pela dedicação total ao futebol, que se manifestou ao fazer voluntariamente corrida, para além de beber um copo de leite de cavalo todos os dias. O jogador sente que aprendeu muito na época de estreia nas competições europeias. "Fomos a única equipa da Holanda a chegar até aos quartos-de-final", destacou. "Muitos clubes gostariam de ter participado nesta fase". Gudelj fez a estreia pela selecção principal da Sérvia em Março deste ano, num encontro particular com a República da Irlanda.

©Getty Images

Kampl foi também o jogador com mais assistências no campeonato austríaco, ajudando o Salzburg a conquistar o título em tempo recorde, mas foi na UEFA Europa League que fez a exibição mais deslumbrante, no triunfo por 3-0 sobre o AFC Ajax na primeira mão dos 16 avos-de-final, frente A 75 amigos e familiares que vieram da cidade natal de Solingen. O internacional esloveno também se distingue pelo exótico penteado loiro. "Os outros gostam de jogar golfe ou de fazer qualquer outra coisa nos tempos livres, eu prefiro ir ao cabeleireiro. É a minha forma de descontrair", explicou Kampl.

©AFP/Getty Images

O internacional Sub-21 português, nascido em França, realizou boas exibições na Ligue 1, mas brilhou a grande altura na UEFA Europa League, realizando uma série de defesas na segunda mão dos oitavos-de-final que permitiram ao Lyon bater o FC Viktoria Plzeň. A derrota por 1-0 na recepção à Juventus nos quartos-de-final teria sido bem mais pesada se não fossem as boas intervenções do jovem guarda-redes. Actualmente Anthony Lopes discute o lugar de suplente na selecção de Portugal com Beto e Eduardo, mantendo a pressão sobre o titular Rui Patrício.

©Getty Images

Voltou a marcar nos dois encontros com o CS Pandurii Târgu Jiu e terminou a época de estreia nas competições europeias com três golos em oito jogos, apesar de ter feito a melhor exibição num encontro em que ficou em branco. "O jogo que verdadeiramente mudou a minha época foi no terreno do Dnipro", explicou Matos. "Foi a primeira vez que fui titular e fiz uma boa exibição, num desafio muito difícil, que vencemos por 2-1. Sofri uma grande penalidade e fui elogiado pelo treinador".

©AFP/Getty Images

O seleccionador nacional Vicente del Bosque já tinha reparado nele e permitiu a estreia na equipa principal do jovem, a 15 de Outubro, num encontro com a Geórgia de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2014. "2013 foi o meu ano", afirmou Moreno. "Em nove meses passei da terceira divisão espanhola a titular no Sevilha e fui chamado a representar o meu país. É difícil acreditar que tudo isto é verdade".

Desde então tem tido enorme evolução e revelou-se fundamental no triunfo do Benfica na Liga portuguesa de 2013/14, para além de ter deixado excelente nota na caminhada até à final da UEFA Europa League. Assinalou a estreia na fase a eliminar com um golo no reduto do Tottenham e dois na recepção ao AZ. "Estava no Real Madrid quando o Ángel Di María foi contratado ao Benfica e fui para Lisboa como contrapartida no negócio", explicou Rodrigo. "O início não foi fácil e fui emprestado ao Bolton, mas nunca desisti e finalmente ganhei um lugar no Benfica, onde sou mais do que feliz. Não me importava de continuar aqui a marcar golos."

Topo