Turim recebe troféu da UEFA Europa League

O Presidente da UEFA, Michel Platini, classificou a UEFA Europa League como uma "competição do coração", durante a entrega do troféu ao presidente da câmara de Turim, Piero Fassino.

Entrega do troféu da UEFA Europa League ©Getty Images

O Presidente da UEFA, Michel Platini, entregou o troféu da UEFA Europa League a Turim, antes da final que se realiza na cidade, a 14 de Maio.

Numa cerimónia que teve lugar no famoso Palazzo Madama, Paulo Ferreira, antigo jogador do Chelsea FC – parte do plantel vitorioso dos "blues" na UEFA Europa League da época passada – entregou o cobiçado troféu a Michel Platini, que por sua vez o passou a Piero Fassino, presidente da câmara de Turim, para a cidade o colocar em exposição, e inspirar o público, antes do jogo decisivo do torneio, no Estádio Juventus.

"A Europa League é a competição de toda a Europa – é uma competição do coração e é profundamente apreciada por todo o continente", disse Michel Platini. "Na UEFA Europa League, todas as equipas envolvidas podem ir até ao fim. Para além disso, posso dizer que este troféu é o único que nunca conquistei na minha carreira de jogador, já que nunca participei no torneio".

"Turim é uma verdadeira cidade desportiva, já que foi aqui que nasceu o futebol italiano", acrescentou Fassino. "Temos dois clubes com um imenso historial, e se tudo correr bem, esta final pode beneficiar o futuro do futebol, não só na cidade e respectivos clubes, como em toda a região".

O presidente da Federação Italiana de Futebol (FIGC), Giancarlo Abete, também reiterou o seu desejo de que a final deixe um legado desportivo, numa conversa com o UEFA.com sobre as suas esperanças para o encontro decisivo, na antevisão do evento de quarta-feira.

Durante a cerimónia, foi passado um vídeo da final da UEFA Europa League de 2013, na qual o Chelsea venceu o SL Benfica por 2-1, em Amesterdão, graças a um tento tardio de Branislav Ivanović. O treinador-adjunto do Chelsea, Steve Holland, disse ao público presente: "É a pior forma de perder um jogo, mas a melhor maneira de ganhar um. Ficámos muito orgulhosos daquilo que alcançámos, que foi fazer parte de um lote restrito de clubes que ganharam as três principais competições [da UEFA]".

O embaixador da final da UEFA Europa League, Ciro Ferrara, resumiu o ambiente positivo que se vive em Turim para o evento. "Trazer o troféu de volta a Itália, com a possibilidade de ser finalmente ganho por uma equipa italiana após tantos anos, pode ser um estímulo ainda maior para o nosso futebol", disse o ex-defesa da Juventus, cujo antigo clube defronta o Benfica nas meias-finais.