O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Inglaterra: meias-finais anteriores no EURO

A Inglaterra vai tentar que à terceira seja de vez, após duas derrotas nas anteriores presenças em meias-finais do EURO.

Gareth Southgate depois de falhar o penálti decisivo nas meias-finais do EURO '96
Gareth Southgate depois de falhar o penálti decisivo nas meias-finais do EURO '96 Getty Images

A Inglaterra vai defrontar a Dinamarca em Wembley, na quarta-feira, na tentativa de chegar pela primeira vez à final de um Campeonato da Europa da UEFA. Recordamos as duas anteriores ocasiões em que ficou a um jogo de o conseguir.

Inglaterra - Dinamarca: cobertura em directo


1968: Jugoslávia 1-0 Inglaterra

Depois de ter conquistado o Campeonato do Mundo da FIFA como anfitriã dois anos antes, a Inglaterra parecia no bom caminho para conquistar o ceptro continental em Itália. Mas, com Geoff Hurst e Nobby Stiles ausentes por lesão, os ingleses viriam a cair diante de uma também muito forte Jugoslávia. Um jogo muito equlilibrado, que parecia destinado a seguir para prolongamento, foi decidido aos 86 minutos, quando Dragan Džajić se antecipou a Bobby Moore, dominou no peito e rematou para o fundo das redes. Houve ainda tempo para Alan Mullery se tornar no primeiro jogador de sempre a ser expulso com a camisola da Inglaterra.

1968: Jugoslávia 1-0 Inglaterra
1968: Jugoslávia 1-0 Inglaterra

1996: Alemanha 1-1 Inglaterra (penáltis: 6-5)

Foi preciso esperar quase mais 30 anos para a Inglaterra voltar a jogar umas meias-finais do EURO. Como anfitriã do EURO '96, a selecção então orientada por Terry Venables venceu o Grupo A com sete pontos em três jogos e afastou, depois, a Espanha por 4-2 no desempate por penáltis nos quartos-de-final.

Seguiu-se um embate com a arqui-rival Alemanha nas meias-finais e as coisas até começaram a correr bem, com Alan Shearer a marcar de cabeça logo aos três minutos. Mas Stefan Kuntz empatou pouco depois e, apesar de a selecção inglesa ter criado várias oportunidades para voltar à vantagem no marcador, não conseguiu voltar a marcar. Darren Anderton acertou mesmo no poste e Paul Gascoigne não conseguiu chegar a um centro-remate de Alan Shearer.

A decisão acabou por seguir para o desempate por penáltis e, depois de ninguém ter falhado na primeira série de cinco, Andreas Köpke defendeu a grande penalidade de Gareth Southgate. Andreas Möller não perdoou logo a seguir e colocou a Alemanha numa final que viria, depois, a ganhar graças a um "golo de ouro". A Inglaterra teve de esperar mais 25 anos por nova oportunidade e, agora, Southgate é o seleccionador.

Veja o penálti que deu à Alemanha a vitória nas meias-finais do EURO '96
Veja o penálti que deu à Alemanha a vitória nas meias-finais do EURO '96

Descarregue a app do EURO