O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Agüero aliviado com triunfo

Sergio Agüero disse que a vitória do Atlético sobre o Rosenborg, por 3-0, vai ajudar a "aliviar a ansiedade" no campeão em título, depois de ter saído do banco para marcar um golo e fazer a assistência para outro.

Sergio Agüero voltou aos golos
Sergio Agüero voltou aos golos ©Getty Images

O avançado do Club Atlético de Madrid, Sergio Agüero, disse que o campeão em título da UEFA Europa League tem em mente a passagem à fase seguinte, depois de a equipa de Quique Sánchez Flores ter respondido a um mau início de campanha no Grupo B com uma vitória por 3-0 sobre o Rosenborg BK.

O defesa uruguaio Diego Godín colocou os "colchoneros" no caminho para a primeira vitória na fase de grupos, com um cabeceamento bem direccionado aos 18 minutos. No entanto, apesar de ter dominado durante largos períodos depois disso, os anfitriões tiveram dificuldade em arrumar a questão do vencedor frente à equipa de Nils Arne Eggen até à entrada em campo de Agüero, aos 65 minutos. O internacional argentino apontou um golo e fez a assistência para o terceiro, da autoria de Diego Costa.

"Precisávamos dos três pontos mais do que nunca, já que estávamos no último lugar do grupo e um empate ou derrota não serviam os nossos objectivos", explicou o jovem de 22 anos. "A vitória é mais do que bem-vinda e ajuda a aliviar qualquer ansiedade".

Foi o primeiro jogo de Agüero em quase um mês, por causa de uma lesão no tornozelo, e em que a sua recuperação foi atrasada por um problema num músculo do glúteo. Admitindo que ainda não estava "a 100 por cento", o antigo avançado do CA Independiente estava feliz com o contributo dado.

"O mais importante é ser capaz de fazer uma boa exibição quando entro em campo. E sei que devo estar ao melhor nível em cada jogo para ajudar a minha equipa e compensar o apoio que os adeptos continuam a dar-me", disse.

"Tivemos ocasiões de golo para sentenciar a partida durante a primeira parte, mas não fomos capazes de as aproveitar. Durante o intervalo, concordámos em ter ainda mais posse de bola e ser mais eficazes na hora de rematar à baliza. Ainda há um longo caminho a percorrer, mas o nosso objectivo depois deste resultado é qualificar-nos para a próxima fase o mais rapidamente possível".

Agora, atrás de Atlético, Aris Thessaloniki FC e Bayer 04 Leverkusen, no fundo do Grupo B, o defesa Mikael Dorsin, do Rosenborg, disse ao UEFA.com que a sua equipa só vai pensar na vitória quando o Atlético visitar Trondheim, no dia 4 de Novembro.

"Somos uma equipa diferente em casa e se vencermos tudo fica em aberto no grupo", explicou o capitão. "Hoje não merecíamos perder por 3-0. Acertámos no poste e tivemos mais duas ocasiões para marcar, mas num jogo frente a jogadores de classe mundial não nos podemos dar ao luxo de falhar dessa forma".